Ginkgo biloba - Informações

A Ginkgo biloba é um suplemento herbal encontrado em produtos de venda livre ou homeopáticos não aprovados para diversas condições de saúde, como distúrbios cognitivos, neurodegenerativos, cardiovasculares e reprodutivos. Nessa página você tem acesso a todas as informações sobre Ginkgo biloba, como indicações de uso, contraindicações, efeitos colaterais, informações químicas, preço, história, origem, efeitos e outros. 

Índice de Conteúdo
- Informações
- História
- Indicações
- Efeitos Colaterais
- Contra Indicações
- Como Usar
- Média de Preço
- Outras Substâncias
- FAQ

Informações Básicas do Ginkgo biloba

Veja abaixo todos os detalhes e informações sobre Ginkgo biloba:

  • Nome: Ginkgo biloba
  • Nome em Inglês: Ginkgo biloba
  • Nome Genérico:
  • Tipo:
  • Fórmula Química:

Informações Avançadas:

  • Nome químico: Ginkgoflavonglicosídeos
  • Formula molecular: C20H24O11
  • Peso molecular: 440.402 g/mol
  • Classe terapêutica: Fitoterápico
  • Mecanismo da ação: Aumenta a circulação sanguínea e melhora a função cognitiva
  • Forma de administração: Comprimidos, extrato em pó, chá

Ginkgo biloba - História, Descoberta e Origem

O Ginkgo biloba é uma árvore milenar nativa da China, considerada uma espécie única e sem parentes vivos. Também conhecida como árvore dos 40 escudos, é uma das mais antigas do mundo, com registros fósseis que datam de mais de 270 milhões de anos.

A história do Ginkgo biloba está profundamente ligada à cultura e tradição chinesa. Acredita-se que a árvore tenha sido introduzida no Japão pelos monges budistas no século XII, onde foi amplamente cultivada e utilizada como planta medicinal.

Na China, o Ginkgo biloba é considerado um símbolo de longevidade e força, sendo frequentemente plantado em templos e palácios. Além disso, suas folhas são usadas em rituais religiosos e sua madeira é utilizada na fabricação de móveis e objetos de decoração.

Com o passar dos séculos, o Ginkgo biloba foi sendo levado para outras partes do mundo, incluindo Europa e América do Norte. Hoje em dia, é uma árvore amplamente cultivada em todo o mundo, especialmente por suas propriedades medicinais.

Considerado um dos remédios mais populares da medicina tradicional chinesa, o Ginkgo biloba é utilizado para tratar uma variedade de condições de saúde, incluindo problemas de memória, demência, tonturas e zumbidos no ouvido. Suas folhas são ricas em substâncias antioxidantes e flavonoides, que ajudam a melhorar a circulação sanguínea e proteger as células contra danos.

Além disso, o Ginkgo biloba também é amplamente estudado pela medicina ocidental, que tem encontrado evidências de seus benefícios no tratamento de doenças como a doença de Alzheimer e o declínio cognitivo relacionado à idade.

Com tantos benefícios e uma história tão rica, não é de se admirar que o Ginkgo biloba seja considerado uma das árvores mais fascinantes do mundo. Seja como símbolo de tradição e longevidade ou como planta medicinal, essa árvore milenar certamente continuará a encantar e ajudar as pessoas por muitos anos ainda.

Indicações de uso - Ginkgo biloba

Veja abaixo em quais ocasiões é recomendado o uso de Ginkgo biloba:

  • Melhora a memória e concentração
  • Auxilia no tratamento de doenças cognitivas
  • Reduz os sintomas de ansiedade e depressão
  • Fortalece o sistema imunológico
  • Promove a circulação sanguínea

Efeitos Colaterais - Ginkgo biloba

Veja abaixo alguns efeitos colaterais do Ginkgo biloba

  • Dores de cabeça
  • Tonturas
  • Náuseas
  • Vômitos
  • Diarreia
  • Insônia
  • Ansiedade
  • Aumento da pressão arterial
  • Inchaço nos membros
  • Reações alérgicas

Vale lembrar que os efeitos colaterais do Ginkgo biloba não significa necessariamente que você vai sentir esses sintomas. Em casos raros alguns sintomas podem aparecer,

ContraIndicações - Ginkgo biloba?

  • Não deve ser utilizado por mulheres grávidas ou em período de amamentação
  • Pode causar interações com medicamentos anticoagulantes e antiplaquetários
  • Pode causar reações alérgicas em pessoas sensíveis ao ginkgo biloba
  • Não é recomendado para pessoas com distúrbios hemorrágicos ou que irão passar por cirurgias
  • Pode aumentar o risco de convulsões em pessoas com epilepsia
  • Pode causar efeitos colaterais como dor de cabeça, náusea, diarreia e tontura

Como Usar Ginkgo biloba

A dosagem recomendada de Ginkgo biloba pode variar dependendo do produto e da condição médica. Geralmente, a dose padrão é de 120-240 mg por dia, dividida em duas ou três doses. É importante seguir as instruções do fabricante do suplemento ou consultar um profissional de saúde para determinar a dosagem adequada para suas necessidades específicas. Sempre é importante ler atentamente as instruções do produto e consultar um médico antes de usar qualquer suplemento.

Média de Preço do Ginkgo biloba - Quanto Custa?

Abaixo temos uma lista com a média de preço do Ginkgo biloba em diferentes países, levando em consideração que esse valor pode estar bem diferente da realidade, com uma margem de erro de 50% a 100% mais caro ou mais barato.

  • Brazil: R$ 30,00
  • EUA: $10,00
  • Euro: €8,00

Os preços do Ginkgo biloba podem ter diferenças gritantes de um país para o outro, dependendo da sua política de preços e volatilidade. Essa lista de preço é apenas para dar uma noção se o produto é caro ou barato na sua região.


FAQ - Perguntas e Respostas

O que é Ginkgo biloba?

A Ginkgo biloba é um suplemento herbal encontrado em produtos de venda livre ou homeopáticos não aprovados para diversas condições de saúde, como distúrbios cognitivos, neurodegenerativos, cardiovasculares e reprodutivos.

As informações do Ginkgo biloba são verdadeiras?

As informações sobre o medicamento contidas nessa página podem não refletir total realidade, visto que pesquisas são atualizadas constantemente e informações podem divergir de diferentes bancos de dados, por esse motivo recomendamos consultar sempre a bula do medicamento e utilizar apenas com auxilio médico.

pt_BRPortuguese