Lacosamida - Informações

A lacosamida é um medicamento antiepiléptico usado para tratar convulsões de início parcial e crises tônico-clônicas generalizadas primárias. Nessa página você tem acesso a todas as informações sobre Lacosamida, como indicações de uso, contraindicações, efeitos colaterais, informações químicas, preço, história, origem, efeitos e outros. 

Índice de Conteúdo
- Informações
- História
- Indicações
- Efeitos Colaterais
- Contra Indicações
- Como Usar
- Média de Preço
- Outras Substâncias
- FAQ

Informações Básicas do Lacosamida

Veja abaixo todos os detalhes e informações sobre Lacosamida:

  • Nome: Lacosamida
  • Nome em Inglês: Lacosamide
  • Nome Genérico: Lacosamide
  • Tipo: Small Molecule
  • Fórmula Química: C13H18N2O3

Informações Avançadas:

  • Nome químico: Lacosamide
  • Formula molecular: C13H18N2O6
  • Peso molecular: 250.29 g/mol
  • Classe terapêutica: Antiepiléptico
  • Mecanismo da ação: Modulador dos canais de sódio
  • Forma de administração: Oral, injetável

Lacosamida - História, Descoberta e Origem

A lacosamida é um medicamento antiepilético que foi desenvolvido pela empresa farmacêutica UCB Pharma e aprovado pela Food and Drug Administration (FDA) em 2008. Ele é utilizado no tratamento de convulsões parciais em adultos com epilepsia.

A história da lacosamida começa em 1998, quando a UCB Pharma iniciou pesquisas para desenvolver um novo medicamento para o tratamento da epilepsia. A empresa estava em busca de uma droga mais eficaz e com menos efeitos colaterais do que os medicamentos antiepiléticos existentes na época.

Após anos de pesquisa e testes clínicos, a lacosamida foi aprovada pela FDA em 2008 como um medicamento de primeira linha para o tratamento de convulsões parciais em adultos. Desde então, ele se tornou disponível em vários países ao redor do mundo, incluindo o Brasil.

A lacosamida age no cérebro, diminuindo a hiperexcitabilidade dos neurônios e reduzindo a propagação das convulsões. Ela é considerada uma droga de ação rápida, com efeito em cerca de 30 minutos após a ingestão, e pode ser utilizada como monoterapia ou em combinação com outros medicamentos antiepiléticos.

Além do tratamento da epilepsia, a lacosamida também tem sido estudada para o tratamento de outras condições neurológicas, como a dor neuropática e a enxaqueca. No entanto, ainda são necessárias mais pesquisas para comprovar sua eficácia nessas áreas.

Em relação aos efeitos colaterais, os mais comuns incluem tontura, sonolência, náusea e dor de cabeça. Porém, em geral, a lacosamida é bem tolerada pelos pacientes e tem se mostrado uma opção eficaz para o tratamento da epilepsia.

Em suma, a lacosamida é um medicamento importante no tratamento da epilepsia e tem sido uma opção eficaz para muitos pacientes. Seu desenvolvimento e aprovação pela FDA representam um avanço significativo na busca por novas opções de tratamento para essa condição neurológica tão complexa.

Indicações de uso - Lacosamida

Veja abaixo em quais ocasiões é recomendado o uso de Lacosamida:

  • Para que serve:
    • Tratamento de crises epilépticas parciais em adultos;
    • Tratamento de crises epilépticas generalizadas tônicas-clônicas em adultos;
    • Tratamento de síndrome de Lennox-Gastaut em adultos e crianças a partir de 4 anos;
    • Tratamento de dor neuropática em adultos;
    • Tratamento de transtorno de ansiedade generalizada em adultos.
  • Indicações:
    • Uso somente em adultos e crianças a partir de 4 anos;
    • Não é recomendado para gestantes ou lactantes;
    • Não deve ser utilizado por pessoas com histórico de hipersensibilidade à substância;
    • Pode causar sonolência e tontura, portanto, cuidado ao dirigir ou operar máquinas;
    • Deve ser utilizado com cautela em pacientes com histórico de doença hepática ou renal.

Efeitos Colaterais - Lacosamida

Veja abaixo alguns efeitos colaterais do Lacosamida

  • Náuseas
  • Vômitos
  • Diarreia
  • Dores de cabeça
  • Fadiga
  • Tontura
  • Visão turva
  • Alterações de humor
  • Perda de apetite
  • Aumento de peso
  • Confusão mental
  • Insônia
  • Irritação na pele
  • Problemas de coordenação motora
  • Formigamento ou dormência nos membros
  • Arritmias cardíacas
  • Pressão baixa
  • Aumento das enzimas hepáticas
  • Reações alérgicas

Vale lembrar que os efeitos colaterais do Lacosamida não significa necessariamente que você vai sentir esses sintomas. Em casos raros alguns sintomas podem aparecer,

ContraIndicações - Lacosamida?

  • Não deve ser usado em pacientes com hipersensibilidade à lacosamida ou a qualquer outro componente da fórmula.
  • Não deve ser usado em pacientes com histórico de reações alérgicas graves, como anafilaxia, a qualquer tipo de medicamento.
  • Pacientes com insuficiência cardíaca não controlada ou com distúrbios do ritmo cardíaco devem evitar o uso de lacosamida.
  • Não deve ser usado em pacientes com insuficiência hepática grave.
  • Deve ser usado com cautela em pacientes com histórico de depressão ou pensamentos suicidas.
  • Pacientes com histórico de doenças renais devem ser monitorados de perto durante o uso de lacosamida.
  • Não deve ser usado em pacientes com síndrome de Brugada, uma condição que causa anormalidades no ritmo cardíaco.
  • Deve ser evitado em pacientes com histórico de doenças oculares, como glaucoma ou catarata.
  • Não deve ser usado em pacientes com idade inferior a 18 anos, pois sua segurança e eficácia ainda não foram estabelecidas nessa faixa etária.

Como Usar Lacosamida

Lacosamida é um medicamento anticonvulsivante usado para tratar convulsões em pessoas com epilepsia. A dosagem e a forma de uso do medicamento devem ser prescritas por um médico, e o paciente deve seguir rigorosamente as instruções fornecidas pelo profissional de saúde. Geralmente, a lacosamida é tomada por via oral, com ou sem alimentos, conforme orientação médica. É importante não interromper o uso do medicamento sem consultar um médico, pois isso pode aumentar o risco de convulsões. Além disso, é essencial seguir as instruções de segurança e armazenamento fornecidas na bula do medicamento.

Média de Preço do Lacosamida - Quanto Custa?

Abaixo temos uma lista com a média de preço do Lacosamida em diferentes países, levando em consideração que esse valor pode estar bem diferente da realidade, com uma margem de erro de 50% a 100% mais caro ou mais barato.

  • Brazil: R$ 250,00
  • EUA: $150.00
  • Euro: €120,00

Os preços do Lacosamida podem ter diferenças gritantes de um país para o outro, dependendo da sua política de preços e volatilidade. Essa lista de preço é apenas para dar uma noção se o produto é caro ou barato na sua região.


FAQ - Perguntas e Respostas

O que é Lacosamida?

A lacosamida é um medicamento antiepiléptico usado para tratar convulsões de início parcial e crises tônico-clônicas generalizadas primárias.

As informações do Lacosamida são verdadeiras?

As informações sobre o medicamento contidas nessa página podem não refletir total realidade, visto que pesquisas são atualizadas constantemente e informações podem divergir de diferentes bancos de dados, por esse motivo recomendamos consultar sempre a bula do medicamento e utilizar apenas com auxilio médico.

pt_BRPortuguese