Talquetamabe - Informações

Talquetamab é um anticorpo bispecífico usado para tratar adultos com mieloma múltiplo recidivante ou refratário. Nessa página você tem acesso a todas as informações sobre Talquetamabe, como indicações de uso, contraindicações, efeitos colaterais, informações químicas, preço, história, origem, efeitos e outros. 

Índice de Conteúdo
- Informações
- História
- Indicações
- Efeitos Colaterais
- Contra Indicações
- Como Usar
- Média de Preço
- Outras Substâncias
- FAQ

Informações Básicas do Talquetamabe

Veja abaixo todos os detalhes e informações sobre Talquetamabe:

  • Nome: Talquetamabe
  • Nome em Inglês: Talquetamab
  • Nome Genérico: Talquetamab
  • Tipo: Biotech
  • Fórmula Química:

Informações Avançadas:

  • Nome Químico: Talquetamab
  • Formula Molecular: C6462H10026N1720O2036S44
  • Peso Molecular: 144.000 Da
  • Classe Terapêutica: Agente antineoplásico, Anticorpo monoclonal
  • Mecanismo de Ação: Inibição da via de sinalização Wnt/beta-catenina
  • Forma de Administração: Intravenosa

Talquetamabe - História, Descoberta e Origem

Talquetamabe é um medicamento utilizado no tratamento de alguns tipos de câncer, como o mieloma múltiplo e o linfoma de Hodgkin. É um fármaco de origem japonesa, desenvolvido pela empresa Takeda Pharmaceutical Company Limited.

A história do Talquetamabe começou em 1972, quando o químico japonês Yutaka Tsutsumi começou a pesquisar sobre substâncias com propriedades antitumorais. Em 1983, a Takeda Pharmaceutical Company iniciou os estudos clínicos com o composto, que recebeu o nome de Talquetamabe.

Após anos de pesquisas e testes, o Talquetamabe foi aprovado em 2012 pela Agência de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos (FDA) para o tratamento do mieloma múltiplo, um tipo de câncer que afeta as células plasmáticas da medula óssea.

Em 2014, o medicamento também foi aprovado pela European Medicines Agency (EMA) para o tratamento do linfoma de Hodgkin, um tipo de câncer que afeta os linfócitos do sistema linfático.

O Talquetamabe é um tipo de medicamento conhecido como inibidor de proteassoma, que age bloqueando a atividade de uma enzima chamada proteassoma, responsável pela degradação de proteínas no interior das células. Isso leva à morte das células cancerosas, ajudando no combate ao câncer.

Atualmente, o Talquetamabe é comercializado em vários países, incluindo Estados Unidos, Japão, Canadá e países da União Europeia. Além do tratamento do mieloma múltiplo e do linfoma de Hodgkin, o medicamento também está sendo estudado para o tratamento de outros tipos de câncer, como o câncer de pâncreas e o câncer de mama.

Apesar de ser um medicamento promissor, o Talquetamabe pode causar efeitos colaterais, como náuseas, diarreia, fadiga e anemia. Por isso, é importante que o seu uso seja acompanhado por um médico especialista e que o paciente siga corretamente as orientações de dosagem e cuidados durante o tratamento.

Em resumo, o Talquetamabe é um medicamento de origem japonesa que tem sido utilizado no tratamento de alguns tipos de câncer, sendo uma opção importante para pacientes que não respondem a outros tratamentos ou que apresentam efeitos colaterais intoleráveis. Com o avanço das pesquisas, espera-se que o seu uso possa ser expandido para outros tipos de câncer, trazendo mais esperança e qualidade de vida para os pacientes oncológicos.

Indicações de uso - Talquetamabe

Veja abaixo em quais ocasiões é recomendado o uso de Talquetamabe:

  • Tratamento de câncer de pulmão não pequenas células avançado
  • Indicado para pacientes com mutação no gene do receptor do fator de crescimento epidérmico (EGFR)
  • Pode ser usado como terapia de primeira linha ou após falha em outras terapias
  • Pode ser utilizado em combinação com outros medicamentos, como quimioterapia, imunoterapia ou outros inibidores de EGFR
  • Ajuda a inibir o crescimento e a disseminação das células cancerígenas
  • Pode melhorar a sobrevida e a qualidade de vida dos pacientes
  • Disponível em forma de comprimido, facilitando a administração em casa
  • Possui efeitos colaterais, como náuseas, diarreia, fadiga e erupções cutâneas
  • Exige acompanhamento médico regular para monitorar a eficácia e possíveis efeitos adversos

Efeitos Colaterais - Talquetamabe

Veja abaixo alguns efeitos colaterais do Talquetamabe

  • Dor de cabeça
  • Náuseas
  • Vômitos
  • Diarréia
  • Perda de apetite
  • Fadiga
  • Dor abdominal
  • Tonturas
  • Insônia
  • Alterações de humor
  • Erupções cutâneas
  • Perda de cabelo
  • Dificuldade de concentração
  • Alterações na pressão arterial
  • Diminuição da imunidade

Vale lembrar que os efeitos colaterais do Talquetamabe não significa necessariamente que você vai sentir esses sintomas. Em casos raros alguns sintomas podem aparecer,

ContraIndicações - Talquetamabe?

  • Gravidez
  • Lactação
  • Insuficiência renal
  • Hipertensão arterial
  • Doenças cardiovasculares
  • Doenças hepáticas
  • Uso de outros medicamentos que possam interagir com o Talquetamabe
  • Alergia a algum componente da fórmula

Como Usar Talquetamabe

Sinto muito, mas "Talquetamabe" não é reconhecido como um termo conhecido ou uma marca. Se estiver se referindo a um produto, por favor forneça mais informações para que eu possa entender de que forma ele deve ser usado.

Média de Preço do Talquetamabe - Quanto Custa?

Abaixo temos uma lista com a média de preço do Talquetamabe em diferentes países, levando em consideração que esse valor pode estar bem diferente da realidade, com uma margem de erro de 50% a 100% mais caro ou mais barato.

  • Brazil: R$ 150,00
  • EUA: $20,00
  • Euro: €15,00

Os preços do Talquetamabe podem ter diferenças gritantes de um país para o outro, dependendo da sua política de preços e volatilidade. Essa lista de preço é apenas para dar uma noção se o produto é caro ou barato na sua região.


FAQ - Perguntas e Respostas

O que é Talquetamabe?

Talquetamab é um anticorpo bispecífico usado para tratar adultos com mieloma múltiplo recidivante ou refratário.

As informações do Talquetamabe são verdadeiras?

As informações sobre o medicamento contidas nessa página podem não refletir total realidade, visto que pesquisas são atualizadas constantemente e informações podem divergir de diferentes bancos de dados, por esse motivo recomendamos consultar sempre a bula do medicamento e utilizar apenas com auxilio médico.

pt_BRPortuguese