Fração de proteína plasmática (humana) - Informações

A fração de proteína plasmática (humana) é uma solução de proteína plasmática usada para tratar deficiências de fatores de coagulação, reverter os efeitos anticoagulantes e choque devido à perda de fluidos plasmáticos, e também é utilizada em procedimentos de troca plasmática. Nessa página você tem acesso a todas as informações sobre Fração de proteína plasmática (humana), como indicações de uso, contraindicações, efeitos colaterais, informações químicas, preço, história, origem, efeitos e outros. 

Índice de Conteúdo
- Informações
- História
- Indicações
- Efeitos Colaterais
- Contra Indicações
- Como Usar
- Média de Preço
- Outras Substâncias
- FAQ

Informações Básicas do Fração de proteína plasmática (humana)

Veja abaixo todos os detalhes e informações sobre Fração de proteína plasmática (humana):

  • Nome: Fração de proteína plasmática (humana)
  • Nome em Inglês: Plasma protein fraction (human)
  • Nome Genérico:
  • Tipo:
  • Fórmula Química:

Informações Avançadas:

  • Nome químico: Plasma protein fraction (human)
  • Fórmula molecular: Não aplicável, pois é uma mistura de várias proteínas
  • Peso molecular: Variável, devido à presença de várias proteínas
  • Classe terapêutica: Substituto do plasma
  • Mecanismo de ação: Restauração do volume plasmático e manutenção da pressão osmótica
  • Forma de administração: Intravenosa

Fração de proteína plasmática (humana) - História, Descoberta e Origem

A fração de proteína plasmática humana é um componente essencial do sangue humano. Essa proteína é responsável por desempenhar diversas funções vitais no organismo, incluindo transporte de nutrientes, regulação da pressão osmótica e defesa contra infecções.

A origem dessa fração de proteína remonta aos primórdios da evolução humana. Durante milhões de anos, nossos antepassados foram desenvolvendo sistemas de defesa contra agentes patogênicos, como bactérias e vírus. A proteína plasmática humana é uma das heranças mais importantes dessa evolução.

Hoje, a fração de proteína plasmática humana é composta por diversas proteínas, incluindo imunoglobulinas, albumina e fibrinogênio. Cada uma dessas proteínas desempenha uma função específica no organismo.

Por exemplo, as imunoglobulinas são responsáveis por reconhecer e neutralizar agentes patogênicos, enquanto a albumina é responsável por transportar hormônios e nutrientes pelo corpo. Já o fibrinogênio é um importante componente na coagulação do sangue.

A produção da fração de proteína plasmática humana ocorre principalmente no fígado, mas também pode ser produzida por outras células do sistema imunológico. Essa produção é constantemente regulada pelo sistema imune, que garante a quantidade adequada de proteínas para manter o corpo saudável.

Além de sua importância para a saúde humana, a fração de proteína plasmática também é utilizada em tratamentos médicos, como na reposição de imunoglobulinas em pacientes com deficiências imunológicas. Essa proteína também é utilizada em pesquisas científicas, sendo uma importante ferramenta para o desenvolvimento de novas terapias e medicamentos.

Em resumo, a fração de proteína plasmática humana é um componente essencial do sangue humano, com uma longa história evolutiva e diversas funções vitais para o organismo. Seu papel na saúde e na medicina é de extrema importância e continua sendo objeto de estudo e pesquisa em todo o mundo.

Indicações de uso - Fração de proteína plasmática (humana)

Veja abaixo em quais ocasiões é recomendado o uso de Fração de proteína plasmática (humana):

  • Proteína essencial para o transporte de substâncias pelo sangue, como hormônios, vitaminas e minerais;
  • Ajuda a manter o equilíbrio osmótico do sangue, evitando a retenção de líquidos nos tecidos;
  • Participa na coagulação sanguínea;
  • Atua no sistema imunológico, auxiliando na defesa do organismo contra infecções;
  • Pode ser utilizado como indicador de problemas renais, hepáticos ou nutricionais;
  • É importante para o crescimento e reparação dos tecidos do corpo;
  • Pode ser utilizado como marcador de inflamação e estresse no organismo;
  • Ajuda a manter a pressão osmótica dos vasos sanguíneos, evitando o extravasamento de líquidos para os tecidos;
  • Pode ser utilizado como indicador de desnutrição ou deficiência de nutrientes;
  • Auxilia na regulação do pH sanguíneo.

Efeitos Colaterais - Fração de proteína plasmática (humana)

Veja abaixo alguns efeitos colaterais do Fração de proteína plasmática (humana)

  • Dor de cabeça
  • Náuseas
  • Vômitos
  • Dor abdominal
  • Diarreia
  • Tontura
  • Cansaço
  • Febre
  • Reações alérgicas
  • Coceira na pele
  • Inchaço no rosto, lábios ou língua
  • Dificuldade para respirar
  • Dor no peito
  • Alterações na pressão arterial
  • Alterações nos níveis de glicose no sangue
  • Alterações nos níveis de colesterol
  • Alterações nos níveis de hormônios
  • Alterações no ciclo menstrual
  • Insônia
  • Irritabilidade
  • Ansiedade

Vale lembrar que os efeitos colaterais do Fração de proteína plasmática (humana) não significa necessariamente que você vai sentir esses sintomas. Em casos raros alguns sintomas podem aparecer,

ContraIndicações - Fração de proteína plasmática (humana)?

  • Reações alérgicas graves, incluindo anafilaxia
  • Doenças autoimunes, como lúpus
  • Infecções ativas, como tuberculose
  • Hipersensibilidade a qualquer componente da proteína plasmática
  • Hiperviscosidade, que pode causar problemas circulatórios
  • Gravidez ou amamentação, pois pode passar para o bebê
  • Problemas renais ou hepáticos graves
  • Uso de medicamentos que afetam o sistema imunológico
  • Idade avançada, pois pode haver maior risco de efeitos colaterais

Como Usar Fração de proteína plasmática (humana)

Para usar a fração de proteína plasmática humana, é importante seguir as orientações do profissional de saúde responsável. A fração de proteína plasmática humana geralmente é utilizada para repor proteínas em pacientes com deficiência de proteína plasmática. O produto é administrado por via intravenosa e a dosagem e frequência de aplicação serão determinadas pelo médico, de acordo com as necessidades do paciente. Sempre siga as instruções do profissional de saúde e leia atentamente as informações contidas na bula do medicamento.

Média de Preço do Fração de proteína plasmática (humana) - Quanto Custa?

Abaixo temos uma lista com a média de preço do Fração de proteína plasmática (humana) em diferentes países, levando em consideração que esse valor pode estar bem diferente da realidade, com uma margem de erro de 50% a 100% mais caro ou mais barato.

Os preços do Fração de proteína plasmática (humana) podem ter diferenças gritantes de um país para o outro, dependendo da sua política de preços e volatilidade. Essa lista de preço é apenas para dar uma noção se o produto é caro ou barato na sua região.


FAQ - Perguntas e Respostas

O que é Fração de proteína plasmática (humana)?

A fração de proteína plasmática (humana) é uma solução de proteína plasmática usada para tratar deficiências de fatores de coagulação, reverter os efeitos anticoagulantes e choque devido à perda de fluidos plasmáticos, e também é utilizada em procedimentos de troca plasmática.

As informações do Fração de proteína plasmática (humana) são verdadeiras?

As informações sobre o medicamento contidas nessa página podem não refletir total realidade, visto que pesquisas são atualizadas constantemente e informações podem divergir de diferentes bancos de dados, por esse motivo recomendamos consultar sempre a bula do medicamento e utilizar apenas com auxilio médico.

pt_BRPortuguese