Delorazepam - Informações

O Delorazepam é um benzodiazepínico utilizado para controlar distúrbios graves de ansiedade e insônia. Nessa página você tem acesso a todas as informações sobre Delorazepam, como indicações de uso, contraindicações, efeitos colaterais, informações químicas, preço, história, origem, efeitos e outros. 

Índice de Conteúdo
- Informações
- História
- Indicações
- Efeitos Colaterais
- Contra Indicações
- Como Usar
- Média de Preço
- Outras Substâncias
- FAQ

Informações Básicas do Delorazepam

Veja abaixo todos os detalhes e informações sobre Delorazepam:

  • Nome: Delorazepam
  • Nome em Inglês: Delorazepam
  • Nome Genérico:
  • Tipo: Experimental, Illicit
  • Fórmula Química: C15H10Cl2N2O

Informações Avançadas:

  • Nome químico: 7-chloro-5-(2-chlorophenyl)-1,3-dihydro-1,4-benzodiazepin-2-one
  • Fórmula molecular: C15H10Cl2N2O
  • Peso molecular: 312.16 g/mol
  • Classe terapêutica: Benzodiazepina
  • Mecanismo de ação: Ação agonista do receptor GABA-A (ácido gama-aminobutírico)
  • Forma de administração: Oral

Delorazepam - História, Descoberta e Origem

Delorazepam é um medicamento pertencente à classe dos benzodiazepínicos, utilizado principalmente como ansiolítico e sedativo. Foi desenvolvido na década de 1970 pela empresa italiana Menarini e está disponível em comprimidos e solução oral.

A história do Delorazepam começa com a descoberta dos benzodiazepínicos, uma classe de medicamentos que atuam no sistema nervoso central, produzindo efeitos ansiolíticos, sedativos, hipnóticos, relaxantes musculares e anticonvulsivantes. O primeiro benzodiazepínico, o clordiazepóxido, foi descoberto acidentalmente por Leo Sternbach, em 1955, na empresa farmacêutica Roche.

A partir dessa descoberta, muitos outros benzodiazepínicos foram desenvolvidos, incluindo o Delorazepam. Ele foi sintetizado pela primeira vez em 1972, por uma equipe de pesquisadores da empresa italiana Menarini, liderada pelo químico Giovanni Ragionieri. O objetivo era criar um novo ansiolítico que fosse mais potente e com menos efeitos colaterais do que os benzodiazepínicos já existentes.

Após vários estudos e testes, o Delorazepam foi lançado no mercado italiano em 1975, com o nome comercial de EN (sigla para "entactogena", referindo-se aos efeitos ansiolíticos e antidepressivos do medicamento). Desde então, ele tem sido amplamente utilizado na Europa e em outros países, como Brasil e Japão.

Além de ser utilizado no tratamento da ansiedade e insônia, o Delorazepam também é indicado para o alívio dos sintomas de abstinência alcoólica e como pré-medicação em procedimentos cirúrgicos. Sua ação é semelhante à de outros benzodiazepínicos, atuando nos receptores GABA do cérebro, aumentando a atividade inibitória do sistema nervoso central.

Apesar de ser considerado um medicamento seguro e eficaz, o Delorazepam pode causar alguns efeitos colaterais, como sonolência, tontura, confusão mental, fraqueza muscular e alterações na coordenação motora. Por isso, seu uso deve ser feito sob prescrição médica e com acompanhamento adequado.

Em resumo, a história e origem do Delorazepam estão diretamente ligadas à descoberta dos benzodiazepínicos e ao desenvolvimento de novos ansiolíticos. Hoje, ele é um medicamento amplamente utilizado no tratamento de diversos transtornos mentais, proporcionando alívio e melhora na qualidade de vida de muitas pessoas.

Indicações de uso - Delorazepam

Veja abaixo em quais ocasiões é recomendado o uso de Delorazepam:

  • Tratamento da ansiedade e distúrbios do sono
  • Alívio dos sintomas de abstinência em pacientes dependentes de álcool
  • Redução dos sintomas de ansiedade em pacientes com síndrome do pânico
  • Controle da agitação e irritabilidade em pacientes com transtornos psiquiátricos
  • Auxílio no tratamento de insônia em pacientes com transtornos de ansiedade
  • Indicado para pacientes com insônia crônica ou dificuldade em adormecer
  • Pode ser utilizado como medicação pré-anestésica em cirurgias
  • Ajuda no controle de tremores e convulsões em pacientes com epilepsia
  • Pode ser utilizado como relaxante muscular em casos de espasmos musculares
  • Indicado para pacientes com fobia social, transtorno obsessivo-compulsivo e transtorno de estresse pós-traumático

Efeitos Colaterais - Delorazepam

Veja abaixo alguns efeitos colaterais do Delorazepam

  • Dor de cabeça
  • Tonturas
  • Fadiga
  • Náuseas
  • Visão turva
  • Boca seca
  • Dor abdominal
  • Alterações de apetite
  • Alterações de humor
  • Insônia
  • Confusão mental
  • Convulsões

Vale lembrar que os efeitos colaterais do Delorazepam não significa necessariamente que você vai sentir esses sintomas. Em casos raros alguns sintomas podem aparecer,

ContraIndicações - Delorazepam?

  • Gravidez
  • Lactação
  • Hipersensibilidade ao delorazepam ou a qualquer outro componente da fórmula
  • Insuficiência respiratória grave
  • Insuficiência hepática grave
  • Miastenia gravis
  • Glaucoma de ângulo fechado
  • Distúrbios psicóticos graves
  • Depressão grave
  • Alcoolismo
  • Uso concomitante com outros depressores do sistema nervoso central

Como Usar Delorazepam

Delorazepam é um medicamento da classe dos benzodiazepínicos, utilizado principalmente no tratamento de transtornos de ansiedade e insônia. Ele atua no sistema nervoso central, aumentando a atividade do ácido gama-aminobutírico (GABA), um neurotransmissor que tem efeitos calmantes e relaxantes. Este medicamento deve ser utilizado apenas sob prescrição médica, seguindo as recomendações do profissional de saúde. Geralmente, a dose é individualizada de acordo com a condição do paciente e a resposta ao tratamento. É importante seguir as instruções sobre a dosagem e a duração do tratamento, pois o uso prolongado ou em doses elevadas pode levar à dependência e síndrome de abstinência. Delorazepam geralmente é administrado por via oral, na forma de comprimidos ou solução oral. Ele pode ser tomado com ou sem alimentos, conforme orientação médica. Em caso de esquecimento de uma dose, o ideal é tomar assim que se lembrar, mas nunca dupla dose para compensar a que foi esquecida. É importante não interromper o tratamento abruptamente, pois isso pode resultar em sintomas de abstinência. É fundamental evitar o consumo de álcool durante o tratamento com Delorazepam, pois a combinação pode potencializar os efeitos sedativos do medicamento e aumentar o risco de efeitos adversos. Este medicamento deve ser utilizado com cautela em pacientes idosos, devido ao risco aumentado de efeitos colaterais, e também em pessoas com histórico de abuso de substâncias. Como qualquer medicamento, Delorazepam pode causar efeitos colaterais, como sonolência, tontura, fraqueza, dor de cabeça, entre outros. Se ocorrerem efeitos adversos, é importante informar ao médico para avaliação. Por fim, é importante ressaltar que Delorazepam deve ser utilizado com acompanhamento médico, respeitando as orientações prescritas, para garantir o uso seguro e eficaz do medicamento.

Média de Preço do Delorazepam - Quanto Custa?

Abaixo temos uma lista com a média de preço do Delorazepam em diferentes países, levando em consideração que esse valor pode estar bem diferente da realidade, com uma margem de erro de 50% a 100% mais caro ou mais barato.

  • Brazil: R$ 50,00
  • EUA: $10,00
  • Euro: €8,00

Os preços do Delorazepam podem ter diferenças gritantes de um país para o outro, dependendo da sua política de preços e volatilidade. Essa lista de preço é apenas para dar uma noção se o produto é caro ou barato na sua região.


FAQ - Perguntas e Respostas

O que é Delorazepam?

O Delorazepam é um benzodiazepínico utilizado para controlar distúrbios graves de ansiedade e insônia.

As informações do Delorazepam são verdadeiras?

As informações sobre o medicamento contidas nessa página podem não refletir total realidade, visto que pesquisas são atualizadas constantemente e informações podem divergir de diferentes bancos de dados, por esse motivo recomendamos consultar sempre a bula do medicamento e utilizar apenas com auxilio médico.

pt_BRPortuguese