Telbivudina - Informações

A telbivudina é um análogo de nucleosídeo da timidina usado para o tratamento da hepatite B crônica com evidência clínica de replicação viral ou elevações persistentes nas aminotransferases séricas (ALT ou AST). Nessa página você tem acesso a todas as informações sobre Telbivudina, como indicações de uso, contraindicações, efeitos colaterais, informações químicas, preço, história, origem, efeitos e outros. 

Índice de Conteúdo
- Informações
- História
- Indicações
- Efeitos Colaterais
- Contra Indicações
- Como Usar
- Média de Preço
- Outras Substâncias
- FAQ

Informações Básicas do Telbivudina

Veja abaixo todos os detalhes e informações sobre Telbivudina:

  • Nome: Telbivudina
  • Nome em Inglês: Telbivudine
  • Nome Genérico:
  • Tipo:
  • Fórmula Química: C10H14N2O5

Informações Avançadas:

  • Nome químico: 1-(2-deoxy-2-fluoro-β-L-arabinofuranosyl)thymine
  • Formula molecular: C10H14FN3O5
  • Peso molecular: 247.24 g/mol
  • Classe terapêutica: Antiviral
  • Mecanismo da ação: Inibição seletiva da síntese de DNA viral
  • Forma de administração: Comprimidos orais

Telbivudina - História, Descoberta e Origem

Telbivudina é um medicamento utilizado no tratamento da hepatite B crônica, uma doença viral que afeta o fígado. Seu princípio ativo é a telbivudina, um análogo de nucleosídeo que age inibindo a replicação do vírus da hepatite B.

O surgimento da telbivudina está relacionado à descoberta do vírus da hepatite B, em 1965, pelo médico e pesquisador americano Baruch Blumberg. A partir dessa descoberta, foram realizadas diversas pesquisas para encontrar tratamentos eficazes contra a doença.

Foi somente em 1998 que a telbivudina foi sintetizada pela primeira vez por cientistas da empresa farmacêutica Idenix Pharmaceuticals, com o objetivo de criar um medicamento mais potente e com menos efeitos colaterais do que os existentes na época.

Em 2006, a telbivudina foi aprovada pela Food and Drug Administration (FDA), órgão responsável pela regulamentação de medicamentos nos Estados Unidos, e se tornou o primeiro análogo de nucleosídeo a ser aprovado para o tratamento da hepatite B crônica.

Desde então, a telbivudina tem sido utilizada em todo o mundo, especialmente em países onde a hepatite B é endêmica, como China e países do sudeste asiático. O medicamento é considerado seguro e eficaz, com uma taxa de resposta de cerca de 70% em pacientes com hepatite B crônica.

Além do tratamento da hepatite B, a telbivudina também tem sido estudada para o tratamento de outras doenças virais, como a hepatite D e a infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV).

Apesar de ser um medicamento eficaz, a telbivudina pode causar alguns efeitos colaterais, como náuseas, diarreia e dores de cabeça. Por isso, é importante seguir as recomendações médicas e realizar exames periódicos para monitorar a eficácia do tratamento e os possíveis efeitos colaterais.

Em resumo, a telbivudina é um medicamento importante no tratamento da hepatite B crônica, que tem sua origem na descoberta do vírus da hepatite B e foi desenvolvido com o objetivo de oferecer uma opção terapêutica mais eficaz e segura para os pacientes.

Indicações de uso - Telbivudina

Veja abaixo em quais ocasiões é recomendado o uso de Telbivudina:

  • Tratamento da hepatite B crônica em adultos com comprometimento hepático
  • Redução da carga viral do HBV no sangue
  • Prevenção de complicações relacionadas à hepatite B, como cirrose e câncer de fígado
  • Recomendado para pacientes com função hepática normal ou levemente comprometida
  • Pode ser utilizado em pacientes com resistência a outros medicamentos para hepatite B
  • Pode ser usado em combinação com outros medicamentos antivirais
  • Administração oral, facilitando o uso e adesão ao tratamento
  • Disponível em comprimidos de dose única diária
  • É um medicamento seguro e bem tolerado
  • Pode ser usado durante a gravidez, sob supervisão médica

Efeitos Colaterais - Telbivudina

Veja abaixo alguns efeitos colaterais do Telbivudina

  • Náusea
  • Vômito
  • Diarreia
  • Dor abdominal
  • Fadiga
  • Dor de cabeça
  • Tontura
  • Dor muscular
  • Perda de apetite
  • Icterícia (coloração amarelada da pele e dos olhos)
  • Erupção cutânea
  • Prurido (coceira)
  • Alopecia (queda de cabelo)
  • Dor nas articulações
  • Insônia
  • Depressão
  • Ansiedade
  • Alterações nos exames de sangue (aumento das enzimas hepáticas e bilirrubina)

Vale lembrar que os efeitos colaterais do Telbivudina não significa necessariamente que você vai sentir esses sintomas. Em casos raros alguns sintomas podem aparecer,

ContraIndicações - Telbivudina?

  • Pacientes com hipersensibilidade conhecida à telbivudina ou a qualquer componente da fórmula
  • Pacientes com falência hepática descompensada
  • Pacientes com história de miopatia relacionada a medicamentos
  • Pacientes com insuficiência renal grave
  • Pacientes que estejam tomando medicamentos que inibem a enzima CYP3A4, como cetoconazol, itraconazol, eritromicina e claritromicina
  • Pacientes com história de reação alérgica grave ou anafilaxia a medicamentos antivirais contendo lamivudina ou a medicamentos contendo telbivudina
  • Mulheres grávidas ou que estejam amamentando

Como Usar Telbivudina

A telbivudina é um medicamento prescrito para tratar a hepatite B crônica em adultos. Geralmente, é administrada em forma de comprimidos, uma vez ao dia, com ou sem alimentos. É importante seguir as instruções do médico e a bula do medicamento para garantir a eficácia e segurança do tratamento. Não interrompa o uso da telbivudina sem consultar o médico, mesmo que os sintomas melhorem.

Média de Preço do Telbivudina - Quanto Custa?

Abaixo temos uma lista com a média de preço do Telbivudina em diferentes países, levando em consideração que esse valor pode estar bem diferente da realidade, com uma margem de erro de 50% a 100% mais caro ou mais barato.

Os preços do Telbivudina podem ter diferenças gritantes de um país para o outro, dependendo da sua política de preços e volatilidade. Essa lista de preço é apenas para dar uma noção se o produto é caro ou barato na sua região.


FAQ - Perguntas e Respostas

O que é Telbivudina?

A telbivudina é um análogo de nucleosídeo da timidina usado para o tratamento da hepatite B crônica com evidência clínica de replicação viral ou elevações persistentes nas aminotransferases séricas (ALT ou AST).

As informações do Telbivudina são verdadeiras?

As informações sobre o medicamento contidas nessa página podem não refletir total realidade, visto que pesquisas são atualizadas constantemente e informações podem divergir de diferentes bancos de dados, por esse motivo recomendamos consultar sempre a bula do medicamento e utilizar apenas com auxilio médico.

pt_BRPortuguese