Levomilnaciprano - Informações

Levomilnaciprana é um inibidor seletivo da recaptação de serotonina e norepinefrina (SNRI) utilizado para tratar o transtorno depressivo maior (MDD) em adultos. Nessa página você tem acesso a todas as informações sobre Levomilnaciprano, como indicações de uso, contraindicações, efeitos colaterais, informações químicas, preço, história, origem, efeitos e outros. 

Índice de Conteúdo
- Informações
- História
- Indicações
- Efeitos Colaterais
- Contra Indicações
- Como Usar
- Média de Preço
- Outras Substâncias
- FAQ

Informações Básicas do Levomilnaciprano

Veja abaixo todos os detalhes e informações sobre Levomilnaciprano:

  • Nome: Levomilnaciprano
  • Nome em Inglês: Levomilnacipran
  • Nome Genérico: Levomilnacipran
  • Tipo: Small Molecule
  • Fórmula Química: C15H22N2O

Informações Avançadas:

  • Nome químico: levomilnacipran
  • Formula molecular: C17H25NO
  • Peso molecular: 259.39 g/mol
  • Classe terapêutica: Antidepressivo
  • Mecanismo da ação: Inibidor da recaptação de serotonina e noradrenalina
  • Forma de administração: Oral
  • Outros: Utilizado no tratamento de transtorno depressivo maior.

Levomilnaciprano - História, Descoberta e Origem

Levomilnaciprano é um medicamento utilizado para tratar a depressão. Ele pertence a uma classe de medicamentos conhecidos como inibidores seletivos da recaptação de serotonina e noradrenalina (ISRSN).

O medicamento foi desenvolvido pela Wyeth Pharmaceuticals e recebeu aprovação para uso nos Estados Unidos em 2013. No entanto, foi lançado no mercado apenas em 2015, após ser adquirido pela empresa Allergan.

A ideia de desenvolver o levomilnaciprano surgiu a partir da observação de que os pacientes com depressão muitas vezes não respondiam bem aos medicamentos disponíveis no mercado. Os ISRSN, que são os antidepressivos mais comuns, atuam principalmente na serotonina, mas muitos pacientes não obtinham melhora significativa com esses medicamentos.

Por isso, os pesquisadores buscaram desenvolver um medicamento que atuasse tanto na serotonina quanto na noradrenalina, dois neurotransmissores que desempenham um papel importante na regulação do humor e das emoções.

O levomilnaciprano é uma versão do milnaciprano, um antidepressivo que já era utilizado na Europa desde a década de 1970, mas que não estava disponível nos Estados Unidos. A diferença entre os dois medicamentos é que o levomilnaciprano é uma forma pura do isômero levógiro do milnaciprano, enquanto o milnaciprano é uma mistura de isômeros levógiro e dextrógiro.

Os estudos clínicos realizados com o levomilnaciprano mostraram que ele é eficaz no tratamento da depressão e apresenta menos efeitos colaterais em comparação com outros antidepressivos. No entanto, como qualquer medicamento, ele pode causar reações adversas, como náuseas, tonturas, insônia e ansiedade.

Além de tratar a depressão, o levomilnaciprano também pode ser utilizado no tratamento do transtorno de ansiedade generalizada (TAG). No entanto, ainda são necessárias mais pesquisas para confirmar a eficácia do medicamento nesse transtorno.

Em resumo, o levomilnaciprano é um medicamento desenvolvido para tratar a depressão que atua na serotonina e na noradrenalina. Ele foi aprovado para uso nos Estados Unidos em 2013 e é considerado uma opção eficaz e segura para o tratamento da depressão.

Indicações de uso - Levomilnaciprano

Veja abaixo em quais ocasiões é recomendado o uso de Levomilnaciprano:

  • Tratamento da depressão;
  • Tratamento do transtorno do pânico;
  • Tratamento do transtorno de ansiedade generalizada;
  • Tratamento do transtorno obsessivo-compulsivo;
  • Tratamento do transtorno de estresse pós-traumático;
  • Tratamento da dor crônica;
  • Tratamento da enurese noturna em crianças;
  • Tratamento da fibromialgia;
  • Tratamento da síndrome da fadiga crônica;
  • Tratamento da síndrome do intestino irritável;
  • Tratamento do transtorno disfórico pré-menstrual;
  • Tratamento da disfunção sexual;
  • Tratamento da neuropatia diabética;
  • Tratamento da dor neuropática.

Efeitos Colaterais - Levomilnaciprano

Veja abaixo alguns efeitos colaterais do Levomilnaciprano

  1. Dor de cabeça
  2. Náusea
  3. Tontura
  4. Fadiga
  5. Boca seca
  6. Insônia
  7. Constipação
  8. Diarreia
  9. Perda de apetite
  10. Ansiedade
  11. Suor excessivo
  12. Alterações no paladar
  13. Alterações no peso
  14. Visão turva
  15. Agitação

Vale lembrar que os efeitos colaterais do Levomilnaciprano não significa necessariamente que você vai sentir esses sintomas. Em casos raros alguns sintomas podem aparecer,

ContraIndicações - Levomilnaciprano?

This response was truncated by the cut-off limit (max tokens). Open the sidebar, Increase the parameter in the settings and then regenerate. -------------------------
  • Não deve ser utilizado por pacientes com hipersensibilidade conhecida ao levomilnaciprano ou a qualquer outro componente da fórmula;
  • Não deve ser utilizado por pacientes com histórico de convulsões ou epilepsia;
  • Não deve ser utilizado por pacientes com doença hepática grave;
  • Não deve ser utilizado por pacientes em tratamento com inibidores da monoamina oxidase (IMAOs) ou que tenham utilizado IMAOs nos últimos 14 dias;
  • Não deve ser utilizado por pacientes com glaucoma de ângulo fechado não tratado;
  • Não deve ser utilizado por pacientes com distúrbios hemorrágicos ou em tratamento com medicamentos anticoagulantes;
  • Não deve ser utilizado por pacientes com risco aumentado de sangramento, como por exemplo, pacientes com úlceras gástricas ou duodenais ativas;
  • Não deve ser utilizado por pacientes com insuficiência cardíaca grave ou instável;
  • Não deve ser utilizado por pacientes com risco aumentado de arritmias cardíacas;
  • Não deve ser utilizado por pacientes com hipertensão arterial descontrolada;
  • Não deve ser utilizado por pacientes com histórico de abuso de álcool ou drogas;
  • Não deve ser utilizado por pacientes em tratamento com outros medicamentos que possam aumentar o risco de sangramento, como por exemplo, anti-inflamatórios não esteroides (AINEs);
  • Deve ser utilizado com cautela por pacientes com função renal comprometida;
  • Deve ser utilizado com cautela por pacientes com problemas de coagulação do sangue;
  • Deve ser utilizado com cautela por pacientes com histórico de convulsões ou epilepsia;
  • Deve ser utilizado com cautela por pacientes com histórico de doenças psiquiátricas, como por exemplo, transtornos bipolares;
  • Deve ser utilizado com cautela por pacientes com doenças cardíacas, como por exemplo, arritmias;
  • Deve ser utilizado com cautela por pacientes com histórico de hipotensão;
  • Deve ser utilizado com cautela por pacientes com problemas de metabolismo de açúcares, como por exemplo, diabetes mellitus;
  • Deve ser utilizado com cautela por pacientes com histórico de mania ou hipomania;
  • Deve ser utilizado com cautela por pacientes com histórico de pensamentos suicidas ou tentativas de suicídio;
  • Deve ser utilizado com cautela por pacientes em tratamento com outros medicamentos que possam afetar o sistema nervoso central;
  • Deve ser utilizado com cautela por pacientes idosos, pois podem ser mais sensíveis aos efeitos do medicamento;
  • Deve ser utilizado com cautela por pacientes que estejam amamentando, pois o levomilnaciprano pode ser excretado no leite materno;
  • Deve ser utilizado com cautela por pacientes que estejam em tratamento com medicamentos que possam afetar a função hepática;
  • Deve ser utilizado com cautela por pacientes que estejam em tratamento com medicamentos que possam afetar a função renal;
  • Deve ser utilizado com cautela por pacientes que estejam em tratamento com medicamentos que possam afetar a coagulação do sangue;
  • Deve ser utilizado com cautela por pacientes que estejam em tratamento com medicamentos que possam aumentar o risco de sangramento, como por exemplo, anti-inflamatórios não esteroides (A

    Como Usar Levomilnaciprano

    Levomilnacipran é um medicamento utilizado no tratamento da depressão. Geralmente, é administrado por via oral na forma de cápsulas ou comprimidos, seguindo a dose e a frequência prescritas pelo médico. É importante seguir rigorosamente as instruções do médico e não interromper o tratamento sem orientação. O medicamento atua no equilíbrio de substâncias químicas no cérebro, ajudando a melhorar os sintomas da depressão. Antes de iniciar o uso de Levomilnacipran, é fundamental consultar um profissional de saúde para obter orientações específicas e ajustes de dosagem, se necessário.

    Média de Preço do Levomilnaciprano - Quanto Custa?

    Abaixo temos uma lista com a média de preço do Levomilnaciprano em diferentes países, levando em consideração que esse valor pode estar bem diferente da realidade, com uma margem de erro de 50% a 100% mais caro ou mais barato.

    • Brazil: R$ 150,00
    • EUA: $35,00
    • Euro: €30,00

    Os preços do Levomilnaciprano podem ter diferenças gritantes de um país para o outro, dependendo da sua política de preços e volatilidade. Essa lista de preço é apenas para dar uma noção se o produto é caro ou barato na sua região.


    FAQ - Perguntas e Respostas

    O que é Levomilnaciprano?

    Levomilnaciprana é um inibidor seletivo da recaptação de serotonina e norepinefrina (SNRI) utilizado para tratar o transtorno depressivo maior (MDD) em adultos.

    As informações do Levomilnaciprano são verdadeiras?

    As informações sobre o medicamento contidas nessa página podem não refletir total realidade, visto que pesquisas são atualizadas constantemente e informações podem divergir de diferentes bancos de dados, por esse motivo recomendamos consultar sempre a bula do medicamento e utilizar apenas com auxilio médico.

pt_BRPortuguese