Idarubicina - Informações

O Idarubicina é um agente antineoplásico antraciclinico usado para tratar a leucemia mieloide aguda (LMA) em adultos. Nessa página você tem acesso a todas as informações sobre Idarubicina, como indicações de uso, contraindicações, efeitos colaterais, informações químicas, preço, história, origem, efeitos e outros. 

Índice de Conteúdo
- Informações
- História
- Indicações
- Efeitos Colaterais
- Contra Indicações
- Como Usar
- Média de Preço
- Outras Substâncias
- FAQ

Informações Básicas do Idarubicina

Veja abaixo todos os detalhes e informações sobre Idarubicina:

  • Nome: Idarubicina
  • Nome em Inglês: Idarubicin
  • Nome Genérico: Idarubicin
  • Tipo: Small Molecule
  • Fórmula Química: C26H27NO9

Informações Avançadas:

  • Nome químico: Idarubicin hydrochloride
  • Formula molecular: C26H27NO9·HCl
  • Peso molecular: 533.958 g/mol
  • Classe terapêutica: Antineoplásico
  • Mecanismo da ação: Inibição da síntese de DNA e RNA
  • Forma de administração: Injeção intravenosa

Idarubicina - História, Descoberta e Origem

A Idarubicina é um medicamento utilizado no tratamento de certos tipos de câncer, especialmente leucemia mieloide aguda (LMA). Ela pertence à classe das antraciclinas, que são agentes quimioterápicos de amplo espectro que agem inibindo o crescimento de células cancerígenas.

A origem da Idarubicina está ligada à descoberta da doxorrubicina, um outro medicamento da mesma classe, em 1960. A doxorrubicina foi isolada a partir da bactéria Streptomyces peucetius, encontrada no solo da região de Castel del Monte, na Itália. Ela foi a primeira antraciclina a ser comercializada e se tornou um dos medicamentos mais utilizados no tratamento do câncer.

Com base na estrutura química da doxorrubicina, pesquisadores buscaram desenvolver uma versão mais potente e com menos efeitos colaterais. Assim, em 1981, foi sintetizada a Idarubicina, que apresenta uma estrutura modificada, mas mantém a mesma ação quimioterápica da doxorrubicina. Desde então, a Idarubicina tem sido utilizada no tratamento de diversos tipos de câncer, como leucemia linfoblástica aguda, linfoma não-Hodgkin e câncer de mama.

Apesar de ser um medicamento eficaz, a Idarubicina pode causar alguns efeitos colaterais, como náuseas, vômitos, queda de cabelo, diminuição da produção de células sanguíneas e danos ao coração. Por isso, seu uso deve ser acompanhado de perto por um médico e é importante seguir as orientações de dosagem e tempo de tratamento corretamente.

Atualmente, a Idarubicina é produzida por diversos laboratórios farmacêuticos e é comercializada em diferentes países, incluindo o Brasil. Ela é considerada um medicamento essencial pela Organização Mundial de Saúde (OMS), ou seja, é essencial para o tratamento de diversas doenças e deve estar disponível em todos os sistemas de saúde.

Em resumo, a Idarubicina é um medicamento importante no tratamento do câncer, especialmente da leucemia mieloide aguda, e é resultado de décadas de pesquisa e desenvolvimento na área da quimioterapia. Seu uso adequado pode ajudar a combater a doença e melhorar a qualidade de vida dos pacientes.

Indicações de uso - Idarubicina

Veja abaixo em quais ocasiões é recomendado o uso de Idarubicina:

  • Tratamento de leucemia mieloide aguda em adultos
  • Indicada para pacientes que não responderam a outros tratamentos ou que sofreram recaídas
  • Pode ser utilizada em combinação com outros medicamentos no tratamento da leucemia mieloide aguda
  • Também pode ser utilizada no tratamento de outros tipos de câncer, como linfoma não Hodgkin e câncer de mama
  • Atua como um agente quimioterápico, destruindo células cancerígenas e impedindo sua multiplicação
  • Deve ser administrada por um profissional de saúde, geralmente por via intravenosa
  • Possui efeitos colaterais, como náuseas, vômitos, queda de cabelo e diminuição da produção de células sanguíneas
  • É contraindicada para pacientes com alergia à idarubicina ou a outros antraciclinas, como a doxorrubicina
  • Não deve ser utilizada durante a gravidez, pois pode causar danos ao feto
  • Deve ser armazenada corretamente, em temperatura ambiente e protegida da luz e umidade

Efeitos Colaterais - Idarubicina

Veja abaixo alguns efeitos colaterais do Idarubicina

  • Dor de cabeça
  • Náuseas
  • Vômitos
  • Diarreia
  • Perda de apetite
  • Dor abdominal
  • Constipação
  • Dor muscular
  • Fadiga
  • Palidez
  • Queda de cabelo
  • Aumento da sensibilidade à luz solar
  • Febre
  • Infecções
  • Tontura
  • Insônia
  • Ansiedade
  • Alterações na pressão arterial
  • Arritmias cardíacas
  • Fraqueza muscular
  • Falta de ar
  • Alterações na função hepática
  • Alterações na função renal

Vale lembrar que os efeitos colaterais do Idarubicina não significa necessariamente que você vai sentir esses sintomas. Em casos raros alguns sintomas podem aparecer,

ContraIndicações - Idarubicina?

  • Não deve ser utilizada em pacientes com hipersensibilidade conhecida à idarubicina ou a qualquer outro componente da formulação;
  • Não deve ser utilizada em pacientes com infecções graves, como sepse;
  • Não deve ser utilizada em pacientes com disfunção hepática grave;
  • Não deve ser utilizada em pacientes com disfunção renal grave;
  • Não deve ser utilizada em pacientes com mielossupressão grave;
  • Não deve ser utilizada em pacientes com histórico de doença cardíaca, especialmente insuficiência cardíaca congestiva;
  • Não deve ser utilizada em pacientes com hipotensão arterial;
  • Deve ser utilizada com cautela em pacientes com distúrbios de coagulação sanguínea;
  • Pode causar reações alérgicas graves em pacientes com asma, eczema ou outras doenças alérgicas;
  • Deve ser evitada em pacientes grávidas ou que estejam amamentando, pois pode causar danos ao feto ou ao bebê;
  • Deve ser evitada em pacientes idosos, pois podem ser mais sensíveis aos efeitos colaterais da medicação.

Como Usar Idarubicina

A idarubicina deve ser administrada por via intravenosa em um hospital ou clínica, por um profissional de saúde qualificado. É importante seguir as instruções do médico quanto à dosagem, frequência e duração do tratamento. Não deve ser administrada por via oral. Além disso, qualquer dúvida sobre o uso da idarubicina deve ser esclarecida com o médico responsável pelo tratamento.

Média de Preço do Idarubicina - Quanto Custa?

Abaixo temos uma lista com a média de preço do Idarubicina em diferentes países, levando em consideração que esse valor pode estar bem diferente da realidade, com uma margem de erro de 50% a 100% mais caro ou mais barato.

  • Brazil: R$ 200,00
  • EUA: $100,00
  • Euro: €90,00

Os preços do Idarubicina podem ter diferenças gritantes de um país para o outro, dependendo da sua política de preços e volatilidade. Essa lista de preço é apenas para dar uma noção se o produto é caro ou barato na sua região.


FAQ - Perguntas e Respostas

O que é Idarubicina?

O Idarubicina é um agente antineoplásico antraciclinico usado para tratar a leucemia mieloide aguda (LMA) em adultos.

As informações do Idarubicina são verdadeiras?

As informações sobre o medicamento contidas nessa página podem não refletir total realidade, visto que pesquisas são atualizadas constantemente e informações podem divergir de diferentes bancos de dados, por esse motivo recomendamos consultar sempre a bula do medicamento e utilizar apenas com auxilio médico.

pt_BRPortuguese