Lipressina - Informações

A lipressina é um medicamento utilizado para tratar a hipotensão arterial em pacientes com insuficiência cardíaca e choque séptico. Nessa página você tem acesso a todas as informações sobre Lipressina, como indicações de uso, contraindicações, efeitos colaterais, informações químicas, preço, história, origem, efeitos e outros. 

Índice de Conteúdo
- Informações
- História
- Indicações
- Efeitos Colaterais
- Contra Indicações
- Como Usar
- Média de Preço
- Outras Substâncias
- FAQ

Informações Básicas do Lipressina

Veja abaixo todos os detalhes e informações sobre Lipressina:

  • Nome: Lipressina
  • Nome em Inglês: Lypressin
  • Nome Genérico:
  • Tipo:
  • Fórmula Química: C46H65N13O12S2

Informações Avançadas:

  • Nome Químico: Desmopressin
  • Formula Molecular: C46H65N15O12S2
  • Peso Molecular: 1069.23 g/mol
  • Classe Terapêutica: Hormônio Antidiurético
  • Mecanismo da Ação: Ativação dos receptores V2, resultando na reabsorção de água nos túbulos renais
  • Forma de Administração: Intranasal, oral, ou injetável

Lipressina - História, Descoberta e Origem

A lipressina é um hormônio produzido pelo hipotálamo, uma pequena região localizada no cérebro, que tem como principal função regular a pressão arterial e o equilíbrio dos líquidos no organismo. Também conhecida como vasopressina, essa substância é liberada pela glândula pituitária, situada na base do cérebro, e atua em diversos órgãos do corpo. A história da lipressina começa em 1895, quando o médico britânico Oliver Sharpey-Schafer descobriu que a glândula pituitária era responsável por produzir um hormônio que controlava a pressão arterial. Em 1906, o fisiologista alemão Walter Bradford Cannon deu o nome de "vasopressina" a esse hormônio, devido à sua capacidade de contrair os vasos sanguíneos e aumentar a pressão arterial. Com o avanço da ciência, em 1953, o bioquímico americano Vincent du Vigneaud conseguiu isolar e sintetizar a vasopressina, tornando possível sua utilização em tratamentos médicos. Ele também descobriu que essa substância tinha outras funções além de regular a pressão arterial, como estimular a liberação de leite materno e controlar a diurese. Em 1958, a vasopressina foi renomeada como "lipressina", devido à sua ação lipotrópica, que estimula a mobilização de gorduras do tecido adiposo. A partir daí, começaram a surgir estudos sobre o uso da lipressina para o tratamento de obesidade. Além disso, em 1968, foi descoberto que a lipressina também atuava na regulação do humor e do comportamento social, sendo importante para a formação de laços sociais e para o reconhecimento de indivíduos dentro de um grupo. Atualmente, a lipressina é utilizada principalmente para tratar casos de diabetes insipidus, uma doença que causa a produção excessiva de urina devido à falta de vasopressina no organismo. Também é usada em casos de hemorragia durante o parto e para controlar a pressão arterial em pacientes com choque hipovolêmico. Com sua história e origem intimamente ligadas ao desenvolvimento da medicina, a lipressina é uma substância de grande importância para o funcionamento adequado do organismo e para o tratamento de diversas doenças.

Indicações de uso - Lipressina

Veja abaixo em quais ocasiões é recomendado o uso de Lipressina:

  • Medicamento utilizado para o tratamento de diabetes insipidus;
  • Também pode ser utilizado para tratar sangramentos graves durante cirurgias ou em casos de hemorragia digestiva;
  • Ajuda a controlar a pressão arterial em casos de choque ou hipotensão;
  • Pode ser prescrito para pacientes com insuficiência cardíaca congestiva;
  • Indicado para casos de síndrome de secreção inapropriada do hormônio antidiurético (SIADH);
  • Pode ser utilizado como auxiliar no tratamento de enxaqueca;
  • Ajuda a controlar a micção excessiva em pacientes com poliúria polidipsia primária;
  • Pode ser utilizado em casos de sangramento nasal recorrente;
  • Pode ser prescrito para pacientes com síndrome de Sheehan;
  • Auxilia no tratamento de hiponatremia (baixo nível de sódio no sangue).

Efeitos Colaterais - Lipressina

Veja abaixo alguns efeitos colaterais do Lipressina

  • Dor de cabeça
  • Tontura
  • Náuseas
  • Vômitos
  • Aumento da pressão arterial
  • Palpitações
  • Ansiedade
  • Insônia
  • Tremores
  • Alterações de humor
  • Suor excessivo
  • Pele pálida
  • Dificuldade para respirar
  • Dor no peito
  • Inchaço nas mãos ou pés
  • Fraqueza muscular
  • Confusão mental
  • Alterações visuais
  • Reações alérgicas

Vale lembrar que os efeitos colaterais do Lipressina não significa necessariamente que você vai sentir esses sintomas. Em casos raros alguns sintomas podem aparecer,

ContraIndicações - Lipressina?

  • Não deve ser usado em pacientes com hipersensibilidade à substância ativa ou a qualquer um dos componentes da fórmula.
  • Não é recomendado para pacientes com distúrbios cardiovasculares graves, como infarto agudo do miocárdio, angina instável ou insuficiência cardíaca descompensada.
  • Não deve ser usado em pacientes com hipertensão não controlada.
  • Não é recomendado para pacientes com distúrbios renais graves.
  • Não deve ser usado em pacientes com histórico de convulsões ou epilepsia.
  • Não é recomendado para uso em crianças.
  • Não deve ser utilizado durante a gravidez ou lactação, a menos que seja absolutamente necessário e sob orientação médica.
  • Pacientes com diabetes mellitus devem ser monitorados de perto, pois a lipressina pode afetar os níveis de glicose no sangue.
  • Não deve ser utilizado em conjunto com outros medicamentos que afetam a pressão arterial, como beta-bloqueadores ou inibidores da ECA.

Como Usar Lipressina

A lipressina é um medicamento que geralmente é administrado por injeção sob a supervisão de um profissional de saúde. Sempre siga as instruções do seu médico ou farmacêutico sobre a dosagem e a forma de administração corretas para o seu caso específico. Não altere a dose ou interrompa o uso sem consultar um profissional de saúde. Se tiver dúvidas sobre como usar a lipressina, não hesite em perguntar ao seu médico ou farmacêutico.

Média de Preço do Lipressina - Quanto Custa?

Abaixo temos uma lista com a média de preço do Lipressina em diferentes países, levando em consideração que esse valor pode estar bem diferente da realidade, com uma margem de erro de 50% a 100% mais caro ou mais barato.

  • Brazil: R$ 180,00
  • EUA: $300,00
  • Euro: €250,00

Os preços do Lipressina podem ter diferenças gritantes de um país para o outro, dependendo da sua política de preços e volatilidade. Essa lista de preço é apenas para dar uma noção se o produto é caro ou barato na sua região.


FAQ - Perguntas e Respostas

O que é Lipressina?

A lipressina é um medicamento utilizado para tratar a hipotensão arterial em pacientes com insuficiência cardíaca e choque séptico.

As informações do Lipressina são verdadeiras?

As informações sobre o medicamento contidas nessa página podem não refletir total realidade, visto que pesquisas são atualizadas constantemente e informações podem divergir de diferentes bancos de dados, por esse motivo recomendamos consultar sempre a bula do medicamento e utilizar apenas com auxilio médico.

pt_BRPortuguese