Mecamilamina - Informações

A mecamilamina é um antagonista da nicotina usado no tratamento da hipertensão essencial moderada a grave e da hipertensão maligna não complicada. Nessa página você tem acesso a todas as informações sobre Mecamilamina, como indicações de uso, contraindicações, efeitos colaterais, informações químicas, preço, história, origem, efeitos e outros. 

Índice de Conteúdo
- Informações
- História
- Indicações
- Efeitos Colaterais
- Contra Indicações
- Como Usar
- Média de Preço
- Outras Substâncias
- FAQ

Informações Básicas do Mecamilamina

Veja abaixo todos os detalhes e informações sobre Mecamilamina:

  • Nome: Mecamilamina
  • Nome em Inglês: Mecamylamine
  • Nome Genérico: Mecamylamine
  • Tipo: Small Molecule
  • Fórmula Química: C11H21N

Informações Avançadas:

  • Nome químico: 2-methyl-2-azaadamantane-1-carbonitrile
  • Fórmula molecular: C11H18N2
  • Peso molecular: 178.27 g/mol
  • Classe terapêutica: Bloqueador ganglionar nicotínico
  • Mecanismo de ação: Bloqueio dos receptores nicotínicos da acetilcolina
  • Forma de administração: Oral (comprimidos)

Mecamilamina - História, Descoberta e Origem

A mecamilamina é um medicamento utilizado principalmente para tratar o vício em tabaco. Também conhecida como Inversine, é um antagonista dos receptores nicotínicos, que são responsáveis pela adição à nicotina.

A história da mecamilamina começou na década de 1950, quando foi descoberta por pesquisadores da empresa farmacêutica Merck. Inicialmente, foi utilizada como um medicamento para tratar a hipertensão arterial, pois sua ação bloqueava os receptores nicotínicos, que estão presentes nos vasos sanguíneos.

No entanto, na década de 1970, os cientistas perceberam que a mecamilamina também poderia ser eficaz no tratamento do vício em tabaco, já que a nicotina age diretamente nos receptores nicotínicos do cérebro, causando a sensação de prazer e dependência.

Assim, em 1984, a mecamilamina foi aprovada pelo FDA (Food and Drug Administration) para o tratamento do vício em tabaco. Desde então, tem sido utilizada como uma opção de tratamento para aqueles que desejam parar de fumar.

A mecamilamina é administrada oralmente e atua no cérebro bloqueando os receptores nicotínicos, diminuindo os efeitos prazerosos da nicotina e reduzindo a vontade de fumar. Este medicamento é considerado uma opção de tratamento eficaz, mas deve ser utilizado com cautela, pois pode causar alguns efeitos colaterais, como tontura, náusea, cansaço e boca seca.

Além do vício em tabaco, a mecamilamina também pode ser utilizada no tratamento de outros distúrbios, como a síndrome de Tourette e o transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH). Porém, é importante lembrar que seu uso deve ser sempre acompanhado por um médico e que não deve ser utilizado sem prescrição médica.

Em resumo, a mecamilamina é um medicamento com uma história interessante e que tem se mostrado eficaz no tratamento do vício em tabaco. Seu uso pode ser uma opção para aqueles que desejam parar de fumar e buscam uma ajuda adicional para alcançar esse objetivo.

Indicações de uso - Mecamilamina

Veja abaixo em quais ocasiões é recomendado o uso de Mecamilamina:

  • Tratamento de hipertensão arterial
  • Redução da pressão sanguínea
  • Prevenção de derrames e ataques cardíacos
  • Controle de arritmias cardíacas
  • Tratamento da insuficiência cardíaca congestiva
  • Redução do risco de morte em pacientes com doenças cardiovasculares
  • Indicado para pacientes com pressão arterial elevada ou problemas cardíacos
  • Pode ser utilizado em conjunto com outros medicamentos para controle da pressão arterial
  • Prescrito por médicos e deve ser utilizado conforme orientação médica
  • Pode causar efeitos colaterais como tontura, dor de cabeça, náusea e fraqueza

Efeitos Colaterais - Mecamilamina

Veja abaixo alguns efeitos colaterais do Mecamilamina

  • Dor de cabeça
  • Náuseas
  • Vômitos
  • Fadiga
  • Dor abdominal
  • Perda de apetite
  • Tontura
  • Diarreia
  • Boca seca
  • Alterações no paladar
  • Suor excessivo
  • Alterações de humor
  • Insônia
  • Visão turva
  • Confusão mental
  • Prisão de ventre
  • Diminuição da libido
  • Aumento da pressão arterial
  • Palpitações

Vale lembrar que os efeitos colaterais do Mecamilamina não significa necessariamente que você vai sentir esses sintomas. Em casos raros alguns sintomas podem aparecer,

ContraIndicações - Mecamilamina?

  • Não deve ser utilizado em pacientes com hipersensibilidade à mecamilamina ou a qualquer componente da fórmula;
  • Não deve ser utilizado em pacientes com glaucoma de ângulo estreito não controlado;
  • Não deve ser utilizado em pacientes com hipertensão arterial grave ou não controlada;
  • Não deve ser utilizado em pacientes com doença cardiovascular grave;
  • Não deve ser utilizado em pacientes com histórico de convulsões ou epilepsia;
  • Não deve ser utilizado em pacientes com distúrbios psiquiátricos, como esquizofrenia ou transtorno bipolar;
  • Não deve ser utilizado em pacientes com problemas renais ou hepáticos graves;
  • Não deve ser utilizado em pacientes com problemas respiratórios graves;
  • Não deve ser utilizado em pacientes com distúrbios gastrointestinais graves;
  • Não deve ser utilizado em pacientes com diabetes mellitus descompensada;

Como Usar Mecamilamina

A mecamilamina é um medicamento que foi utilizado no passado para ajudar a controlar a pressão arterial alta, mas atualmente não é mais amplamente utilizado devido a preocupações com seus efeitos colaterais e disponibilidade de medicamentos mais eficazes. No entanto, em alguns casos, ainda pode ser prescrito como parte do tratamento para hipertensão. A mecamilamina age bloqueando os receptores nicotínicos, o que reduz a atividade do sistema nervoso simpático, levando a uma diminuição na frequência cardíaca e na pressão arterial. Ela ajuda a relaxar os vasos sanguíneos, o que permite que o sangue flua mais facilmente e reduz a pressão sobre as paredes arteriais. A dosagem e a forma de administração da mecamilamina devem ser determinadas pelo médico, e é importante seguir as instruções de uso cuidadosamente. Como todo medicamento, a mecamilamina também pode ter efeitos colaterais, como tontura, boca seca, constipação e alterações no humor. Por isso, é importante comunicar ao médico qualquer sintoma incomum ou desconforto durante o uso. Devido ao seu potencial para efeitos colaterais significativos, a mecamilamina geralmente é reservada para casos de hipertensão resistente a tratamento com outros medicamentos. Sempre consulte um médico antes de iniciar ou interromper o uso deste ou de qualquer outro medicamento.

Média de Preço do Mecamilamina - Quanto Custa?

Abaixo temos uma lista com a média de preço do Mecamilamina em diferentes países, levando em consideração que esse valor pode estar bem diferente da realidade, com uma margem de erro de 50% a 100% mais caro ou mais barato.

  • Brazil: R$ 150,00
  • EUA: $80,00
  • Euro: €70,00

Os preços do Mecamilamina podem ter diferenças gritantes de um país para o outro, dependendo da sua política de preços e volatilidade. Essa lista de preço é apenas para dar uma noção se o produto é caro ou barato na sua região.


FAQ - Perguntas e Respostas

O que é Mecamilamina?

A mecamilamina é um antagonista da nicotina usado no tratamento da hipertensão essencial moderada a grave e da hipertensão maligna não complicada.

As informações do Mecamilamina são verdadeiras?

As informações sobre o medicamento contidas nessa página podem não refletir total realidade, visto que pesquisas são atualizadas constantemente e informações podem divergir de diferentes bancos de dados, por esse motivo recomendamos consultar sempre a bula do medicamento e utilizar apenas com auxilio médico.

pt_BRPortuguese