Rilmenidina - Informações

Rilmenidina é um agonista do receptor I1-imidazolina usado para tratar hipertensão. Nessa página você tem acesso a todas as informações sobre Rilmenidina, como indicações de uso, contraindicações, efeitos colaterais, informações químicas, preço, história, origem, efeitos e outros. 

Índice de Conteúdo
- Informações
- História
- Indicações
- Efeitos Colaterais
- Contra Indicações
- Como Usar
- Média de Preço
- Outras Substâncias
- FAQ

Informações Básicas do Rilmenidina

Veja abaixo todos os detalhes e informações sobre Rilmenidina:

  • Nome: Rilmenidina
  • Nome em Inglês: Rilmenidine
  • Nome Genérico:
  • Tipo:
  • Fórmula Química: C10H16N2O

Informações Avançadas:

  • Nome Químico: (E)-3-[(2,3-dimethylphenyl)methylidene]-5-(3-methylbenzyl)-1,2,4-dioxane-6-carboximidamide
  • Formula Molecular: C16H25N3O2
  • Peso Molecular: 291.39 g/mol
  • Classe Terapêutica: Agonista do receptor adrenérgico alfa-2
  • Mecanismo de Ação: Atua seletivamente nos receptores adrenérgicos alfa-2 no sistema nervoso central, reduzindo a atividade simpática.
  • Forma de Administração: Via oral, geralmente em comprimidos ou cápsulas.

Rilmenidina - História, Descoberta e Origem

A Rilmenidina é um medicamento pertencente à classe dos anti-hipertensivos, utilizado no tratamento da hipertensão arterial. Sua origem remonta ao final da década de 1970, quando a empresa farmacêutica Roche iniciou pesquisas para desenvolver um novo fármaco para o tratamento da hipertensão.

Após diversos estudos e testes, a Rilmenidina foi sintetizada e lançada no mercado em 1988, inicialmente na França. Rapidamente, o medicamento se tornou popular e foi aprovado em diversos países ao redor do mundo.

A Rilmenidina age como agonista do receptor alfa-2 adrenérgico, o que significa que ela atua estimulando esses receptores no sistema nervoso central, resultando em uma diminuição da atividade simpática e, consequentemente, na redução da pressão arterial.

Além de sua eficácia no controle da pressão arterial, a Rilmenidina também se destacou por apresentar poucos efeitos colaterais, como sonolência e boca seca, em comparação com outros anti-hipertensivos disponíveis no mercado.

Atualmente, a Rilmenidina é comercializada em diversos países, incluindo o Brasil, e é considerada uma opção segura e eficaz para o tratamento da hipertensão. No entanto, é importante ressaltar que seu uso deve ser feito apenas sob prescrição médica e com acompanhamento regular, uma vez que a hipertensão é uma doença crônica e requer cuidados contínuos.

Indicações de uso - Rilmenidina

Veja abaixo em quais ocasiões é recomendado o uso de Rilmenidina:

  • Tratamento da hipertensão arterial
  • Redução da pressão arterial
  • Pode ser usado em pacientes com doença renal ou hepática
  • Indicado para pacientes com diabetes mellitus tipo 2 e dislipidemia
  • Pode ser utilizado em pacientes idosos
  • Reduz o risco de eventos cardiovasculares em pacientes com hipertensão
  • Pode ser utilizado em combinação com outros medicamentos anti-hipertensivos
  • Diminui a atividade simpática no organismo
  • Pode causar efeitos colaterais como sonolência, boca seca e tontura
  • Deve ser utilizado com cautela em pacientes com histórico de depressão ou transtornos psiquiátricos

Efeitos Colaterais - Rilmenidina

Veja abaixo alguns efeitos colaterais do Rilmenidina

  1. Dor de cabeça
  2. Tonturas
  3. Fadiga
  4. Boca seca
  5. Náuseas
  6. Dor abdominal
  7. Constipação
  8. Dor nas costas
  9. Visão turva
  10. Dificuldade para dormir
  11. Depressão
  12. Ansiedade
  13. Irritabilidade
  14. Alterações de humor
  15. Diminuição da libido
  16. Impotência
  17. Palpitações
  18. Aumento da pressão arterial
  19. Reações alérgicas (raro)

Vale lembrar que os efeitos colaterais do Rilmenidina não significa necessariamente que você vai sentir esses sintomas. Em casos raros alguns sintomas podem aparecer,

ContraIndicações - Rilmenidina?

  • Não deverá ser administrado em caso de hipersensibilidade à rilmenidina ou a qualquer um dos componentes da fórmula;
  • Não é recomendado para pacientes com insuficiência renal grave;
  • Não é recomendado para pacientes com insuficiência hepática grave;
  • Não é recomendado para pacientes com doença cardíaca grave ou descompensada;
  • Não é recomendado para pacientes com hipotensão arterial sintomática;
  • Não é recomendado para pacientes com distúrbios do sistema nervoso central;
  • Não é recomendado para pacientes com histórico de depressão ou pensamentos suicidas;
  • Não é recomendado para pacientes com feocromocitoma (tumor da glândula adrenal);
  • Não é recomendado para pacientes com diabetes mellitus tipo 2;
  • Não é recomendado para mulheres grávidas ou lactantes.

Como Usar Rilmenidina

A rilmenidina é geralmente tomada por via oral, conforme prescrito pelo médico. Geralmente é tomada uma vez ao dia. É importante seguir as instruções do médico e a dosagem prescrita. Não pare de tomar a rilmenidina repentinamente sem consultar o seu médico. Sempre leia atentamente a bula do medicamento e siga as instruções do médico para usar corretamente a rilmenidina.

Média de Preço do Rilmenidina - Quanto Custa?

Abaixo temos uma lista com a média de preço do Rilmenidina em diferentes países, levando em consideração que esse valor pode estar bem diferente da realidade, com uma margem de erro de 50% a 100% mais caro ou mais barato.

  • Brazil: R$ 150,00
  • EUA: $30,00
  • Euro: €25,00

Os preços do Rilmenidina podem ter diferenças gritantes de um país para o outro, dependendo da sua política de preços e volatilidade. Essa lista de preço é apenas para dar uma noção se o produto é caro ou barato na sua região.


FAQ - Perguntas e Respostas

O que é Rilmenidina?

Rilmenidina é um agonista do receptor I1-imidazolina usado para tratar hipertensão.

As informações do Rilmenidina são verdadeiras?

As informações sobre o medicamento contidas nessa página podem não refletir total realidade, visto que pesquisas são atualizadas constantemente e informações podem divergir de diferentes bancos de dados, por esse motivo recomendamos consultar sempre a bula do medicamento e utilizar apenas com auxilio médico.

pt_BRPortuguese