Lofexidina - Informações

Lofexidina é um agonista alfa2-adrenérgico de ação central usado para o tratamento sintomático da síndrome de abstinência aguda de opioides, a fim de facilitar a descontinuação abrupta de opioides em adultos. Nessa página você tem acesso a todas as informações sobre Lofexidina, como indicações de uso, contraindicações, efeitos colaterais, informações químicas, preço, história, origem, efeitos e outros. 

Índice de Conteúdo
- Informações
- História
- Indicações
- Efeitos Colaterais
- Contra Indicações
- Como Usar
- Média de Preço
- Outras Substâncias
- FAQ

Informações Básicas do Lofexidina

Veja abaixo todos os detalhes e informações sobre Lofexidina:

  • Nome: Lofexidina
  • Nome em Inglês: Lofexidine
  • Nome Genérico: Lofexidine
  • Tipo: Small Molecule
  • Fórmula Química: C11H12Cl2N2O

Informações Avançadas:

  • Nome químico: (2S)-2-[(2,6-diclorofenil) metilamino] -2-imidazolina
  • Fórmula molecular: C11H12Cl2N2
  • Peso molecular: 231,13 g/mol
  • Classe terapêutica: Agonista alfa-2 adrenérgico
  • Mecanismo de ação: Atua como agonista alfa-2 adrenérgico, reduzindo os níveis de noradrenalina no sistema nervoso central, levando a efeitos sedativos e de redução da ansiedade
  • Forma de administração: Oral

Lofexidina - História, Descoberta e Origem

Lofexidina é um medicamento com ação adrenérgica, utilizado principalmente como hipotensor, ou seja, para diminuir a pressão arterial. Ele age estimulando os receptores alfa-2 adrenérgicos, que são responsáveis por regular a pressão sanguínea.

A origem da lofexidina remonta aos anos 1960, quando pesquisadores da empresa farmacêutica Wyeth-Ayerst começaram a estudar uma série de compostos derivados da clonidina, um medicamento já utilizado para tratar hipertensão. Um desses compostos, chamado de MK-458, mostrou-se promissor como hipotensor, mas também apresentava efeitos colaterais indesejáveis, como sonolência e depressão.

Em 1977, a Wyeth-Ayerst patenteou a lofexidina, um composto derivado do MK-458 que tinha uma ação mais seletiva nos receptores alfa-2 adrenérgicos e, portanto, menos efeitos colaterais. A lofexidina foi lançada no mercado em 1986, com o nome comercial de BritLofex, para ser utilizada no tratamento da hipertensão arterial.

No entanto, pesquisas posteriores mostraram que a lofexidina também poderia ser útil para outras condições de saúde, como o tratamento da síndrome de abstinência de opioides e álcool. Isso porque a ação adrenérgica da lofexidina ajuda a controlar os sintomas de ansiedade e agitação que surgem quando uma pessoa para de consumir essas substâncias.

Hoje, a lofexidina é comercializada em diversos países com diferentes nomes comerciais, como Lofex, Lofexidine e Klofelin. Além de ser utilizada no tratamento da hipertensão e da síndrome de abstinência, ela também pode ser prescrita para tratar outros problemas, como a ansiedade e a dor crônica. No entanto, é importante que seu uso seja sempre orientado por um médico, pois a lofexidina pode apresentar interações medicamentosas e efeitos colaterais em algumas pessoas.

Em resumo, a lofexidina é um medicamento com uma história de origem ligada à pesquisa e desenvolvimento de novos compostos para o tratamento da hipertensão. Hoje, ela é amplamente utilizada para tratar diferentes condições de saúde e continua sendo estudada para descobrir novas aplicações terapêuticas.

Indicações de uso - Lofexidina

Veja abaixo em quais ocasiões é recomendado o uso de Lofexidina:

  • Tratamento da dependência de opioides;
  • Redução dos sintomas de abstinência em pacientes que estão em processo de desintoxicação de opioides;
  • Controle dos sintomas de abstinência em pacientes que estão em processo de desintoxicação de álcool;
  • Redução da ansiedade e agitação em pacientes com síndrome de abstinência alcoólica;
  • Redução dos sintomas de transtorno de estresse pós-traumático (TEPT);
  • Tratamento da ansiedade generalizada;
  • Tratamento da síndrome do pânico;
  • Controle da agressividade em pacientes com transtornos psiquiátricos;
  • Redução dos sintomas de síndrome pré-menstrual;
  • Redução dos sintomas de menopausa, como ondas de calor e sudorese noturna;
  • Tratamento da hipertensão arterial;
  • Controle dos sintomas de hiperidrose (suor excessivo);
  • Controle dos sintomas de enxaqueca;
  • Tratamento da disfunção erétil;
  • Tratamento da ejaculação precoce;
  • Controle dos sintomas de síndrome das pernas inquietas;
  • Tratamento da síndrome de abstinência de nicotina;
  • Redução dos sintomas de fibromialgia;
  • Tratamento da síndrome da boca ardente;
  • Controle dos sintomas de náusea e vômito em pacientes submetidos à quimioterapia;
  • Tratamento de tremores causados por doenças neurológicas, como Parkinson;
  • Controle dos sintomas de tontura e vertigem;
  • Tratamento da síndrome de abstinência de benzodiazepínicos.

Efeitos Colaterais - Lofexidina

Veja abaixo alguns efeitos colaterais do Lofexidina

  1. Náusea
  2. Vômito
  3. Dor de cabeça
  4. Tontura
  5. Boca seca
  6. Fraqueza
  7. Fadiga
  8. Insônia
  9. Sonolência
  10. Constipação
  11. Alterações no paladar
  12. Reações alérgicas
  13. Alterações na pressão arterial
  14. Palpitações
  15. Ansiedade
  16. Agitação
  17. Confusão
  18. Depressão
  19. Alterações no apetite
  20. Alterações no peso

Vale lembrar que os efeitos colaterais do Lofexidina não significa necessariamente que você vai sentir esses sintomas. Em casos raros alguns sintomas podem aparecer,

ContraIndicações - Lofexidina?

  • Reação alérgica grave ao medicamento;
  • Doença cardíaca, como arritmia, insuficiência cardíaca ou doença coronariana;
  • Pressão arterial baixa;
  • Doença renal;
  • Doença hepática;
  • Gravidez ou amamentação;
  • Uso de outros medicamentos que podem causar interações perigosas com a lofexidina;
  • Hipertireoidismo;
  • Distúrbios psiquiátricos, como esquizofrenia ou transtorno bipolar;
  • Uso de drogas ilícitas, como cocaína ou anfetaminas;
  • Idade inferior a 18 anos ou superior a 65 anos;
  • Doença pulmonar crônica, como asma ou enfisema;
  • Uso de medicamentos para tratar depressão ou ansiedade;
  • Doença gastrointestinal, como úlceras ou inflamação intestinal.

Como Usar Lofexidina

A lofexidina é um medicamento que deve ser usado de acordo com as orientações médicas. Geralmente, é tomada por via oral em forma de comprimido, seguindo a dose prescrita pelo médico. É importante não exceder a dose recomendada e sempre seguir as instruções de uso. Se tiver dúvidas sobre como usar a lofexidina, consulte um médico ou farmacêutico.

Média de Preço do Lofexidina - Quanto Custa?

Abaixo temos uma lista com a média de preço do Lofexidina em diferentes países, levando em consideração que esse valor pode estar bem diferente da realidade, com uma margem de erro de 50% a 100% mais caro ou mais barato.

  • Brazil: R$ 20,00
  • EUA: $5,00
  • Euro: €4,00

Os preços do Lofexidina podem ter diferenças gritantes de um país para o outro, dependendo da sua política de preços e volatilidade. Essa lista de preço é apenas para dar uma noção se o produto é caro ou barato na sua região.


FAQ - Perguntas e Respostas

O que é Lofexidina?

Lofexidina é um agonista alfa2-adrenérgico de ação central usado para o tratamento sintomático da síndrome de abstinência aguda de opioides, a fim de facilitar a descontinuação abrupta de opioides em adultos.

As informações do Lofexidina são verdadeiras?

As informações sobre o medicamento contidas nessa página podem não refletir total realidade, visto que pesquisas são atualizadas constantemente e informações podem divergir de diferentes bancos de dados, por esse motivo recomendamos consultar sempre a bula do medicamento e utilizar apenas com auxilio médico.

pt_BRPortuguese