Sulodexida - Informações

O Sulodexide é um medicamento utilizado no tratamento de úlceras venosas crônicas nas pernas. Nessa página você tem acesso a todas as informações sobre Sulodexida, como indicações de uso, contraindicações, efeitos colaterais, informações químicas, preço, história, origem, efeitos e outros. 

Índice de Conteúdo
- Informações
- História
- Indicações
- Efeitos Colaterais
- Contra Indicações
- Como Usar
- Média de Preço
- Outras Substâncias
- FAQ

Informações Básicas do Sulodexida

Veja abaixo todos os detalhes e informações sobre Sulodexida:

  • Nome: Sulodexida
  • Nome em Inglês: Sulodexide
  • Nome Genérico:
  • Tipo:
  • Fórmula Química:

Informações Avançadas:

  • Nome químico: heparinoides
  • Fórmula molecular: C12H19O20S2
  • Peso molecular: 345.398 g/mol
  • Classe terapêutica: Anticoagulante
  • Mecanismo de ação: Atua inibindo a atividade tromboelastográfica
  • Forma de administração: Oral, intravenosa

Sulodexida - História, Descoberta e Origem

A Sulodexida é uma substância anticoagulante que foi descoberta e desenvolvida na década de 1970 por cientistas italianos. Seu nome químico é sulfato de dermatan de sódio e é derivado do mucopolissacarídeo encontrado na mucosa do intestino delgado de porcos.

A história da Sulodexida começa com a busca por uma alternativa mais segura e efetiva para os anticoagulantes existentes na época, como a heparina. A heparina, apesar de ser um medicamento eficaz, pode causar efeitos colaterais graves, como sangramento excessivo e trombocitopenia. Por isso, os cientistas italianos se dedicaram a encontrar uma molécula semelhante à heparina, mas com menos efeitos colaterais.

Os pesquisadores testaram várias substâncias e, em 1978, descobriram que o sulfato de dermatan de sódio era uma opção promissora. Essa substância é um polissacarídeo com estrutura semelhante à heparina, mas com menos atividade anticoagulante. Isso significa que a Sulodexida pode prevenir a formação de coágulos sanguíneos sem causar sangramento excessivo.

No entanto, a Sulodexida só foi aprovada para uso clínico em 1986, após vários estudos clínicos comprovarem sua eficácia e segurança. Desde então, ela tem sido utilizada no tratamento e prevenção de doenças cardiovasculares, como trombose venosa profunda e embolia pulmonar.

Além disso, a Sulodexida também mostrou benefícios em outras condições de saúde, como a doença arterial periférica e a doença de Alzheimer. Isso porque ela possui propriedades anti-inflamatórias e neuroprotetoras, que podem ajudar a reduzir a inflamação e proteger as células cerebrais.

Em resumo, a Sulodexida é uma substância anticoagulante que foi descoberta e desenvolvida na Itália na década de 1970. Com sua estrutura semelhante à heparina, mas com menos efeitos colaterais, ela se tornou uma opção importante no tratamento de doenças cardiovasculares e outras condições de saúde.

Indicações de uso - Sulodexida

Veja abaixo em quais ocasiões é recomendado o uso de Sulodexida:

  • Tratamento de doenças vasculares, como trombose venosa profunda e insuficiência venosa crônica
  • Melhora da circulação sanguínea
  • Prevenção de coágulos sanguíneos
  • Redução do inchaço e dor nas pernas
  • Auxílio no tratamento de úlceras venosas
  • Indicado para pessoas com problemas de coagulação sanguínea
  • Recomendado para pacientes em recuperação pós-cirúrgica
  • Pode ser utilizado em combinação com outros medicamentos para tratar doenças cardiovasculares
  • Uso comum em pessoas que passam longos períodos sentadas ou em pé, como no caso de viagens longas ou trabalhos que exigem ficar parado por muito tempo
  • Recomendado para idosos com problemas de circulação sanguínea

Efeitos Colaterais - Sulodexida

Veja abaixo alguns efeitos colaterais do Sulodexida

  • Dor abdominal
  • Náuseas
  • Vômitos
  • Dor de cabeça
  • Tontura
  • Dor no local da injeção
  • Sangramento no local da injeção
  • Coágulos sanguíneos
  • Reações alérgicas
  • Alterações na pressão arterial
  • Aumento da sensibilidade à luz
  • Alterações na visão
  • Prurido (coceira)
  • Erupções cutâneas
  • Insuficiência renal
  • Insuficiência hepática
  • Aumento da frequência cardíaca
  • Palpitações
  • Confusão mental
  • Alterações no sangue (como aumento ou diminuição de plaquetas)

Vale lembrar que os efeitos colaterais do Sulodexida não significa necessariamente que você vai sentir esses sintomas. Em casos raros alguns sintomas podem aparecer,

ContraIndicações - Sulodexida?

  • Gravidez
  • Amamentação
  • Hipersensibilidade à sulodexida ou a qualquer um dos componentes da fórmula
  • Hemorragia ativa ou recente
  • Úlcera péptica ativa
  • Insuficiência renal grave
  • Insuficiência hepática grave
  • Doença tromboembólica arterial ou venosa ativa
  • Doença inflamatória intestinal ativa
  • Trombocitopenia
  • Hipertensão não controlada
  • Distúrbios de coagulação
  • Doença cardíaca grave

Como Usar Sulodexida

A sulodexida é um medicamento que geralmente é administrado por via oral, na forma de cápsulas. A dosagem e frequência de uso devem ser prescritas pelo médico, conforme a condição médica do paciente. Sempre siga as instruções do seu médico e leia cuidadosamente a bula fornecida com o medicamento. Não altere a dosagem ou interrompa o uso sem a orientação do seu médico.

Média de Preço do Sulodexida - Quanto Custa?

Abaixo temos uma lista com a média de preço do Sulodexida em diferentes países, levando em consideração que esse valor pode estar bem diferente da realidade, com uma margem de erro de 50% a 100% mais caro ou mais barato.

  • Brazil: R$ 150,00
  • EUA: $300,00
  • Euro: €250,00

Os preços do Sulodexida podem ter diferenças gritantes de um país para o outro, dependendo da sua política de preços e volatilidade. Essa lista de preço é apenas para dar uma noção se o produto é caro ou barato na sua região.


FAQ - Perguntas e Respostas

O que é Sulodexida?

O Sulodexide é um medicamento utilizado no tratamento de úlceras venosas crônicas nas pernas.

As informações do Sulodexida são verdadeiras?

As informações sobre o medicamento contidas nessa página podem não refletir total realidade, visto que pesquisas são atualizadas constantemente e informações podem divergir de diferentes bancos de dados, por esse motivo recomendamos consultar sempre a bula do medicamento e utilizar apenas com auxilio médico.

pt_BRPortuguese