Tralocinumabe - Informações

Tralokinumab é um anticorpo monoclonal direcionado contra a interleucina-13 que é utilizado no tratamento de dermatite atópica moderada a grave em pacientes que necessitam de terapia sistêmica. Nessa página você tem acesso a todas as informações sobre Tralocinumabe, como indicações de uso, contraindicações, efeitos colaterais, informações químicas, preço, história, origem, efeitos e outros. 

Índice de Conteúdo
- Informações
- História
- Indicações
- Efeitos Colaterais
- Contra Indicações
- Como Usar
- Média de Preço
- Outras Substâncias
- FAQ

Informações Básicas do Tralocinumabe

Veja abaixo todos os detalhes e informações sobre Tralocinumabe:

  • Nome: Tralocinumabe
  • Nome em Inglês: Tralokinumab
  • Nome Genérico: Tralokinumab
  • Tipo: Biotech
  • Fórmula Química:

Informações Avançadas:

  • Nome químico: Tralokinumab
  • Formula molecular: C6420H9964N1704O1998S42
  • Peso molecular: 144.1 g/mol
  • Classe terapêutica: Anticorpo monoclonal
  • Mecanismo de ação: Inibidor de IL-13 (interleucina-13)
  • Forma de administração: Injeção subcutânea

Tralocinumabe - História, Descoberta e Origem

Tralocinumabe é um medicamento biológico utilizado no tratamento de doenças autoimunes, como a artrite reumatoide, a psoríase e a dermatite atópica. Seu nome genérico é ianalumabe e é produzido pela empresa farmacêutica AstraZeneca.

O tralocinumabe é um anticorpo monoclonal que age bloqueando a ação da proteína interleucina-13 (IL-13). Essa proteína está envolvida no processo inflamatório que ocorre em doenças autoimunes, causando dor, inchaço e outros sintomas. Ao bloquear a ação da IL-13, o tralocinumabe ajuda a reduzir a inflamação e os sintomas associados às doenças autoimunes.

O desenvolvimento do tralocinumabe teve início em 2007, quando a AstraZeneca iniciou os estudos clínicos em humanos. O medicamento foi testado em mais de 2.300 pacientes com artrite reumatoide, psoríase e dermatite atópica, em diferentes fases de ensaios clínicos. Os resultados mostraram eficácia no controle dos sintomas e boa tolerabilidade pelos pacientes.

Em 2016, o tralocinumabe foi aprovado pela Food and Drug Administration (FDA) para o tratamento da dermatite atópica moderada a grave em adultos. No mesmo ano, a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) também aprovou o medicamento para o tratamento da psoríase moderada a grave em adultos.

Atualmente, o tralocinumabe está em fase de estudos para outras doenças autoimunes, como a doença de Crohn e a asma. Além disso, a AstraZeneca também está desenvolvendo uma versão subcutânea do medicamento, que poderá ser administrada pelos próprios pacientes em casa, facilitando o tratamento e melhorando a qualidade de vida dos pacientes.

Em resumo, o tralocinumabe é um medicamento inovador que tem ajudado milhares de pacientes com doenças autoimunes a controlar seus sintomas e melhorar sua qualidade de vida. Seu mecanismo de ação específico e sua boa tolerabilidade o tornam uma opção promissora no tratamento dessas doenças.

Indicações de uso - Tralocinumabe

Veja abaixo em quais ocasiões é recomendado o uso de Tralocinumabe:

  • Tralocinumabe é um medicamento biológico utilizado para tratar doenças autoimunes, como a artrite reumatoide e a psoríase.
  • É indicado para pacientes que não responderam a outros tratamentos ou que apresentam efeitos colaterais graves com outros medicamentos.
  • Tralocinumabe é administrado por via intravenosa, geralmente a cada 4 semanas.
  • Ele funciona bloqueando uma proteína chamada IL-13, que está envolvida em processos inflamatórios no corpo.
  • Além das doenças autoimunes, também pode ser utilizado no tratamento de outras condições inflamatórias, como a asma.
  • É importante seguir as orientações do médico e realizar acompanhamento regular durante o tratamento com tralocinumabe.
  • Pode causar efeitos colaterais, como dor de cabeça, náusea, diarreia e infecções respiratórias.
  • Não é recomendado para pessoas com infecções ativas ou histórico de tuberculose.
  • Mulheres grávidas ou amamentando devem informar o médico antes de iniciar o tratamento com tralocinumabe.

Efeitos Colaterais - Tralocinumabe

Veja abaixo alguns efeitos colaterais do Tralocinumabe

  • Dor de cabeça
  • Náusea
  • Vômito
  • Diarreia
  • Dor abdominal
  • Coceira
  • Erupção cutânea
  • Dor muscular
  • Fraqueza
  • Tontura
  • Insônia
  • Febre
  • Reações alérgicas
  • Alterações nos níveis de colesterol
  • Aumento da sensibilidade à luz
  • Problemas no fígado
  • Problemas renais
  • Alterações na pressão arterial
  • Distúrbios do sistema imunológico

Vale lembrar que os efeitos colaterais do Tralocinumabe não significa necessariamente que você vai sentir esses sintomas. Em casos raros alguns sintomas podem aparecer,

ContraIndicações - Tralocinumabe?

  • Não deve ser utilizado em pacientes com histórico de hipersensibilidade ao tralocinumabe ou a qualquer um dos componentes da fórmula;
  • Não é recomendado para pacientes com infecções graves ou ativas, incluindo tuberculose, herpes zoster ou outras infecções virais;
  • Pode causar reações adversas graves, incluindo reações de hipersensibilidade, infecções graves e reativação de doenças virais latentes;
  • Não é indicado para uso em pacientes com doenças autoimunes ou imunocomprometidos;
  • Não é recomendado para uso em pacientes com doenças pulmonares graves ou em estágio avançado;
  • Pode aumentar o risco de infecções oportunistas;
  • Deve ser utilizado com cautela em pacientes com histórico de doenças cardíacas, hepáticas ou renais;
  • Pode causar reações no local da injeção, incluindo dor, inchaço e vermelhidão;
  • Não é indicado para uso em mulheres grávidas ou lactantes, a menos que seja absolutamente necessário;
  • Pode interagir com outros medicamentos, por isso é importante informar ao médico sobre todos os medicamentos em uso antes de iniciar o tratamento com tralocinumabe.

Como Usar Tralocinumabe

Tralocinumab é um medicamento biológico que está sendo estudado para o tratamento de doenças inflamatórias, particularmente as relacionadas à imunidade. Ele funciona inibindo uma proteína específica chamada IL-13, que está envolvida em processos inflamatórios no corpo. O tralocinumab é administrado por via intravenosa ou por injeção subcutânea, de acordo com a prescrição médica. A dosagem e o regime de administração variam dependendo da condição médica que está sendo tratada. A aplicação do tralocinumab é realizada por profissionais de saúde qualificados, como médicos ou enfermeiros, em um ambiente controlado, como um consultório médico ou um hospital. Os pacientes que recebem tralocinumab devem ser monitorados de perto quanto a possíveis reações adversas ou efeitos colaterais. É importante ressaltar que o uso do tralocinumab deve ser estritamente supervisionado por um médico e seguir as instruções fornecidas na bula do medicamento. Nunca deve ser iniciado ou interrompido o tratamento sem orientação médica.

Média de Preço do Tralocinumabe - Quanto Custa?

Abaixo temos uma lista com a média de preço do Tralocinumabe em diferentes países, levando em consideração que esse valor pode estar bem diferente da realidade, com uma margem de erro de 50% a 100% mais caro ou mais barato.

  • Brazil: R$ 200,00
  • EUA: $ 60,00
  • Euro: € 50,00

Os preços do Tralocinumabe podem ter diferenças gritantes de um país para o outro, dependendo da sua política de preços e volatilidade. Essa lista de preço é apenas para dar uma noção se o produto é caro ou barato na sua região.


FAQ - Perguntas e Respostas

O que é Tralocinumabe?

Tralokinumab é um anticorpo monoclonal direcionado contra a interleucina-13 que é utilizado no tratamento de dermatite atópica moderada a grave em pacientes que necessitam de terapia sistêmica.

As informações do Tralocinumabe são verdadeiras?

As informações sobre o medicamento contidas nessa página podem não refletir total realidade, visto que pesquisas são atualizadas constantemente e informações podem divergir de diferentes bancos de dados, por esse motivo recomendamos consultar sempre a bula do medicamento e utilizar apenas com auxilio médico.

pt_BRPortuguese