Tioridazina - Informações

A tioridazina é um antipsicótico fenotiazínico usado para tratar esquizofrenia e transtorno de ansiedade generalizada. Nessa página você tem acesso a todas as informações sobre Tioridazina, como indicações de uso, contraindicações, efeitos colaterais, informações químicas, preço, história, origem, efeitos e outros. 

Índice de Conteúdo
- Informações
- História
- Indicações
- Efeitos Colaterais
- Contra Indicações
- Como Usar
- Média de Preço
- Outras Substâncias
- FAQ

Informações Básicas do Tioridazina

Veja abaixo todos os detalhes e informações sobre Tioridazina:

  • Nome: Tioridazina
  • Nome em Inglês: Thioridazine
  • Nome Genérico:
  • Tipo:
  • Fórmula Química: C21H26N2S2

Informações Avançadas:

  • Nome químico: Thioridazine
  • Formula molecular: C21H26N2S2
  • Peso molecular: 370.573 g/mol
  • Classe terapêutica: Antipsicótico
  • Mecanismo da ação: Bloqueio dos receptores de dopamina D2
  • Forma de administração: Oral

Tioridazina - História, Descoberta e Origem

Tioridazina é um medicamento psicotrópico utilizado no tratamento de distúrbios psiquiátricos, como esquizofrenia e transtornos do humor. Foi desenvolvido na década de 1950 pelo químico Paul Charpentier e, posteriormente, comercializado pela empresa farmacêutica suíça Geigy sob o nome comercial de Mellaril.

A tioridazina pertence à classe dos antipsicóticos típicos, que agem bloqueando os receptores de dopamina no cérebro. Essa substância é responsável por regular o humor e as emoções, e seu desequilíbrio pode levar a sintomas como alucinações e delírios, característicos da esquizofrenia.

A origem da tioridazina está ligada ao desenvolvimento dos primeiros medicamentos antipsicóticos, a partir da década de 1950. Até então, o tratamento para transtornos mentais se baseava em terapias ocupacionais e procedimentos invasivos, como lobotomias. Com a descoberta dos antipsicóticos, foi possível controlar os sintomas de forma mais efetiva e melhorar a qualidade de vida dos pacientes.

Apesar de sua eficácia, a tioridazina apresenta efeitos colaterais significativos, como sedação, ganho de peso, tremores e disfunção sexual. Além disso, seu uso prolongado pode causar efeitos neurológicos graves, como discinesia tardia, um distúrbio do movimento irreversível.

Com o surgimento de novas opções de tratamento, a tioridazina foi sendo gradualmente substituída por medicamentos mais modernos e com menos efeitos colaterais. Nos Estados Unidos, por exemplo, o medicamento foi retirado do mercado em 2005 devido ao risco de efeitos adversos graves. No entanto, ainda é utilizada em alguns países, principalmente em casos de esquizofrenia refratária, quando outros medicamentos não apresentam resultados satisfatórios.

Apesar de sua história conturbada, a tioridazina desempenhou um papel importante no tratamento de transtornos mentais e contribuiu para o desenvolvimento de novos medicamentos antipsicóticos mais seguros e eficazes.

Indicações de uso - Tioridazina

Veja abaixo em quais ocasiões é recomendado o uso de Tioridazina:

  • Tratamento de esquizofrenia
  • Tratamento de distúrbios psicóticos
  • Tratamento de transtorno bipolar
  • Tratamento de transtorno obsessivo-compulsivo
  • Tratamento de transtorno de estresse pós-traumático
  • Tratamento de transtorno de ansiedade generalizada
  • Tratamento de transtorno de pânico
  • Indicado para pacientes com sintomas negativos de esquizofrenia
  • Indicado para pacientes com sintomas psicóticos resistentes a outros tratamentos
  • Pode ser usado em combinação com outros medicamentos psiquiátricos

Efeitos Colaterais - Tioridazina

Veja abaixo alguns efeitos colaterais do Tioridazina

  • Sonolência
  • Suor
  • Boca seca
  • Constipação
  • Visão turva
  • Tontura
  • Ansiedade
  • Insônia
  • Perda de apetite
  • Náusea
  • Vômito
  • Dificuldade de concentração
  • Confusão mental
  • Perda de memória
  • Alterações no humor
  • Agitação
  • Palpitações
  • Irregularidades no ritmo cardíaco
  • Rigidez muscular
  • Formigamento ou dormência nos membros
  • Reações alérgicas (erupções cutâneas, coceira, inchaço)
  • Alterações nos níveis de açúcar no sangue
  • Alterações nos níveis de colesterol
  • Alterações na pressão arterial
  • Disfunção sexual
  • Ganho de peso
  • Perda de peso
  • Alterações nos níveis de hormônios
  • Leucopenia (diminuição de glóbulos brancos no sangue)
  • Anemia
  • Trombocitopenia (diminuição de plaquetas no sangue)
  • Agranulocitose (diminuição de glóbulos brancos específicos no sangue)
  • Hepatotoxicidade (toxicidade no fígado)
  • Icterícia (coloração amarelada na pele e nos olhos)
  • Discinesia tardia (movimentos involuntários)
  • Aumento da sensibilidade à luz solar
  • Síndrome neuroléptica maligna (reação grave ao medicamento)

Vale lembrar que os efeitos colaterais do Tioridazina não significa necessariamente que você vai sentir esses sintomas. Em casos raros alguns sintomas podem aparecer,

ContraIndicações - Tioridazina?

  • Gravidez
  • Lactação
  • Doença cardíaca
  • Doença hepática
  • Doença renal
  • Glaucoma
  • Hipotensão
  • Hipertensão
  • Doença de Parkinson
  • Distúrbios sanguíneos
  • Distúrbios convulsivos
  • Distúrbios da tireoide
  • Alergia à tioridazina ou a outros medicamentos antipsicóticos

Como Usar Tioridazina

A tioridazina é um medicamento da classe dos antipsicóticos utilizados no tratamento de sintomas psicóticos, como delírios, alucinações e pensamento desorganizado. Geralmente, é administrado por via oral na forma de comprimidos ou cápsulas, sendo a dosagem prescrita pelo médico de acordo com a condição clínica do paciente. É importante seguir corretamente as instruções médicas ao utilizar a tioridazina, evitando a interrupção abrupta do tratamento, pois isso pode resultar em efeitos colaterais e complicações. Além disso, a tioridazina pode interagir com outros medicamentos, portanto, é essencial informar ao médico sobre todos os medicamentos, incluindo os de venda livre, que estão sendo utilizados. A tioridazina age principalmente através do bloqueio dos receptores de dopamina no cérebro, ajudando a regular a atividade neurotransmissora e reduzir os sintomas psicóticos. No entanto, seu uso deve ser monitorizado de perto devido aos potenciais efeitos colaterais, como sonolência, tonturas, boca seca, ganho de peso, problemas de visão e alterações cardíacas. Devido à sua natureza e efeitos colaterais, a tioridazina é um medicamento controlado que requer prescrição médica e acompanhamento médico regular durante o tratamento. Sempre siga as orientações do médico e não faça alterações na dosagem ou interrompa o uso sem consultar um profissional de saúde qualificado.

Média de Preço do Tioridazina - Quanto Custa?

Abaixo temos uma lista com a média de preço do Tioridazina em diferentes países, levando em consideração que esse valor pode estar bem diferente da realidade, com uma margem de erro de 50% a 100% mais caro ou mais barato.

  • Brazil: R$ 15,00
  • EUA: $10.00
  • Euro: €8.00

Os preços do Tioridazina podem ter diferenças gritantes de um país para o outro, dependendo da sua política de preços e volatilidade. Essa lista de preço é apenas para dar uma noção se o produto é caro ou barato na sua região.


FAQ - Perguntas e Respostas

O que é Tioridazina?

A tioridazina é um antipsicótico fenotiazínico usado para tratar esquizofrenia e transtorno de ansiedade generalizada.

As informações do Tioridazina são verdadeiras?

As informações sobre o medicamento contidas nessa página podem não refletir total realidade, visto que pesquisas são atualizadas constantemente e informações podem divergir de diferentes bancos de dados, por esse motivo recomendamos consultar sempre a bula do medicamento e utilizar apenas com auxilio médico.

pt_BRPortuguese