Lincomicina - Informações

A lincomicina é um antibiótico indicado apenas para o tratamento de infecções graves e é geralmente reservado para casos de alergia à penicilina ou quando a penicilina não é adequada. Nessa página você tem acesso a todas as informações sobre Lincomicina, como indicações de uso, contraindicações, efeitos colaterais, informações químicas, preço, história, origem, efeitos e outros. 

Índice de Conteúdo
- Informações
- História
- Indicações
- Efeitos Colaterais
- Contra Indicações
- Como Usar
- Média de Preço
- Outras Substâncias
- FAQ

Informações Básicas do Lincomicina

Veja abaixo todos os detalhes e informações sobre Lincomicina:

  • Nome: Lincomicina
  • Nome em Inglês: Lincomycin
  • Nome Genérico: Lincomycin
  • Tipo: Small Molecule
  • Fórmula Química: C18H34N2O6S

Informações Avançadas:

  • Nome químico: Lincomycin
  • Formula molecular: C18H34N2O6S
  • Peso molecular: 406.54 g/mol
  • Classe terapêutica: Antibiótico
  • Mecanismo de ação: Inibição da síntese proteica bacteriana
  • Forma de administração: Oral, intramuscular, intravenosa

Lincomicina - História, Descoberta e Origem

A lincomicina é um antibiótico pertencente à classe das lincosamidas, derivado do Streptomyces lincolnensis. Foi descoberta em 1962 e lançada no mercado em 1964 pela empresa farmacêutica Upjohn Company.

A origem do nome lincomicina vem da cidade de Lincoln, localizada no estado de Nebraska nos Estados Unidos, onde a cepa de Streptomyces lincolnensis foi isolada pela primeira vez a partir do solo em 1962. Essa bactéria é capaz de produzir compostos com atividade antibiótica, dando origem à lincomicina.

A lincomicina é um antibiótico de amplo espectro, ou seja, é eficaz contra uma ampla variedade de bactérias gram-positivas e anaeróbias, incluindo Staphylococcus, Streptococcus e Clostridium. É um medicamento de grande importância na luta contra infecções bacterianas, principalmente aquelas que são resistentes a outros tipos de antibióticos.

Desde a sua descoberta, a lincomicina tem sido amplamente usada no tratamento de infecções respiratórias, de pele e tecidos moles, além de ser uma opção para pacientes alérgicos à penicilina. No entanto, seu uso deve ser feito com cautela, pois pode causar efeitos colaterais como diarreia, náuseas, vômitos e reações alérgicas.

Com o passar dos anos, surgiram outras lincosamidas semelhantes à lincomicina, como a clindamicina, que é mais eficaz e possui menos efeitos colaterais. Porém, a lincomicina ainda é utilizada em casos específicos e continua sendo uma importante opção no tratamento de infecções bacterianas.

Em resumo, a lincomicina é um antibiótico com uma história e origem curiosas, derivado da bactéria Streptomyces lincolnensis, e que tem sido útil no combate a diversas infecções bacterianas. Seu uso deve ser feito com cuidado e sob orientação médica, garantindo assim sua eficácia e segurança no tratamento de doenças.

Indicações de uso - Lincomicina

Veja abaixo em quais ocasiões é recomendado o uso de Lincomicina:

  • Para que serve:
    • Tratamento de infecções causadas por bactérias sensíveis à lincomicina, como infecções respiratórias, de pele e tecidos moles, ósseas e articulares, entre outras.
    • Prevenção de endocardite bacteriana em pacientes alérgicos à penicilina.
  • Indicações:
    • Uso oral ou injetável, dependendo do tipo de infecção e gravidade.
    • Indicado para adultos e crianças acima de 1 ano de idade.
    • Pode ser utilizado em gestantes e lactantes, desde que sob orientação médica.
    • Não é recomendado para pacientes com histórico de alergia à lincomicina ou a outros medicamentos do grupo das lincosamidas.

Efeitos Colaterais - Lincomicina

Veja abaixo alguns efeitos colaterais do Lincomicina

  • Diarreia
  • Náusea
  • Vômito
  • Dor abdominal
  • Reações alérgicas
  • Irritação no local de aplicação
  • Perda de apetite
  • Dor de cabeça
  • Fraqueza
  • Tontura
  • Fadiga
  • Alterações na função hepática
  • Alterações na função renal
  • Distúrbios do sono
  • Confusão mental
  • Vertigem
  • Erupções cutâneas
  • Prurido
  • Urticária

Vale lembrar que os efeitos colaterais do Lincomicina não significa necessariamente que você vai sentir esses sintomas. Em casos raros alguns sintomas podem aparecer,

ContraIndicações - Lincomicina?

  • Diarreia severa
  • Colite pseudomembranosa
  • Hipersensibilidade à lincomicina ou a qualquer componente da fórmula
  • Uso concomitante com neuromusculares bloqueadores
  • Gravidez e lactação
  • Doenças gastrointestinais, hepáticas ou renais graves
  • Histórico de problemas gastrointestinais ou colite associada a antibióticos
  • Uso prolongado ou repetido pode resultar em crescimento excessivo de bactérias resistentes
  • Crianças menores de 1 mês de idade

Como Usar Lincomicina

A lincomicina é um antibiótico que deve ser usado estritamente de acordo com as instruções do seu médico. Geralmente é administrada por via oral ou por injeção, e a dosagem e a frequência dependem da condição a ser tratada. Certifique-se de seguir as orientações do médico com precisão e completar o curso completo de medicação, mesmo que os sintomas melhorem antes. Evite o uso de lincomicina sem orientação médica e não compartilhe com outras pessoas. Sempre consulte o médico para obter informações específicas sobre o uso deste medicamento.

Média de Preço do Lincomicina - Quanto Custa?

Abaixo temos uma lista com a média de preço do Lincomicina em diferentes países, levando em consideração que esse valor pode estar bem diferente da realidade, com uma margem de erro de 50% a 100% mais caro ou mais barato.

  • Brazil: R$ 20,00
  • EUA: $5,00
  • Euro: €4,00

Os preços do Lincomicina podem ter diferenças gritantes de um país para o outro, dependendo da sua política de preços e volatilidade. Essa lista de preço é apenas para dar uma noção se o produto é caro ou barato na sua região.


FAQ - Perguntas e Respostas

O que é Lincomicina?

A lincomicina é um antibiótico indicado apenas para o tratamento de infecções graves e é geralmente reservado para casos de alergia à penicilina ou quando a penicilina não é adequada.

As informações do Lincomicina são verdadeiras?

As informações sobre o medicamento contidas nessa página podem não refletir total realidade, visto que pesquisas são atualizadas constantemente e informações podem divergir de diferentes bancos de dados, por esse motivo recomendamos consultar sempre a bula do medicamento e utilizar apenas com auxilio médico.

pt_BRPortuguese