Quimotripsina - Informações

A quimotripsina é um suplemento enzimático digestivo usado como terapia de suporte para controlar os efeitos colaterais associados à quimioterapia convencional, radioterapia e terapia hormonal. Nessa página você tem acesso a todas as informações sobre Quimotripsina, como indicações de uso, contraindicações, efeitos colaterais, informações químicas, preço, história, origem, efeitos e outros. 

Índice de Conteúdo
- Informações
- História
- Indicações
- Efeitos Colaterais
- Contra Indicações
- Como Usar
- Média de Preço
- Outras Substâncias
- FAQ

Informações Básicas do Quimotripsina

Veja abaixo todos os detalhes e informações sobre Quimotripsina:

  • Nome: Quimotripsina
  • Nome em Inglês: Chymotrypsin
  • Nome Genérico:
  • Tipo:
  • Fórmula Química:

Informações Avançadas:

  • Nome Químico: Chymotrypsin
  • Formula Molecular: C₃₀H₄۰N̲6O₅
  • Peso Molecular: 619.82 g/mol
  • Classe Terapêutica: Enzima proteolítica
  • Mecanismo de Ação: Hidrólise de ligações peptídicas
  • Forma de Administração: Oral, Tópica

Quimotripsina - História, Descoberta e Origem

A quimotripsina é uma enzima proteolítica que foi descoberta em 1930 por John Howard Northrop e Wendell Meredith Stanley. Ela é produzida no pâncreas e tem a função de quebrar as ligações peptídicas em proteínas durante a digestão. Seu nome deriva da palavra grega "chymos", que significa suco, e do termo "trypsin", que é outra enzima digestiva.

A história da quimotripsina começa com a pesquisa de Northrop e Stanley, que estudavam enzimas digestivas no Instituto Rockefeller, nos Estados Unidos. Eles isolaram a quimotripsina a partir do suco pancreático de bovinos e conseguiram purificá-la através de técnicas de cromatografia. Com isso, eles foram os primeiros a obter uma enzima proteolítica pura e cristalizada.

Em 1947, a quimotripsina foi a primeira enzima a ter sua estrutura tridimensional determinada por meio de difração de raios-X. Esse feito foi realizado pelos cientistas William Astbury, na Inglaterra, e Max Perutz, na Áustria. A partir desse momento, a quimotripsina se tornou um alvo de estudos e pesquisas para entender melhor seu mecanismo de ação e sua importância na digestão.

A quimotripsina é uma enzima do tipo serina protease, ou seja, possui uma serina em seu sítio ativo, que é responsável por quebrar as ligações peptídicas nas proteínas. Ela atua principalmente na digestão de proteínas presentes em alimentos como carne, ovos e laticínios. Além disso, também tem papel importante na coagulação sanguínea e na cicatrização de feridas.

Atualmente, a quimotripsina é amplamente utilizada em laboratórios de biologia molecular e bioquímica para realizar a clivagem de proteínas em experimentos. Ela também é produzida em grande escala para uso industrial, na produção de detergentes e produtos de limpeza, devido à sua capacidade de quebrar moléculas de proteínas em pedaços menores.

Em resumo, a quimotripsina é uma enzima essencial para o processo de digestão e teve sua importância reconhecida através de estudos e pesquisas realizados ao longo dos anos. Seu papel na quebra de proteínas também tem sido explorado em outras áreas, tornando-a uma das enzimas mais estudadas e utilizadas no mundo.

Indicações de uso - Quimotripsina

Veja abaixo em quais ocasiões é recomendado o uso de Quimotripsina:

  • Enzima proteolítica que atua na quebra de ligações peptídicas específicas em proteínas.
  • Utilizada em processos de digestão de proteínas em laboratórios de biologia molecular.
  • Pode ser utilizada em tratamentos de inflamações e lesões musculares.
  • Indicada em casos de insuficiência pancreática exócrina.
  • Pode ser utilizada em tratamentos de distúrbios digestivos, como a síndrome do intestino irritável.
  • É uma enzima importante para a produção de medicamentos, como antibióticos e anti-inflamatórios.
  • Pode ser utilizada para diagnóstico de doenças pancreáticas.
  • É uma enzima essencial para o processo de digestão de proteínas no organismo humano.
  • Pode ser utilizada para a produção de alimentos, como queijos e cervejas.
  • Indicada em casos de deficiência de enzimas pancreáticas congênitas.

Efeitos Colaterais - Quimotripsina

Veja abaixo alguns efeitos colaterais do Quimotripsina

  • Diarreia
  • Náusea
  • Dor abdominal
  • Vômitos
  • Perda de apetite
  • Dor de cabeça
  • Fadiga
  • Aumento do risco de infecções
  • Sangramento excessivo
  • Reações alérgicas

Vale lembrar que os efeitos colaterais do Quimotripsina não significa necessariamente que você vai sentir esses sintomas. Em casos raros alguns sintomas podem aparecer,

ContraIndicações - Quimotripsina?

  • Não deve ser usado em pacientes com hipersensibilidade à quimotripsina ou a qualquer componente da fórmula.
  • É contraindicado em pacientes com úlceras pépticas, hemorragias gastrintestinais, colite ulcerativa ativa ou doença de Crohn.
  • Deve ser evitado em pacientes com distúrbios hemorrágicos ou que estejam em uso de medicamentos anticoagulantes.
  • Não deve ser utilizado em pacientes com insuficiência hepática ou renal grave.
  • É contraindicado em pacientes com histórico de reações alérgicas graves a outras enzimas proteolíticas.
  • Pacientes com histórico de asma, bronquite ou outras doenças respiratórias podem apresentar reações adversas respiratórias ao uso da quimotripsina.
  • Não é recomendado para uso em crianças menores de 6 anos.

Como Usar Quimotripsina

A quimotripsina é uma enzima utilizada em laboratórios e em processos industriais. Seu uso requer procedimentos específicos, por isso é importante seguir as instruções do fabricante e as orientações de um profissional qualificado. Geralmente, a quimotripsina é utilizada em experimentos de laboratório para quebrar proteínas em seus componentes menores, e também pode ser usada em processos de fabricação de produtos farmacêuticos, alimentícios e de limpeza. Sempre siga as instruções de segurança e manuseio do produto, incluindo o armazenamento adequado e a diluição correta, para garantir resultados precisos e seguros.

Média de Preço do Quimotripsina - Quanto Custa?

Abaixo temos uma lista com a média de preço do Quimotripsina em diferentes países, levando em consideração que esse valor pode estar bem diferente da realidade, com uma margem de erro de 50% a 100% mais caro ou mais barato.

  • Brazil: R$ 80,00
  • EUA: $15,00
  • Euro: €12,00

Os preços do Quimotripsina podem ter diferenças gritantes de um país para o outro, dependendo da sua política de preços e volatilidade. Essa lista de preço é apenas para dar uma noção se o produto é caro ou barato na sua região.


FAQ - Perguntas e Respostas

O que é Quimotripsina?

A quimotripsina é um suplemento enzimático digestivo usado como terapia de suporte para controlar os efeitos colaterais associados à quimioterapia convencional, radioterapia e terapia hormonal.

As informações do Quimotripsina são verdadeiras?

As informações sobre o medicamento contidas nessa página podem não refletir total realidade, visto que pesquisas são atualizadas constantemente e informações podem divergir de diferentes bancos de dados, por esse motivo recomendamos consultar sempre a bula do medicamento e utilizar apenas com auxilio médico.

pt_BRPortuguese