Sulfadoxina - Informações

A sulfadoxina é um sulfonamida de ação prolongada usada para o tratamento ou prevenção da malária. Nessa página você tem acesso a todas as informações sobre Sulfadoxina, como indicações de uso, contraindicações, efeitos colaterais, informações químicas, preço, história, origem, efeitos e outros. 

Índice de Conteúdo
- Informações
- História
- Indicações
- Efeitos Colaterais
- Contra Indicações
- Como Usar
- Média de Preço
- Outras Substâncias
- FAQ

Informações Básicas do Sulfadoxina

Veja abaixo todos os detalhes e informações sobre Sulfadoxina:

  • Nome: Sulfadoxina
  • Nome em Inglês: Sulfadoxine
  • Nome Genérico:
  • Tipo:
  • Fórmula Química: C12H14N4O4S

Informações Avançadas:

  • Nome Químico: N4-(5,6-dimethoxy-4-pyrimidinyl)-sulfanilamide
  • Formula Molecular: C12H14N4O4S
  • Peso Molecular: 310.33 g/mol
  • Classe Terapêutica: Agente antimalárico e antibacteriano
  • Mecanismo da Ação: Inibição da enzima diidropteroato sintetase nas vias metabólicas de ácido fólico
  • Forma de Administração: Oral

Sulfadoxina - História, Descoberta e Origem

Sulfadoxina é um medicamento pertencente à classe dos sulfonamidas, que são substâncias químicas utilizadas no tratamento de infecções bacterianas. Ela foi sintetizada pela primeira vez em 1937 pelo químico alemão Gerhard Domagk, sendo o primeiro medicamento da classe a ser comercializado.

A origem da sulfadoxina está relacionada com a descoberta da Prontosil, a primeira sulfonamida a ser utilizada como medicamento. Em 1932, o bioquímico alemão Gerhard Domagk, ao trabalhar para a empresa farmacêutica alemã Bayer, descobriu que a Prontosil era eficaz no tratamento de infecções causadas pela bactéria Streptococcus pyogenes. Porém, somente em 1935, a Prontosil teve sua estrutura química elucidada pelo bioquímico austríaco Paul Ehrlich, que descobriu que a substância ativa era o sulfanilamida.

A partir dessa descoberta, outros pesquisadores começaram a sintetizar novas sulfonamidas, com o objetivo de melhorar a eficácia e reduzir os efeitos colaterais do medicamento. Foi nesse contexto que a sulfadoxina foi sintetizada por Domagk em 1937, sendo comercializada com o nome de Gantrisin.

A sulfadoxina é uma sulfonamida de ação prolongada, ou seja, possui uma meia-vida maior do que a Prontosil, o que permite que seja administrada com menos frequência. Ela age inibindo a síntese de ácido fólico nas bactérias, o que impede o seu crescimento e reprodução. Isso a torna eficaz no tratamento de infecções causadas por bactérias como Streptococcus, Staphylococcus e Escherichia coli.

Apesar de sua eficácia, a sulfadoxina pode causar efeitos colaterais como náuseas, vômitos, diarreia, erupções cutâneas e reações alérgicas. Além disso, o uso inadequado do medicamento pode levar ao desenvolvimento de bactérias resistentes, o que torna o tratamento mais difícil.

Atualmente, a sulfadoxina é utilizada em combinação com outras sulfonamidas e antibióticos, como a pirimetamina e a trimetoprima, no tratamento de infecções respiratórias, urinárias e gastrointestinais. Ela também é utilizada como profilaxia em casos de malária e toxoplasmose.

Em resumo, a sulfadoxina é um medicamento importante no tratamento de infecções bacterianas, tendo sido um marco na história da medicina e contribuindo para o desenvolvimento de outros medicamentos da classe das sulfonamidas.

Indicações de uso - Sulfadoxina

Veja abaixo em quais ocasiões é recomendado o uso de Sulfadoxina:

  • Tratamento de malária
  • Prevenção de malária em áreas de risco
  • Tratamento de toxoplasmose
  • Prevenção de infecções respiratórias em pessoas com HIV
  • Tratamento de infecções urinárias
  • Prevenção de infecções em pessoas com sistema imunológico comprometido
  • Tratamento de babesiose
  • Prevenção de infecções pós-operatórias
  • Tratamento de infecções causadas por bactérias sensíveis à sulfadoxina

Efeitos Colaterais - Sulfadoxina

Veja abaixo alguns efeitos colaterais do Sulfadoxina

  • Dor de cabeça
  • Náusea
  • Vômitos
  • Dor abdominal
  • Perda de apetite
  • Fadiga
  • Tontura
  • Erupções cutâneas
  • Sensibilidade à luz
  • Alterações na visão
  • Problemas renais
  • Hepatotoxicidade
  • Reações alérgicas
  • Distúrbios sanguíneos
  • Problemas respiratórios

Vale lembrar que os efeitos colaterais do Sulfadoxina não significa necessariamente que você vai sentir esses sintomas. Em casos raros alguns sintomas podem aparecer,

ContraIndicações - Sulfadoxina?

  • Não administrar em caso de hipersensibilidade a qualquer componente da fórmula
  • Não administrar em pacientes com deficiência de glicose-6-fosfato desidrogenase
  • Não administrar em pacientes com problemas hepáticos graves
  • Não administrar em pacientes com problemas renais graves
  • Não administrar em pacientes com porfiria

Como Usar Sulfadoxina

A sulfadoxina é um medicamento em forma de comprimido, geralmente tomado por via oral. Siga as instruções do seu médico ou as indicações da bula. Geralmente, a dose recomendada é de um comprimido por dia, mas pode variar dependendo da condição a ser tratada. Tome a sulfadoxina com um copo cheio de água e evite leite, produtos lácteos ou antiácidos nas 2 horas seguintes à ingestão, pois podem reduzir a absorção do medicamento. Não interrompa o tratamento sem orientação médica e informe o seu médico sobre quaisquer efeitos colaterais ou problemas que possa estar enfrentando.

Média de Preço do Sulfadoxina - Quanto Custa?

Abaixo temos uma lista com a média de preço do Sulfadoxina em diferentes países, levando em consideração que esse valor pode estar bem diferente da realidade, com uma margem de erro de 50% a 100% mais caro ou mais barato.

  • Brazil: R$ 20,00
  • EUA: $15,00
  • Euro: €12,00

Os preços do Sulfadoxina podem ter diferenças gritantes de um país para o outro, dependendo da sua política de preços e volatilidade. Essa lista de preço é apenas para dar uma noção se o produto é caro ou barato na sua região.


FAQ - Perguntas e Respostas

O que é Sulfadoxina?

A sulfadoxina é um sulfonamida de ação prolongada usada para o tratamento ou prevenção da malária.

As informações do Sulfadoxina são verdadeiras?

As informações sobre o medicamento contidas nessa página podem não refletir total realidade, visto que pesquisas são atualizadas constantemente e informações podem divergir de diferentes bancos de dados, por esse motivo recomendamos consultar sempre a bula do medicamento e utilizar apenas com auxilio médico.

pt_BRPortuguese