Levonordefrina - Informações

O Levonordefrin é uma amina simpaticomimética tópica encontrada em produtos anestésicos locais, utilizada para desobstrução nasal ou vasoconstrição durante procedimentos dentários. Nessa página você tem acesso a todas as informações sobre Levonordefrina, como indicações de uso, contraindicações, efeitos colaterais, informações químicas, preço, história, origem, efeitos e outros. 

Índice de Conteúdo
- Informações
- História
- Indicações
- Efeitos Colaterais
- Contra Indicações
- Como Usar
- Média de Preço
- Outras Substâncias
- FAQ

Informações Básicas do Levonordefrina

Veja abaixo todos os detalhes e informações sobre Levonordefrina:

  • Nome: Levonordefrina
  • Nome em Inglês: Levonordefrin
  • Nome Genérico: Levonordefrin
  • Tipo: Small Molecule
  • Fórmula Química: C9H13NO3

Informações Avançadas:

  • Nome químico: Levonordefrin
  • Fórmula molecular: C9H13NO3
  • Peso molecular: 183.204 g/mol
  • Classe terapêutica: Agonista adrenérgico
  • Mecanismo de ação: Agonista seletivo dos receptores alfa-1 adrenérgicos
  • Forma de administração: Solução oftálmica

Levonordefrina - História, Descoberta e Origem

Levonordefrina é um medicamento pertencente ao grupo dos simpaticomiméticos, ou seja, substâncias que atuam no sistema nervoso simpático, responsável pelo aumento da frequência cardíaca, pressão arterial e dilatação das vias respiratórias. Sua principal função é a de estimular o sistema nervoso simpático, promovendo a vasoconstrição e aumento da pressão arterial.

O medicamento foi descoberto na década de 1960, pelo laboratório alemão Boehringer Ingelheim, e inicialmente utilizado para o tratamento da hipotensão arterial, ou seja, pressão baixa. No entanto, com o passar dos anos, os estudos sobre a levonordefrina mostraram que ela também possui ação broncodilatadora e vasoconstritora, sendo utilizada no tratamento de doenças como a asma e a rinite alérgica.

A levonordefrina é uma substância sintética, derivada da efedrina, e possui uma estrutura química semelhante à adrenalina, um hormônio produzido pelo nosso corpo. Por isso, ela é capaz de agir nos mesmos receptores que a adrenalina, promovendo os mesmos efeitos de estimulação do sistema nervoso simpático.

Atualmente, a levonordefrina é utilizada principalmente em medicamentos nasais para o tratamento de congestão nasal, alívio de sintomas de gripes e resfriados, e também em medicamentos para o tratamento de asma e outras doenças respiratórias. Além disso, também pode ser encontrada em alguns medicamentos para o tratamento de arritmias cardíacas.

É importante ressaltar que o uso da levonordefrina deve ser feito com cautela e sob orientação médica, uma vez que ela pode causar efeitos colaterais como taquicardia, aumento da pressão arterial, tremores e ansiedade. Além disso, seu uso também é contraindicado em casos de hipertensão arterial, doenças cardíacas e problemas no sistema nervoso central.

Em resumo, a levonordefrina é um medicamento importante para o tratamento de diversas doenças, atuando principalmente no sistema nervoso simpático. No entanto, seu uso deve ser feito com responsabilidade e sempre sob orientação médica, para evitar possíveis complicações e garantir o seu uso seguro e eficaz.

Indicações de uso - Levonordefrina

Veja abaixo em quais ocasiões é recomendado o uso de Levonordefrina:

  • Medicamento utilizado para tratar casos de arritmia cardíaca
  • Pode ser indicado para controlar a pressão arterial durante cirurgias
  • Também é utilizado em casos de choque anafilático
  • Pode ser prescrito para tratar a asma
  • É um vasopressor, ou seja, ajuda a contrair os vasos sanguíneos e aumentar a pressão arterial
  • Pode ser encontrado em forma de injeção, spray nasal ou comprimidos
  • Deve ser utilizado com cuidado em pacientes com doenças cardíacas, hipertensão e hipertireoidismo
  • Não deve ser utilizado por mulheres grávidas ou em fase de amamentação
  • Deve ser utilizado com orientação médica e em dosagens prescritas

Efeitos Colaterais - Levonordefrina

Veja abaixo alguns efeitos colaterais do Levonordefrina

  • Dor de cabeça
  • Tontura
  • Náuseas
  • Vômitos
  • Dor abdominal
  • Cólicas uterinas
  • Alterações no ciclo menstrual
  • Dor ou sensibilidade nos seios
  • Perda ou ganho de peso
  • Mudanças de humor
  • Erupções cutâneas
  • Aumento da pressão arterial
  • Retenção de líquidos
  • Insônia
  • Cansaço
  • Aumento do apetite
  • Alterações na libido
  • Dificuldade para engravidar após a suspensão do uso

Vale lembrar que os efeitos colaterais do Levonordefrina não significa necessariamente que você vai sentir esses sintomas. Em casos raros alguns sintomas podem aparecer,

ContraIndicações - Levonordefrina?

  • Não deve ser usado em pacientes com hipersensibilidade conhecida à levonordefrina ou a qualquer outro componente do medicamento
  • Deve ser evitado em pacientes com histórico de alergias ou reações adversas a outros medicamentos simpaticomiméticos
  • Não deve ser usado em pacientes com hipertensão arterial grave ou não controlada
  • Deve ser evitado em pacientes com doenças cardiovasculares, incluindo doença arterial coronariana, insuficiência cardíaca, arritmias cardíacas e angina
  • Não deve ser usado em pacientes com glaucoma de ângulo fechado ou histórico de glaucoma
  • Deve ser evitado em pacientes com hipertireoidismo
  • Não deve ser usado em pacientes com feocromocitoma
  • Deve ser evitado em pacientes com histórico de acidente vascular cerebral ou ataque isquêmico transitório
  • Não deve ser usado em pacientes com histórico de distúrbios convulsivos
  • Deve ser evitado em pacientes com problemas renais ou hepáticos graves
  • Não deve ser usado em pacientes com histórico de abuso de drogas ou dependência de substâncias
  • Deve ser evitado em pacientes com problemas de próstata, como hiperplasia prostática benigna ou retenção urinária
  • Não deve ser usado em pacientes com diabetes mellitus não controlada
  • Deve ser evitado em pacientes com idade avançada ou em pacientes pediátricos

Como Usar Levonordefrina

A levonordefrina é um medicamento utilizado principalmente como um vasoconstritor, o que significa que causa constrição dos vasos sanguíneos. Ela pode ser utilizada em situações médicas específicas, como em casos de hipotensão (pressão arterial baixa), choque, parada cardíaca ou para reduzir o sangramento durante procedimentos cirúrgicos. A levonordefrina é administrada por via intravenosa, geralmente em ambientes hospitalares ou de emergência, sob a supervisão de um profissional de saúde qualificado. A dosagem e a forma de administração variam de acordo com a condição médica do paciente e as instruções do médico. É importante ressaltar que a levonordefrina deve ser usada apenas sob prescrição médica e com acompanhamento profissional, devido ao risco de efeitos colaterais e interações com outros medicamentos. Sempre siga as orientações do médico ou profissional de saúde responsável pelo tratamento.

Média de Preço do Levonordefrina - Quanto Custa?

Abaixo temos uma lista com a média de preço do Levonordefrina em diferentes países, levando em consideração que esse valor pode estar bem diferente da realidade, com uma margem de erro de 50% a 100% mais caro ou mais barato.

  • Brazil - R$ 50,00
  • EUA - $15.00
  • Euro - €12.00

Os preços do Levonordefrina podem ter diferenças gritantes de um país para o outro, dependendo da sua política de preços e volatilidade. Essa lista de preço é apenas para dar uma noção se o produto é caro ou barato na sua região.


FAQ - Perguntas e Respostas

O que é Levonordefrina?

O Levonordefrin é uma amina simpaticomimética tópica encontrada em produtos anestésicos locais, utilizada para desobstrução nasal ou vasoconstrição durante procedimentos dentários.

As informações do Levonordefrina são verdadeiras?

As informações sobre o medicamento contidas nessa página podem não refletir total realidade, visto que pesquisas são atualizadas constantemente e informações podem divergir de diferentes bancos de dados, por esse motivo recomendamos consultar sempre a bula do medicamento e utilizar apenas com auxilio médico.

pt_BRPortuguese