Vacina contra varicela-zoster (recombinante) - Informações

Vacina recombinante para prevenção de varicela-zoster. Nessa página você tem acesso a todas as informações sobre Vacina contra varicela-zoster (recombinante), como indicações de uso, contraindicações, efeitos colaterais, informações químicas, preço, história, origem, efeitos e outros. 

Índice de Conteúdo
- Informações
- História
- Indicações
- Efeitos Colaterais
- Contra Indicações
- Como Usar
- Média de Preço
- Outras Substâncias
- FAQ

Informações Básicas do Vacina contra varicela-zoster (recombinante)

Veja abaixo todos os detalhes e informações sobre Vacina contra varicela-zoster (recombinante):

  • Nome: Vacina contra varicela-zoster (recombinante)
  • Nome em Inglês: Varicella zoster vaccine (recombinant)
  • Nome Genérico:
  • Tipo:
  • Fórmula Química:

Informações Avançadas:

    • Nome químico: Varicella zoster vaccine (recombinant)
    • Fórmula molecular: Informação não disponível
    • Peso molecular: Informação não disponível
    • Classe terapêutica: Vacina
    • Mecanismo de ação: Estimulação da imunidade contra o vírus varicela-zóster
    • Forma de administração: Injeção subcutânea
    • Outros: Informação não disponível

    Vacina contra varicela-zoster (recombinante) - História, Descoberta e Origem

    A vacina contra varicela-zoster (recombinante) é um tipo de vacina que foi desenvolvida para proteger contra a varicela-zoster, mais conhecida como catapora. Esta vacina é produzida a partir de uma forma enfraquecida do vírus varicela-zoster, que é o mesmo vírus que causa a catapora e o herpes zoster (também conhecido como cobreiro).

    A história desta vacina começa na década de 1970, quando o vírus varicela-zoster foi isolado pela primeira vez em culturas de células humanas. A partir daí, pesquisadores começaram a desenvolver uma vacina para prevenir a catapora, uma doença altamente contagiosa que afeta principalmente crianças.

    A primeira vacina contra a varicela-zoster foi licenciada nos Estados Unidos em 1995. Esta vacina era produzida a partir do vírus vivo atenuado, ou seja, um vírus enfraquecido que não causa a doença, mas é capaz de estimular uma resposta imune no organismo. No entanto, esta vacina apresentava algumas limitações, como a possibilidade de reativação do vírus e o risco de causar a doença em pessoas com o sistema imunológico comprometido.

    Em 2006, foi desenvolvida a vacina contra varicela-zoster recombinante, que é produzida a partir de um vírus geneticamente modificado. Este vírus contém apenas uma parte do DNA do vírus varicela-zoster, o que o torna incapaz de causar a doença. Além disso, esta vacina é mais segura e eficaz do que a vacina anterior, pois não apresenta o risco de reativação ou de causar a doença em pessoas com imunodeficiência.

    Desde então, a vacina contra varicela-zoster recombinante tem sido amplamente utilizada em todo o mundo para prevenir a catapora. Além disso, esta vacina também tem se mostrado eficaz na prevenção do herpes zoster em adultos. O herpes zoster é uma doença causada pela reativação do vírus varicela-zoster, que pode se manifestar na forma de uma erupção cutânea dolorosa e bolhas na pele. A vacina recombinante pode ajudar a prevenir ou reduzir a gravidade do herpes zoster em pessoas que já tiveram catapora anteriormente.

    Em resumo, a vacina contra varicela-zoster recombinante é uma importante ferramenta na prevenção de duas doenças causadas pelo mesmo vírus - catapora e herpes zoster. Com sua utilização, é possível reduzir o número de casos e complicações relacionadas a estas doenças, proporcionando uma melhor qualidade de vida para a população.

    Indicações de uso - Vacina contra varicela-zoster (recombinante)

    Veja abaixo em quais ocasiões é recomendado o uso de Vacina contra varicela-zoster (recombinante):

    • Previne a infecção pelo vírus da varicela-zoster
    • Reduz o risco de complicações graves da varicela, como pneumonia e encefalite
    • Pode ser administrada em bebês a partir dos 12 meses de idade
    • Protege contra a reativação do vírus da varicela-zoster, que pode causar a herpes zóster (cobreiro)
    • Recomendada para pessoas que nunca tiveram varicela ou para aquelas que nunca foram vacinadas
    • Pode ser utilizada em pessoas com sistema imunológico enfraquecido, como pacientes com HIV ou em tratamento contra o câncer
    • Geralmente bem tolerada, com poucos efeitos colaterais leves, como dor no local da injeção e febre baixa
    • Oferece proteção duradoura, evitando a necessidade de doses de reforço
    • Disponível em clínicas de vacinação e postos de saúde, sendo gratuita para grupos prioritários

    Efeitos Colaterais - Vacina contra varicela-zoster (recombinante)

    Veja abaixo alguns efeitos colaterais do Vacina contra varicela-zoster (recombinante)

    • Dor no local da injeção
    • Vermelhidão e inchaço no local da injeção
    • Febre baixa
    • Perda de apetite
    • Fadiga
    • Dor de cabeça
    • Náusea
    • Vômitos
    • Diarreia
    • Dor muscular
    • Erupção cutânea
    • Coceira no local da injeção
    • Reações alérgicas (raras)

    Vale lembrar que os efeitos colaterais do Vacina contra varicela-zoster (recombinante) não significa necessariamente que você vai sentir esses sintomas. Em casos raros alguns sintomas podem aparecer,

    ContraIndicações - Vacina contra varicela-zoster (recombinante)?

    • Pessoas com alergia a algum componente da vacina;
    • Mulheres grávidas ou amamentando;
    • Pessoas com sistema imunológico enfraquecido ou em uso de medicamentos imunossupressores;
    • Pessoas com histórico de reações graves a outras vacinas;
    • Pessoas com doenças autoimunes;
    • Crianças menores de 12 meses de idade;
    • Pessoas com febre acima de 38,5°C;
    • Pessoas com doenças agudas ou crônicas graves;
    • Pessoas com tuberculose ativa não tratada;
    • Pessoas com doenças do sangue ou do sistema linfático;
    • Pessoas com infecções ativas;
    • Pessoas com histórico de convulsões ou distúrbios neurológicos;
    • Pessoas com doenças hepáticas ou renais graves;
    • Pessoas com doenças do sistema respiratório;
    • Pessoas com doenças cardíacas;
    • Pessoas com doenças do sistema digestivo;
    • Pessoas com doenças da pele;
    • Pessoas com doenças do sistema endócrino;
    • Pessoas com doenças do sistema nervoso;
    • Pessoas com doenças do sistema musculoesquelético;
    • Pessoas com doenças do sistema urinário;
    • Pessoas com doenças do sistema reprodutor;
    • Pessoas com doenças do sistema imunológico;
    • Pessoas com doenças do sistema auditivo ou visual;
    • Pessoas com doenças do sistema linfático;
    • Pessoas com doenças do sistema hematológico.

    Como Usar Vacina contra varicela-zoster (recombinante)

    A vacina contra varicela-zoster (recombinante) é administrada por injeção subcutânea, geralmente no músculo do braço. Geralmente, são necessárias duas doses, espaçadas por um intervalo específico conforme orientação do médico. Após a administração, é importante monitorar qualquer reação ou efeito colateral e informar ao médico qualquer sintoma incomum. É fundamental seguir as instruções médicas e manter o cartão de vacinação atualizado.

    Média de Preço do Vacina contra varicela-zoster (recombinante) - Quanto Custa?

    Abaixo temos uma lista com a média de preço do Vacina contra varicela-zoster (recombinante) em diferentes países, levando em consideração que esse valor pode estar bem diferente da realidade, com uma margem de erro de 50% a 100% mais caro ou mais barato.

    • Brazil: R$ 150,00
    • EUA: US$ 200,00
    • Euro: € 170,00

    Os preços do Vacina contra varicela-zoster (recombinante) podem ter diferenças gritantes de um país para o outro, dependendo da sua política de preços e volatilidade. Essa lista de preço é apenas para dar uma noção se o produto é caro ou barato na sua região.


    FAQ - Perguntas e Respostas

    O que é Vacina contra varicela-zoster (recombinante)?

    Vacina recombinante para prevenção de varicela-zoster.

    As informações do Vacina contra varicela-zoster (recombinante) são verdadeiras?

    As informações sobre o medicamento contidas nessa página podem não refletir total realidade, visto que pesquisas são atualizadas constantemente e informações podem divergir de diferentes bancos de dados, por esse motivo recomendamos consultar sempre a bula do medicamento e utilizar apenas com auxilio médico.

pt_BRPortuguese