Estrogênios Sintéticos Conjugados, B - Informações

Estrogênios Conjugados Sintéticos, B é uma mistura de estrogênios usada para tratar uma variedade de sintomas pós-menopausa, incluindo ressecamento vaginal. Nessa página você tem acesso a todas as informações sobre Estrogênios Sintéticos Conjugados, B, como indicações de uso, contraindicações, efeitos colaterais, informações químicas, preço, história, origem, efeitos e outros. 

Índice de Conteúdo
- Informações
- História
- Indicações
- Efeitos Colaterais
- Contra Indicações
- Como Usar
- Média de Preço
- Outras Substâncias
- FAQ

Informações Básicas do Estrogênios Sintéticos Conjugados, B

Veja abaixo todos os detalhes e informações sobre Estrogênios Sintéticos Conjugados, B:

  • Nome: Estrogênios Sintéticos Conjugados, B
  • Nome em Inglês: Synthetic Conjugated Estrogens, B
  • Nome Genérico: Synthetic Conjugated Estrogens, B
  • Tipo: Small Molecule
  • Fórmula Química:

Informações Avançadas:

  • Nome químico: Conjugated Estrogens
  • Fórmula molecular: C18H20O2
  • Peso molecular: 268.35 g/mol
  • Classe terapêutica: Hormonal
  • Mecanismo de ação: Atua como estrogênio sintético
  • Forma de administração: Oral

Estrogênios Sintéticos Conjugados, B - História, Descoberta e Origem

Os estrogênios sintéticos conjugados, também conhecidos como ESC, são uma forma de hormônios femininos produzidos em laboratório. Eles são usados ​​como tratamento para sintomas da menopausa, como ondas de calor e ressecamento vaginal.

A história dos estrogênios sintéticos conjugados começou no início do século XX, quando os cientistas descobriram que o estrogênio poderia ser usado para tratar mulheres com sintomas da menopausa. No entanto, o estrogênio natural era difícil de ser obtido e produzido em grandes quantidades.

Em 1938, os cientistas conseguiram sintetizar o primeiro estrogênio, conhecido como estriol. Isso abriu caminho para o desenvolvimento de outros estrogênios sintéticos, como o etinilestradiol e o mestranol. Esses hormônios eram mais potentes e podiam ser produzidos em grandes quantidades, tornando-os mais acessíveis para uso em medicamentos.

Na década de 1940, os estrogênios sintéticos começaram a ser usados ​​como contraceptivos orais. Eles eram considerados uma opção mais segura e eficaz do que os métodos contraceptivos anteriores, como o diafragma e o coito interrompido. No entanto, esses contraceptivos continham altas doses de estrogênio, o que levou a efeitos colaterais graves, como coágulos sanguíneos e derrames.

Com o passar dos anos, os cientistas desenvolveram formas mais seguras de estrogênios sintéticos, como os estrogênios conjugados. Eles são uma combinação de estrogênios naturais e sintéticos, que imitam mais de perto os níveis hormonais do corpo feminino.

Hoje, os estrogênios sintéticos conjugados são usados ​​principalmente como tratamento para sintomas da menopausa. Eles são considerados uma opção segura e eficaz para aliviar os sintomas e melhorar a qualidade de vida das mulheres que estão passando por essa fase de transição. No entanto, é importante usar esses hormônios com cautela e sob orientação médica, pois eles ainda podem apresentar riscos para a saúde, especialmente em mulheres com histórico de doenças cardiovasculares.

Em resumo, os estrogênios sintéticos conjugados são uma forma de hormônios femininos produzidos em laboratório, que têm sido usados ​​há décadas para tratar sintomas da menopausa. Sua história começou com a descoberta do estrogênio sintético no início do século XX e evoluiu para formas mais seguras e eficazes de tratamento. Hoje, eles continuam sendo uma opção importante para o cuidado da saúde feminina, mas devem ser usados ​​com cuidado e sob a orientação de um profissional de saúde.

Indicações de uso - Estrogênios Sintéticos Conjugados, B

Veja abaixo em quais ocasiões é recomendado o uso de Estrogênios Sintéticos Conjugados, B:

  • Tratar sintomas da menopausa, como ondas de calor, suores noturnos e secura vaginal
  • Prevenir a perda de massa óssea e osteoporose
  • Reduzir o risco de desenvolver câncer de cólon e reto
  • Aliviar sintomas de endometriose e fibromas uterinos
  • Melhorar a saúde cardiovascular, reduzindo o risco de doenças cardíacas e acidente vascular cerebral
  • Tratar a síndrome dos ovários policísticos
  • Regular o ciclo menstrual e aliviar sintomas da TPM
  • Ajudar na fertilidade, em casos de infertilidade relacionada a problemas hormonais
  • Combater sintomas de baixa libido e disfunção sexual
  • Prevenir a perda de massa muscular e gordura corporal durante o envelhecimento

Efeitos Colaterais - Estrogênios Sintéticos Conjugados, B

Veja abaixo alguns efeitos colaterais do Estrogênios Sintéticos Conjugados, B

  • Alterações no ciclo menstrual
  • Náuseas e vômitos
  • Dor de cabeça
  • Aumento da sensibilidade mamária
  • Retenção de líquidos
  • Mudanças de humor
  • Aumento de peso
  • Dor abdominal
  • Alterações na libido
  • Irritação cutânea

Vale lembrar que os efeitos colaterais do Estrogênios Sintéticos Conjugados, B não significa necessariamente que você vai sentir esses sintomas. Em casos raros alguns sintomas podem aparecer,

ContraIndicações - Estrogênios Sintéticos Conjugados, B?

  • Não deve ser utilizado por mulheres grávidas;
  • Não deve ser utilizado por mulheres que estejam amamentando;
  • Não deve ser utilizado por pacientes com histórico de câncer de mama;
  • Não deve ser utilizado por pacientes com histórico de doença tromboembólica;
  • Não deve ser utilizado por pacientes com hipersensibilidade aos componentes do medicamento;
  • Não deve ser utilizado por pacientes com sangramento vaginal de origem desconhecida;
  • Não deve ser utilizado por pacientes com doenças hepáticas graves;
  • Não deve ser utilizado por pacientes com doenças cardiovasculares graves;
  • Não deve ser utilizado por pacientes com hipertensão arterial não controlada;
  • Não deve ser utilizado por pacientes com distúrbios metabólicos;
  • Não deve ser utilizado por pacientes com histórico de colestase durante a gravidez;
  • Não deve ser utilizado por pacientes com histórico de icterícia durante a gravidez.

Como Usar Estrogênios Sintéticos Conjugados, B

Os estrogênios sintéticos conjugados, também conhecidos como B-Estrogênios, são utilizados para tratar uma variedade de condições médicas em mulheres, tanto pré como pós-menopausa. Eles podem ser administrados através de comprimidos, adesivos transdérmicos ou cremes. Na terapia de reposição hormonal (TRH), os B-Estrogênios são utilizados para aliviar os sintomas da menopausa, como ondas de calor, ressecamento vaginal e alterações de humor. Eles também ajudam a prevenir a perda óssea após a menopausa, reduzindo o risco de osteoporose. Além disso, os estrogênios sintéticos conjugados podem ser prescritos para tratar condições relacionadas à deficiência de estrogênio, como a amenorreia (ausência de menstruação), a síndrome do ovário policístico e algumas condições ginecológicas, como a endometriose. É importante ressaltar que o uso de estrogênios sintéticos conjugados deve ser feito sob orientação médica, devido aos potenciais efeitos colaterais e riscos associados, como aumento do risco de câncer de mama, coágulos sanguíneos e doenças cardiovasculares. Por isso, a dose e a forma de administração são sempre determinadas pelo médico, levando em consideração o histórico médico, os sintomas e os riscos individuais da paciente.

Média de Preço do Estrogênios Sintéticos Conjugados, B - Quanto Custa?

Abaixo temos uma lista com a média de preço do Estrogênios Sintéticos Conjugados, B em diferentes países, levando em consideração que esse valor pode estar bem diferente da realidade, com uma margem de erro de 50% a 100% mais caro ou mais barato.

  • Brazil: R$120,00
  • EUA: $30,00
  • Euro: €25,00

Os preços do Estrogênios Sintéticos Conjugados, B podem ter diferenças gritantes de um país para o outro, dependendo da sua política de preços e volatilidade. Essa lista de preço é apenas para dar uma noção se o produto é caro ou barato na sua região.


FAQ - Perguntas e Respostas

O que é Estrogênios Sintéticos Conjugados, B?

Estrogênios Conjugados Sintéticos, B é uma mistura de estrogênios usada para tratar uma variedade de sintomas pós-menopausa, incluindo ressecamento vaginal.

As informações do Estrogênios Sintéticos Conjugados, B são verdadeiras?

As informações sobre o medicamento contidas nessa página podem não refletir total realidade, visto que pesquisas são atualizadas constantemente e informações podem divergir de diferentes bancos de dados, por esse motivo recomendamos consultar sempre a bula do medicamento e utilizar apenas com auxilio médico.

pt_BRPortuguese