Sinvastatina - Informações

O Simvastatina é um inibidor da HMG-CoA redutase utilizado para reduzir os níveis de lipídios e diminuir o risco de eventos cardiovasculares, incluindo infarto do miocárdio e acidente vascular cerebral. Nessa página você tem acesso a todas as informações sobre Sinvastatina, como indicações de uso, contraindicações, efeitos colaterais, informações químicas, preço, história, origem, efeitos e outros. 

Índice de Conteúdo
- Informações
- História
- Indicações
- Efeitos Colaterais
- Contra Indicações
- Como Usar
- Média de Preço
- Outras Substâncias
- FAQ

Informações Básicas do Sinvastatina

Veja abaixo todos os detalhes e informações sobre Sinvastatina:

  • Nome: Sinvastatina
  • Nome em Inglês: Simvastatin
  • Nome Genérico: Simvastatin
  • Tipo: Small Molecule
  • Fórmula Química: C25H38O5

Informações Avançadas:

  • Nome Químico: Simvastatina
  • Fórmula Molecular: C25H38O5
  • Peso Molecular: 418.566 g/mol
  • Classe Terapêutica: Estatina
  • Mecanismo de Ação: Inibição da HMG-CoA redutase
  • Forma de Administração: Oral

Sinvastatina - História, Descoberta e Origem

A sinvastatina é um medicamento utilizado para tratar problemas relacionados ao colesterol alto, como a hipercolesterolemia. Ele pertence à classe das estatinas, que são drogas que atuam inibindo a enzima que produz o colesterol no fígado, reduzindo assim os níveis de colesterol no sangue.

A história da sinvastatina começa na década de 1970, quando os pesquisadores Akira Endo e Masao Kuroda, da empresa japonesa Sankyo, iniciaram estudos sobre o mecanismo de ação de um fungo chamado Aspergillus terreus. Eles descobriram que esse fungo produzia uma substância capaz de inibir a enzima responsável pela produção de colesterol no organismo.

Com base nessa descoberta, os pesquisadores desenvolveram a sinvastatina, que foi lançada no mercado em 1984, sob o nome comercial de Zocor. Inicialmente, o medicamento foi utilizado para tratar pacientes com hipercolesterolemia familiar, uma doença genética que causa altos níveis de colesterol no sangue desde a infância.

No entanto, com o passar do tempo, a sinvastatina foi sendo cada vez mais prescrita para tratar outras condições relacionadas ao colesterol alto, como a prevenção de doenças cardiovasculares. Atualmente, é um dos medicamentos mais prescritos em todo o mundo, sendo comercializado sob diversos nomes comerciais, como Lipitor, Crestor, Zocor, entre outros.

Além de reduzir o colesterol, a sinvastatina também possui propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes, que podem ajudar a prevenir doenças cardíacas. No entanto, como qualquer medicamento, pode causar efeitos colaterais, como dor de cabeça, náuseas, dores musculares e alterações no fígado.

Em resumo, a sinvastatina é um medicamento importante e amplamente utilizado no tratamento de problemas relacionados ao colesterol alto. Sua descoberta foi um marco na história da medicina e tem ajudado milhões de pessoas a controlar seus níveis de colesterol e prevenir doenças cardiovasculares.

Indicações de uso - Sinvastatina

Veja abaixo em quais ocasiões é recomendado o uso de Sinvastatina:

  • Tratamento de hipercolesterolemia: a sinvastatina é indicada para reduzir os níveis de colesterol e triglicerídeos no sangue, diminuindo o risco de doenças cardiovasculares.
  • Prevenção de doenças cardiovasculares: além de tratar o colesterol alto, a sinvastatina também é indicada como medida preventiva para doenças do coração, como infarto e acidente vascular cerebral.
  • Redução do risco de morte por doenças cardiovasculares: estudos mostram que o uso da sinvastatina pode reduzir o risco de morte por problemas cardiovasculares em até 30%.
  • Tratamento de dislipidemias: a sinvastatina também é indicada para o tratamento de outras alterações nos níveis de gordura no sangue, como hipertrigliceridemia e hiperlipidemia mista.
  • Prevenção de doenças cerebrovasculares: além de prevenir doenças do coração, a sinvastatina também pode ajudar a prevenir derrames cerebrais.
  • Redução do risco de eventos cardiovasculares em pacientes diabéticos: estudos mostram que a sinvastatina pode reduzir o risco de eventos cardiovasculares em pacientes com diabetes tipo 2.
  • Tratamento de xantomas: a sinvastatina pode ser utilizada no tratamento de xantomas, que são lesões de gordura na pele causadas pelo acúmulo de colesterol.
  • Prevenção de aterosclerose: a sinvastatina pode ajudar a prevenir a formação de placas de gordura nas artérias, o que pode levar a problemas cardiovasculares.
  • Controle da síndrome metabólica: a síndrome metabólica é caracterizada pela presença de diversos fatores de risco para doenças cardiovasculares, e a sinvastatina pode ajudar a controlá-la.
  • Melhora nos níveis de colesterol em pacientes com doença renal: a sinvastatina pode ser utilizada em pacientes com doença renal para melhorar os níveis de colesterol.

Efeitos Colaterais - Sinvastatina

Veja abaixo alguns efeitos colaterais do Sinvastatina

  • Dor de cabeça
  • Tontura
  • Náusea
  • Diarreia
  • Constipação
  • Dor abdominal
  • Insônia
  • Fadiga
  • Erupções cutâneas
  • Dor muscular
  • Mialgia
  • Fraqueza muscular
  • Dor nas articulações
  • Alterações nos níveis de açúcar no sangue
  • Aumento dos níveis de enzimas hepáticas
  • Aumento do risco de diabetes tipo 2
  • Aumento do risco de rabdomiólise (quebra de células musculares)
  • Aumento do risco de problemas hepáticos
  • Aumento do risco de problemas renais

Vale lembrar que os efeitos colaterais do Sinvastatina não significa necessariamente que você vai sentir esses sintomas. Em casos raros alguns sintomas podem aparecer,

ContraIndicações - Sinvastatina?

  • Não deve ser utilizado por pacientes alérgicos à sinvastatina ou a qualquer outro componente presente na fórmula;
  • Não deve ser utilizado por pacientes com doença hepática ativa ou elevações persistentes inexplicáveis nos testes de função hepática;
  • Não deve ser utilizado por mulheres grávidas ou amamentando;
  • Não deve ser utilizado por pacientes com problemas musculares ou histórico de miopatia;
  • Não deve ser utilizado por pacientes com histórico de reação adversa à estatinas;
  • Não deve ser utilizado por pacientes com problemas renais graves;
  • Não deve ser utilizado por pacientes com histórico de abuso de álcool;
  • Deve ser utilizado com cautela em pacientes idosos ou com histórico de doença cardiovascular;
  • Deve ser utilizado com cautela em pacientes com diabetes mellitus;
  • Pode causar interações medicamentosas com outros medicamentos, por isso é importante informar ao médico sobre todos os medicamentos em uso;
  • Pode causar efeitos colaterais como dor de cabeça, náuseas, diarreia, entre outros.

Como Usar Sinvastatina

A sinvastatina é um medicamento utilizado para diminuir os níveis de colesterol no sangue. Geralmente, é recomendado tomar a sinvastatina com água, de preferência à noite. É importante seguir as instruções do médico ou farmacêutico quanto à dose e frequência de uso. Evite consumir toranja ou suco de toranja enquanto estiver utilizando este medicamento, pois isso pode aumentar os efeitos colaterais. Além disso, é importante adotar hábitos de vida saudáveis, como seguir uma dieta balanceada e praticar exercícios físicos, para auxiliar no controle dos níveis de colesterol. Sempre consulte um médico ou farmacêutico para obter informações mais detalhadas e específicas sobre o uso da sinvastatina.

Média de Preço do Sinvastatina - Quanto Custa?

Abaixo temos uma lista com a média de preço do Sinvastatina em diferentes países, levando em consideração que esse valor pode estar bem diferente da realidade, com uma margem de erro de 50% a 100% mais caro ou mais barato.

  • Brazil: R$ 40,00
  • EUA: $10,00
  • Euro: €8,00

Os preços do Sinvastatina podem ter diferenças gritantes de um país para o outro, dependendo da sua política de preços e volatilidade. Essa lista de preço é apenas para dar uma noção se o produto é caro ou barato na sua região.


FAQ - Perguntas e Respostas

O que é Sinvastatina?

O Simvastatina é um inibidor da HMG-CoA redutase utilizado para reduzir os níveis de lipídios e diminuir o risco de eventos cardiovasculares, incluindo infarto do miocárdio e acidente vascular cerebral.

As informações do Sinvastatina são verdadeiras?

As informações sobre o medicamento contidas nessa página podem não refletir total realidade, visto que pesquisas são atualizadas constantemente e informações podem divergir de diferentes bancos de dados, por esse motivo recomendamos consultar sempre a bula do medicamento e utilizar apenas com auxilio médico.

pt_BRPortuguese