Difenidol - Informações

O difenidol é um agente antiemético usado para a prevenção e tratamento sintomático de náusea e vômito associados a várias condições como doença de Meniere e cirurgia do ouvido médio e interno. Nessa página você tem acesso a todas as informações sobre Difenidol, como indicações de uso, contraindicações, efeitos colaterais, informações químicas, preço, história, origem, efeitos e outros. 

Índice de Conteúdo
- Informações
- História
- Indicações
- Efeitos Colaterais
- Contra Indicações
- Como Usar
- Média de Preço
- Outras Substâncias
- FAQ

Informações Básicas do Difenidol

Veja abaixo todos os detalhes e informações sobre Difenidol:

  • Nome: Difenidol
  • Nome em Inglês: Diphenidol
  • Nome Genérico:
  • Tipo:
  • Fórmula Química: C21H27NO

Informações Avançadas:

  • Nome Químico: 1-(diphenylmethyl)-4-(3-phenylpropyl)piperazine
  • Fórmula Molecular: C28H32N2
  • Peso Molecular: 396,565 g/mol
  • Classe Terapêutica: Antiemético
  • Mecanismo de Ação: Atua como antagonista dos receptores muscarínicos e histamínicos
  • Forma de Administração: Oral

Difenidol - História, Descoberta e Origem

Difenidol é um medicamento utilizado principalmente para tratar náuseas e vômitos causados por doenças ou tratamentos médicos. Ele pertence à classe dos antihistamínicos e é conhecido por seu efeito antiemético, ou seja, sua capacidade de prevenir e aliviar náuseas e vômitos.

Sua história começa na década de 1940, quando pesquisadores da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, estavam estudando compostos químicos com propriedades anticolinérgicas. Eles descobriram que um desses compostos, o difenidol, tinha um efeito notável na prevenção de náuseas e vômitos induzidos por movimento.

Com base nesses resultados, a empresa farmacêutica Merck & Co. começou a desenvolver o difenidol como um medicamento antiemético. Em 1951, o medicamento foi lançado no mercado sob o nome comercial de Dramamine, tornando-se o primeiro antihistamínico antiemético disponível para uso clínico.

No entanto, o difenidol foi logo substituído por outros medicamentos mais eficazes e com menos efeitos colaterais, como a metoclopramida e o ondansetron. Hoje, ele é usado principalmente em países em desenvolvimento, onde outros medicamentos antieméticos podem não estar disponíveis ou serem muito caros.

Além do seu uso para tratar náuseas e vômitos, o difenidol também é utilizado no tratamento da síndrome do intestino irritável e da doença de Meniere, uma condição que afeta o ouvido interno e causa tonturas, vertigens e perda de audição.

Em termos de mecanismo de ação, o difenidol atua bloqueando os receptores de histamina no cérebro e no trato gastrointestinal, impedindo assim a liberação de substâncias químicas que causam náuseas e vômitos. Ele também tem um efeito anticolinérgico, o que significa que ele bloqueia os efeitos da acetilcolina, outro neurotransmissor envolvido nos processos de náuseas e vômitos.

Em resumo, o difenidol é um medicamento importante no tratamento de náuseas e vômitos, especialmente em países onde outros medicamentos não estão disponíveis. Sua história remonta à década de 1940 e, apesar de ter sido substituído por outros medicamentos mais eficazes, ainda é utilizado em certas condições médicas. Seu mecanismo de ação envolve o bloqueio dos receptores de histamina e dos efeitos da acetilcolina no corpo.

Indicações de uso - Difenidol

Veja abaixo em quais ocasiões é recomendado o uso de Difenidol:

  • Tratamento de náuseas e vômitos
  • Prevenção de tonturas e vertigens
  • Indicado para casos de labirintite
  • Pode ser usado em casos de enjoo causado por movimento
  • É um medicamento anticolinérgico
  • Deve ser utilizado com cautela em idosos e crianças
  • Pode causar efeitos colaterais como boca seca, visão turva e sonolência
  • Deve ser evitado por pessoas com glaucoma, problemas cardíacos e hipertensão
  • Não deve ser misturado com álcool ou outros medicamentos sedativos
  • Deve ser prescrito por um médico e utilizado conforme as instruções do mesmo

Efeitos Colaterais - Difenidol

Veja abaixo alguns efeitos colaterais do Difenidol

  • Dor de cabeça
  • Náuseas
  • Tontura
  • Boca seca
  • Sonolência
  • Visão turva
  • Constipação intestinal
  • Dor abdominal
  • Diarreia
  • Alterações do apetite
  • Aumento da sensibilidade à luz
  • Palpitações
  • Pressão baixa
  • Confusão mental
  • Insônia
  • Ansiedade

Vale lembrar que os efeitos colaterais do Difenidol não significa necessariamente que você vai sentir esses sintomas. Em casos raros alguns sintomas podem aparecer,

ContraIndicações - Difenidol?

  • Não é recomendado em pacientes com hipersensibilidade ao difenidol ou a qualquer outro componente da fórmula;
  • Não deve ser utilizado em pacientes com glaucoma de ângulo fechado, obstrução pilórica, estenose pilórica, retenção urinária, obstrução do colo vesical ou megacólon;
  • Pode causar sonolência, tontura e visão turva, portanto, deve-se ter cautela ao dirigir ou operar máquinas;
  • Não deve ser utilizado durante a gravidez e a amamentação, a menos que seja estritamente necessário e sob orientação médica;
  • Não deve ser utilizado em crianças menores de 2 anos, a menos que seja prescrito por um médico;
  • Pode interagir com outros medicamentos, como antidepressivos, anti-histamínicos e tranquilizantes, portanto, é importante informar ao médico sobre todos os medicamentos em uso antes de iniciar o tratamento com difenidol;
  • Pode causar efeitos colaterais como boca seca, prisão de ventre, náusea, vômito, dor de cabeça e aumento da pressão arterial.

Como Usar Difenidol

Difenidol é um medicamento antivertiginoso e antiemético geralmente prescrito para prevenir e tratar tonturas, náuseas e vômitos. A dosagem e a forma de administração do medicamento variam de acordo com a prescrição médica. Normalmente, é administrado por via oral, seguindo as instruções do médico ou farmacêutico. É importante seguir corretamente as recomendações de dosagem e não exceder a dose prescrita. Além disso, é fundamental estar ciente dos possíveis efeitos colaterais e interações com outros medicamentos. Sempre consulte um profissional de saúde antes de utilizar o Difenidol.

Média de Preço do Difenidol - Quanto Custa?

Abaixo temos uma lista com a média de preço do Difenidol em diferentes países, levando em consideração que esse valor pode estar bem diferente da realidade, com uma margem de erro de 50% a 100% mais caro ou mais barato.

  • Brazil: R$ 30,00
  • EUA: $10,00
  • Euro: €8,00

Os preços do Difenidol podem ter diferenças gritantes de um país para o outro, dependendo da sua política de preços e volatilidade. Essa lista de preço é apenas para dar uma noção se o produto é caro ou barato na sua região.


FAQ - Perguntas e Respostas

O que é Difenidol?

O difenidol é um agente antiemético usado para a prevenção e tratamento sintomático de náusea e vômito associados a várias condições como doença de Meniere e cirurgia do ouvido médio e interno.

As informações do Difenidol são verdadeiras?

As informações sobre o medicamento contidas nessa página podem não refletir total realidade, visto que pesquisas são atualizadas constantemente e informações podem divergir de diferentes bancos de dados, por esse motivo recomendamos consultar sempre a bula do medicamento e utilizar apenas com auxilio médico.

pt_BRPortuguese