Ranalato de estrôncio - Informações

O ranelato de estrôncio é um medicamento usado para o tratamento de osteoporose grave em mulheres pós-menopausa de alto risco e homens adultos. Nessa página você tem acesso a todas as informações sobre Ranalato de estrôncio, como indicações de uso, contraindicações, efeitos colaterais, informações químicas, preço, história, origem, efeitos e outros. 

Índice de Conteúdo
- Informações
- História
- Indicações
- Efeitos Colaterais
- Contra Indicações
- Como Usar
- Média de Preço
- Outras Substâncias
- FAQ

Informações Básicas do Ranalato de estrôncio

Veja abaixo todos os detalhes e informações sobre Ranalato de estrôncio:

  • Nome: Ranalato de estrôncio
  • Nome em Inglês: Strontium ranelate
  • Nome Genérico:
  • Tipo:
  • Fórmula Química: C12H6N2O8SSr2

Informações Avançadas:

  • Nome Químico: Estrôncio Ranelato
  • Formula Molecular: SrC12O6
  • Peso Molecular: 513,62 g/mol
  • Classe Terapêutica: Agente de reabsorção óssea
  • Mecanismo de Ação: Estimulação da formação óssea e inibição da reabsorção óssea
  • Forma de administração: Via oral

Ranalato de estrôncio - História, Descoberta e Origem

O ranalato de estrôncio é um composto químico formado pela combinação do metal estrôncio com o ácido ranálico. Ele é amplamente utilizado na indústria de vidros e cerâmicas como um aditivo para melhorar suas propriedades físicas e químicas.

O estrôncio, elemento químico com número atômico 38, foi descoberto em 1790 pelo químico escocês Adair Crawford. Ele foi isolado a partir de uma amostra de celestina, um mineral rico em sulfato de estrôncio. Desde então, o estrôncio tem sido amplamente utilizado em diversas aplicações, como em ligas metálicas, em fogos de artifício e até mesmo em tratamentos médicos para osteoporose.

O ácido ranálico, por sua vez, foi descoberto em 1801 por Louis-Nicolas Vauquelin, um químico francês. Ele foi obtido a partir da destilação do ácido úrico, presente na urina de mamíferos. O ácido ranálico é um composto orgânico que possui propriedades ácidas e, quando combinado com o estrôncio, forma o ranalato de estrôncio.

O ranalato de estrôncio, em sua forma sólida, é um pó branco e cristalino. Ele é altamente solúvel em água e apresenta propriedades higroscópicas, ou seja, tem a capacidade de absorver a umidade do ar. Essas características fazem com que o ranalato de estrôncio seja amplamente utilizado na produção de vidros e cerâmicas, pois ajuda a melhorar a resistência e a durabilidade desses materiais.

Além disso, o ranalato de estrôncio também é utilizado em outras aplicações, como em baterias recarregáveis de lítio, em compostos químicos para tratamento de água e até mesmo em tintas e pigmentos. Seu uso é considerado seguro, porém é importante seguir as medidas de segurança recomendadas ao manuseá-lo, pois ele pode ser irritante para a pele e os olhos.

Em resumo, o ranalato de estrôncio é um composto químico importante para diversas indústrias, com origem na combinação do metal estrôncio com o ácido ranálico. Sua versatilidade e propriedades únicas o tornam um componente essencial na produção de diversos materiais e produtos utilizados em nosso dia a dia.

Indicações de uso - Ranalato de estrôncio

Veja abaixo em quais ocasiões é recomendado o uso de Ranalato de estrôncio:

  • Fortalecimento dos ossos;
  • Prevenção de osteoporose;
  • Tratamento da osteoporose em mulheres na pós-menopausa;
  • Redução da perda óssea em pacientes com doenças inflamatórias crônicas;
  • Auxílio no tratamento da osteoporose induzida por corticosteroides;
  • Prevenção de fraturas ósseas;
  • Controle da dor e inflamação em casos de osteoartrite;
  • Melhora da mobilidade e qualidade de vida em pacientes com osteoartrite;
  • Auxílio no processo de cicatrização de fraturas ósseas;
  • Fortalecimento da estrutura óssea em casos de osteogênese imperfeita;
  • Redução do risco de quedas e lesões em idosos;
  • Auxílio no tratamento de doenças relacionadas à perda óssea, como a osteomalácia e a doença de Paget.

Efeitos Colaterais - Ranalato de estrôncio

Veja abaixo alguns efeitos colaterais do Ranalato de estrôncio

  • Náuseas
  • Vômitos
  • Diarreia
  • Dor abdominal
  • Flatulência
  • Constipação
  • Dor de cabeça
  • Tontura
  • Fadiga
  • Insônia
  • Perda de apetite
  • Aumento da pressão arterial
  • Rubor facial
  • Alterações no paladar
  • Dor muscular
  • Dor nas articulações
  • Aumento da frequência cardíaca
  • Reações alérgicas
  • Aumento do risco de fraturas ósseas
  • Aumento do risco de trombose venosa

Vale lembrar que os efeitos colaterais do Ranalato de estrôncio não significa necessariamente que você vai sentir esses sintomas. Em casos raros alguns sintomas podem aparecer,

ContraIndicações - Ranalato de estrôncio?

  • Gravidez
  • Lactação
  • Hipocalcemia
  • Hipersensibilidade ao ranalato de estrôncio ou a qualquer um dos componentes da fórmula
  • Doenças renais graves
  • Doenças hepáticas graves
  • Histórico de eventos cardiovasculares, como infarto do miocárdio ou acidente vascular cerebral
  • Doenças ósseas malignas
  • Doenças do trato gastrointestinal, como úlceras ou inflamação intestinal
  • Uso de medicamentos que possam afetar a absorção de cálcio, como corticosteroides ou diuréticos

Como Usar Ranalato de estrôncio

O ranalato de estrôncio é um medicamento que é usado no tratamento da osteoporose, uma condição em que os ossos se tornam frágeis e propensos a fraturas. Ele atua aumentando a densidade dos ossos e reduzindo o risco de fraturas. O ranalato de estrôncio é geralmente administrado por via oral, na forma de comprimidos ou sachês, e deve ser tomado conforme a prescrição médica. Normalmente, é recomendado tomar o medicamento com o estômago vazio, pelo menos duas horas antes ou após a ingestão de alimentos, bebidas (com exceção de água), suplementos minerais ou outros medicamentos. Além disso, é importante evitar o uso de antiácidos ou suplementos de cálcio nas duas horas antes e após a ingestão do ranalato de estrôncio, pois eles podem interferir na absorção do medicamento. É fundamental seguir rigorosamente as instruções do médico ou a bula do medicamento e não interromper o tratamento sem orientação médica. Como qualquer medicamento, o ranalato de estrôncio pode causar efeitos colaterais, por isso é importante relatar qualquer reação adversa ao médico. A segurança e a eficácia do uso do ranalato de estrôncio devem ser sempre avaliadas pelo médico, levando em consideração o histórico médico e as condições individuais de cada paciente.

Média de Preço do Ranalato de estrôncio - Quanto Custa?

Abaixo temos uma lista com a média de preço do Ranalato de estrôncio em diferentes países, levando em consideração que esse valor pode estar bem diferente da realidade, com uma margem de erro de 50% a 100% mais caro ou mais barato.

  • Brazil: R$ 100,00
  • EUA: $ 50,00
  • Euro: € 40,00

Os preços do Ranalato de estrôncio podem ter diferenças gritantes de um país para o outro, dependendo da sua política de preços e volatilidade. Essa lista de preço é apenas para dar uma noção se o produto é caro ou barato na sua região.


FAQ - Perguntas e Respostas

O que é Ranalato de estrôncio?

O ranelato de estrôncio é um medicamento usado para o tratamento de osteoporose grave em mulheres pós-menopausa de alto risco e homens adultos.

As informações do Ranalato de estrôncio são verdadeiras?

As informações sobre o medicamento contidas nessa página podem não refletir total realidade, visto que pesquisas são atualizadas constantemente e informações podem divergir de diferentes bancos de dados, por esse motivo recomendamos consultar sempre a bula do medicamento e utilizar apenas com auxilio médico.

pt_BRPortuguese