Fluvastatina - Informações

O fluvastatina é um inibidor da HMG-CoA redutase utilizado para diminuir os níveis de lipídios e reduzir o risco de doenças cardiovasculares, incluindo infarto do miocárdio e derrame. Nessa página você tem acesso a todas as informações sobre Fluvastatina, como indicações de uso, contraindicações, efeitos colaterais, informações químicas, preço, história, origem, efeitos e outros. 

Índice de Conteúdo
- Informações
- História
- Indicações
- Efeitos Colaterais
- Contra Indicações
- Como Usar
- Média de Preço
- Outras Substâncias
- FAQ

Informações Básicas do Fluvastatina

Veja abaixo todos os detalhes e informações sobre Fluvastatina:

  • Nome: Fluvastatina
  • Nome em Inglês: Fluvastatin
  • Nome Genérico: Fluvastatin
  • Tipo: Small Molecule
  • Fórmula Química: C24H26FNO4

Informações Avançadas:

  • Nome químico: Fluvastatin
  • Fórmula molecular: C24H26FNO4
  • Peso molecular: 411.46 g/mol
  • Classe terapêutica: Estatina
  • Mecanismo de ação: Inibidor da HMG-CoA redutase
  • Forma de administração: Oral

Fluvastatina - História, Descoberta e Origem

A fluvastatina é um medicamento da classe das estatinas, utilizada no tratamento da hipercolesterolemia e prevenção de doenças cardiovasculares. Ela atua inibindo a enzima HMG-CoA redutase, responsável pela síntese de colesterol no organismo.

A história da fluvastatina começa na década de 1970, quando pesquisadores japoneses isolaram uma substância do fungo Aspergillus terreus, que se mostrou eficaz na redução dos níveis de colesterol em animais. Essa substância foi mais tarde identificada como a lovastatina, a primeira estatina comercializada.

No início dos anos 1990, a fluvastatina foi desenvolvida pela empresa farmacêutica japonesa Sankyo, com o objetivo de criar uma estatina com uma estrutura química diferente das já existentes no mercado. A empresa acreditava que isso poderia resultar em um medicamento mais potente e com menos efeitos colaterais.

A fluvastatina foi aprovada pela primeira vez no Japão em 1994 e, em seguida, foi lançada em outros países, incluindo Estados Unidos e Europa. Ela é comercializada sob o nome de Lescol, Lescol XL ou Canef, dependendo do país.

Além do seu uso no tratamento da hipercolesterolemia, a fluvastatina também tem sido estudada para o tratamento de outras condições, como a doença de Alzheimer, esclerose múltipla e até mesmo alguns tipos de câncer. No entanto, essas pesquisas ainda estão em fase inicial e os resultados ainda não são conclusivos.

Em termos de origem, a fluvastatina é um medicamento sintético, produzido em laboratório a partir de compostos químicos. No entanto, sua inspiração veio da natureza, a partir do fungo Aspergillus terreus. Isso mostra a importância da pesquisa e da busca por novos compostos em fontes naturais para o desenvolvimento de medicamentos eficazes.

Hoje em dia, a fluvastatina é amplamente utilizada no tratamento da hipercolesterolemia e é considerada um medicamento seguro e eficaz. No entanto, como qualquer outro medicamento, ela pode apresentar efeitos colaterais e deve ser utilizada sob orientação médica.

Indicações de uso - Fluvastatina

Veja abaixo em quais ocasiões é recomendado o uso de Fluvastatina:

  • Tratamento de hipercolesterolemia (aumento do colesterol no sangue);
  • Prevenção de doenças cardiovasculares, como infarto e acidente vascular cerebral (AVC);
  • Redução do risco de complicações cardiovasculares em pacientes com doença arterial coronariana;
  • Tratamento de hipertrigliceridemia (aumento dos níveis de triglicérides no sangue);
  • Prevenção de eventos cardiovasculares em pacientes com diabetes mellitus tipo 2;
  • Redução de níveis de colesterol em pacientes com síndrome nefrótica (doença renal);
  • Tratamento de dislipidemia (alteração dos níveis de lipídios no sangue);
  • Redução do risco de morte por doenças cardiovasculares em pacientes com doença renal crônica.

Efeitos Colaterais - Fluvastatina

Veja abaixo alguns efeitos colaterais do Fluvastatina

  • Dor de cabeça
  • Dor abdominal
  • Náusea
  • Diarreia
  • Constipação
  • Dor muscular
  • Fraqueza
  • Tontura
  • Suor excessivo
  • Insônia
  • Alterações no apetite
  • Dor nas articulações
  • Irritação na pele
  • Dificuldade para respirar
  • Reações alérgicas
  • Alterações no fígado
  • Alterações nos níveis de açúcar no sangue

Vale lembrar que os efeitos colaterais do Fluvastatina não significa necessariamente que você vai sentir esses sintomas. Em casos raros alguns sintomas podem aparecer,

ContraIndicações - Fluvastatina?

  • Não deve ser utilizado por pacientes com hipersensibilidade à fluvastatina ou a qualquer componente da fórmula;
  • Não deve ser utilizado por pacientes com doença hepática ativa ou elevações persistentes inexplicadas nas transaminases;
  • Não deve ser utilizado por mulheres grávidas ou em período de amamentação;
  • Não deve ser utilizado por pacientes com insuficiência renal grave (clearance de creatinina <30 ml/min);
  • Não deve ser utilizado por pacientes com miopatia ou rabdomiólise prévia induzida por estatinas;
  • Deve ser utilizado com cautela em pacientes com história de doença hepática ou renal, diabetes mellitus, hipotireoidismo, alcoolismo e em pacientes idosos;
  • Pode interagir com outros medicamentos, como ciclosporina, fibratos, inibidores da protease, entre outros, por isso é importante informar ao médico sobre todos os medicamentos utilizados;
  • Pode causar efeitos colaterais como dores musculares, fraqueza, cansaço, tontura, entre outros, e caso isso ocorra, o médico deve ser informado imediatamente;
  • Não deve ser utilizado por crianças.

Como Usar Fluvastatina

Para usar a fluvastatina, siga as instruções do seu médico ou a bula do medicamento. Geralmente, a dose recomendada é de 20 a 80 mg por dia, ingerida com ou sem alimentos. É importante tomar o medicamento exatamente como prescrito e não interromper o uso sem consultar o médico. Também é importante informar o médico sobre quaisquer outros medicamentos que esteja tomando, para evitar interações.

Média de Preço do Fluvastatina - Quanto Custa?

Abaixo temos uma lista com a média de preço do Fluvastatina em diferentes países, levando em consideração que esse valor pode estar bem diferente da realidade, com uma margem de erro de 50% a 100% mais caro ou mais barato.

  • Brazil: R$ 30,00
  • EUA: $25,00
  • Euro: €20,00

Os preços do Fluvastatina podem ter diferenças gritantes de um país para o outro, dependendo da sua política de preços e volatilidade. Essa lista de preço é apenas para dar uma noção se o produto é caro ou barato na sua região.


FAQ - Perguntas e Respostas

O que é Fluvastatina?

O fluvastatina é um inibidor da HMG-CoA redutase utilizado para diminuir os níveis de lipídios e reduzir o risco de doenças cardiovasculares, incluindo infarto do miocárdio e derrame.

As informações do Fluvastatina são verdadeiras?

As informações sobre o medicamento contidas nessa página podem não refletir total realidade, visto que pesquisas são atualizadas constantemente e informações podem divergir de diferentes bancos de dados, por esse motivo recomendamos consultar sempre a bula do medicamento e utilizar apenas com auxilio médico.

pt_BRPortuguese