Rebamipida - Informações

O rebamipido é um agente gastroprotetor usado em combinação com outras terapias semelhantes (por exemplo, inibidores da bomba de prótons) para tratar a gastrite e proteger a mucosa gástrica. Nessa página você tem acesso a todas as informações sobre Rebamipida, como indicações de uso, contraindicações, efeitos colaterais, informações químicas, preço, história, origem, efeitos e outros. 

Índice de Conteúdo
- Informações
- História
- Indicações
- Efeitos Colaterais
- Contra Indicações
- Como Usar
- Média de Preço
- Outras Substâncias
- FAQ

Informações Básicas do Rebamipida

Veja abaixo todos os detalhes e informações sobre Rebamipida:

  • Nome: Rebamipida
  • Nome em Inglês: Rebamipide
  • Nome Genérico:
  • Tipo:
  • Fórmula Química: C19H15ClN2O4

Informações Avançadas:

  • Nome químico: Eudragit
  • Fórmula molecular: C17H20ClNO3
  • Peso molecular: 329.8 g/mol
  • Classe terapêutica: Antiúlcera
  • Mecanismo de ação: Aumenta a produção de prostaglandinas
  • Forma de administração: Oral

Rebamipida - História, Descoberta e Origem

Rebamipida é um fármaco utilizado no tratamento de úlceras gástricas, duodenais e esofágicas. Também é indicado para o tratamento de inflamações gastrointestinais, como a esofagite erosiva e a gastrite. Além disso, é utilizado no tratamento de sintomas associados à doença do refluxo gastroesofágico, como azia e regurgitação.

O medicamento é um derivado do ácido nipecótico e foi desenvolvido no Japão na década de 1970. Inicialmente, era utilizado apenas para o tratamento de úlceras gástricas, mas com o passar dos anos, sua utilização foi ampliada para outras condições gastrointestinais.

A rebamipida age estimulando a produção de muco e bicarbonato, que são substâncias protetoras do trato digestivo. Além disso, possui ação antioxidante e anti-inflamatória, que ajudam a reduzir os danos causados por agentes irritantes no estômago e no esôfago.

Apesar de ser um medicamento seguro e eficaz, a rebamipida pode causar alguns efeitos colaterais, como náuseas, vômitos, diarreia, dor de cabeça e tontura. Por isso, é importante seguir as orientações médicas e informar ao profissional de saúde sobre qualquer reação adversa durante o tratamento.

Atualmente, a rebamipida está disponível em diferentes formas farmacêuticas, como comprimidos, suspensão oral e solução injetável. É importante ressaltar que o medicamento só deve ser utilizado sob prescrição médica e não deve ser utilizado por gestantes, lactantes e crianças sem orientação médica.

Em resumo, a rebamipida é um medicamento importante no tratamento de diversas condições gastrointestinais, auxiliando na cicatrização de úlceras e no alívio de sintomas como azia e regurgitação. Seu uso deve ser sempre supervisionado por um médico, garantindo sua eficácia e segurança para o paciente.

Indicações de uso - Rebamipida

Veja abaixo em quais ocasiões é recomendado o uso de Rebamipida:

  • Para o tratamento de úlceras gástricas e duodenais
  • Para o tratamento de gastrite
  • Para o tratamento de esofagite por refluxo
  • Para o tratamento de dispepsia
  • Para o tratamento de síndrome do intestino irritável
  • Para o tratamento de gastroparesia
  • Para o tratamento de lesões causadas por uso prolongado de anti-inflamatórios não esteroides
  • Para o tratamento de lesões causadas por infecção por Helicobacter pylori
  • Para o alívio de sintomas como dor, queimação, azia e regurgitação

Efeitos Colaterais - Rebamipida

Veja abaixo alguns efeitos colaterais do Rebamipida

  • Dor de cabeça
  • Náusea
  • Vômito
  • Dor abdominal
  • Diarreia
  • Prisão de ventre
  • Boca seca
  • Tontura
  • Sonolência
  • Insônia
  • Alterações no paladar
  • Aumento da sensibilidade à luz
  • Erupções cutâneas
  • Coceira
  • Aumento da transpiração
  • Aumento da frequência cardíaca
  • Alterações na pressão arterial
  • Retenção de líquidos
  • Inchaço
  • Alterações nos níveis de açúcar no sangue
  • Reações alérgicas
  • Alterações nos exames de sangue (ex: aumento de enzimas hepáticas)

Vale lembrar que os efeitos colaterais do Rebamipida não significa necessariamente que você vai sentir esses sintomas. Em casos raros alguns sintomas podem aparecer,

ContraIndicações - Rebamipida?

- Rebamipida é contra-indicado em pacientes com hipersensibilidade conhecida à substância ativa ou a qualquer um dos componentes da fórmula. - Não deve ser utilizado durante a gravidez ou lactação, a menos que seja estritamente necessário e sob orientação médica. - Pacientes com insuficiência renal grave devem usar com cautela e sob supervisão médica. - Pode causar reações alérgicas em pacientes com histórico de alergias a medicamentos. - Não deve ser administrado em crianças com menos de 18 anos de idade. - Pacientes com distúrbios hepáticos devem usar com cautela e sob supervisão médica. - Pode interagir com outros medicamentos, por isso é importante informar ao médico sobre todos os medicamentos em uso antes de iniciar o tratamento com Rebamipida. - Não deve ser utilizado em pacientes com úlcera péptica perfurada ou com histórico de perfuração gástrica. - Pode causar sonolência e tontura, portanto, é recomendado evitar dirigir ou operar máquinas durante o tratamento com Rebamipida. - Pode aumentar o risco de sangramento gastrointestinal em pacientes com distúrbios hemorrágicos ou em uso de medicamentos que afetam a coagulação sanguínea. - Pacientes com doenças cardíacas, renais ou hepáticas devem usar com cautela e sob supervisão médica. - Pode causar reações adversas em pacientes com histórico de doenças neurológicas. - Não deve ser utilizado em combinação com álcool, pois pode aumentar o risco de efeitos colaterais. - Pode causar irritação gástrica em pacientes com gastrite ou úlcera gástrica. - Pode afetar a absorção de outros medicamentos, por isso é importante informar ao médico sobre todos os medicamentos em uso antes de iniciar o tratamento com Rebamipida.

Como Usar Rebamipida

A rebamipida é geralmente usada na forma de comprimidos ou cápsulas e a dosagem deve ser indicada pelo médico. Geralmente é recomendado tomar a rebamipida antes das refeições, conforme orientação médica. É importante seguir as instruções do médico e ler a bula do medicamento com atenção antes de usar.

Média de Preço do Rebamipida - Quanto Custa?

Abaixo temos uma lista com a média de preço do Rebamipida em diferentes países, levando em consideração que esse valor pode estar bem diferente da realidade, com uma margem de erro de 50% a 100% mais caro ou mais barato.

  • Brazil: R$ 70,00
  • EUA: $ 50.00
  • Euro: € 40,00

Os preços do Rebamipida podem ter diferenças gritantes de um país para o outro, dependendo da sua política de preços e volatilidade. Essa lista de preço é apenas para dar uma noção se o produto é caro ou barato na sua região.


FAQ - Perguntas e Respostas

O que é Rebamipida?

O rebamipido é um agente gastroprotetor usado em combinação com outras terapias semelhantes (por exemplo, inibidores da bomba de prótons) para tratar a gastrite e proteger a mucosa gástrica.

As informações do Rebamipida são verdadeiras?

As informações sobre o medicamento contidas nessa página podem não refletir total realidade, visto que pesquisas são atualizadas constantemente e informações podem divergir de diferentes bancos de dados, por esse motivo recomendamos consultar sempre a bula do medicamento e utilizar apenas com auxilio médico.

pt_BRPortuguese