Cistina - Informações

A cisteína é um derivado oxidado do aminoácido cisteína encontrado em vários produtos nutricionais, tratamentos para acne e cremes para tratar lesões cervicais ou inflamações. Nessa página você tem acesso a todas as informações sobre Cistina, como indicações de uso, contraindicações, efeitos colaterais, informações químicas, preço, história, origem, efeitos e outros. 

Índice de Conteúdo
- Informações
- História
- Indicações
- Efeitos Colaterais
- Contra Indicações
- Como Usar
- Média de Preço
- Outras Substâncias
- FAQ

Informações Básicas do Cistina

Veja abaixo todos os detalhes e informações sobre Cistina:

  • Nome: Cistina
  • Nome em Inglês: Cystine
  • Nome Genérico:
  • Tipo:
  • Fórmula Química: C6H12N2O4S2

Informações Avançadas:

  • Nome químico: L-cystine
  • Formula molecular: C6H12N2O4S2
  • Peso molecular: 240.3 g/mol
  • Classe terapêutica: Suplemento nutricional
  • Mecanismo da ação: Antioxidante, precursor do glutationa
  • Forma de administração: Oral

Cistina - História, Descoberta e Origem

Cistina é um aminoácido que é uma molécula essencial para a formação de proteínas no nosso corpo. Ela é composta por dois aminoácidos, a cisteína e a cisteína, que se unem através de uma ligação chamada ponte dissulfeto.

A cistina foi descoberta pelo químico sueco William Hyde Wollaston em 1810, que a isolou a partir de uma pedra de cálculo biliar. Porém, foi só em 1899 que o químico alemão Emil Fischer conseguiu sintetizá-la em laboratório.

A cistina é encontrada em diversos tecidos do nosso corpo, como nos cabelos, unhas, pele e músculos. Ela também é um componente importante de algumas proteínas estruturais, como a queratina, que dá força e resistência aos cabelos e unhas.

Além disso, a cistina também tem um papel fundamental na produção de glutationa, um importante antioxidante que ajuda a proteger as células do estresse oxidativo e do envelhecimento precoce.

A deficiência de cistina pode causar diversos problemas de saúde, como queda de cabelo, fraqueza muscular, problemas de pele e unhas, e até mesmo distúrbios neurológicos. Por isso, é importante manter uma alimentação equilibrada e rica em proteínas para garantir a ingestão adequada desse aminoácido.

Em resumo, a cistina é um aminoácido essencial para a formação de proteínas e para a saúde do nosso corpo. Sua descoberta e sintetização em laboratório foram importantes avanços na área da química e da biologia, e seu papel na produção de glutationa e na estruturação de tecidos e proteínas é fundamental para manter nosso organismo funcionando corretamente.

Indicações de uso - Cistina

Veja abaixo em quais ocasiões é recomendado o uso de Cistina:

  • Serve como um aminoácido não essencial, o que significa que pode ser produzido pelo corpo humano, mas também pode ser obtido através da alimentação.
  • É um componente importante na formação de proteínas, ajudando na construção e reparo dos tecidos do corpo.
  • Pode ser utilizado como suplemento para melhorar a saúde do cabelo, pele e unhas.
  • Auxilia na desintoxicação do organismo, eliminando metais pesados e outras toxinas.
  • Pode ser benéfico para a saúde do sistema cardiovascular, ajudando a reduzir os níveis de colesterol e prevenindo doenças cardíacas.
  • Pode ajudar a fortalecer o sistema imunológico, combatendo infecções e doenças.
  • É recomendado para pessoas que seguem dietas vegetarianas ou veganas, pois é encontrado em alimentos de origem vegetal.
  • Pode ser utilizado como tratamento complementar para doenças como artrite, fibromialgia e síndrome do intestino irritável.
  • É indicado para atletas e praticantes de atividades físicas, pois ajuda na recuperação muscular e no aumento da resistência.
  • Pode ser usado como auxiliar no tratamento de doenças renais, pois ajuda a prevenir a formação de cálculos renais.

Efeitos Colaterais - Cistina

Veja abaixo alguns efeitos colaterais do Cistina

  • Dor de cabeça
  • Náusea
  • Vômito
  • Dor abdominal
  • Diarréia
  • Alteração no paladar
  • Tontura
  • Fadiga
  • Prurido (coceira)
  • Rash cutâneo (erupção na pele)
  • Urticária
  • Reações alérgicas
  • Distúrbios renais
  • Distúrbios hepáticos
  • Aumento da sensibilidade à luz solar
  • Dificuldade respiratória
  • Inchaço facial, lábios, língua ou garganta

Vale lembrar que os efeitos colaterais do Cistina não significa necessariamente que você vai sentir esses sintomas. Em casos raros alguns sintomas podem aparecer,

ContraIndicações - Cistina?

  • Gravidez: Cistina não deve ser consumida durante a gravidez, pois pode causar complicações para a mãe e o feto.
  • Alergia: Pessoas com alergia conhecida à cistina devem evitar o seu consumo.
  • Insuficiência renal: Indivíduos com insuficiência renal devem evitar o consumo de cistina, pois ela pode causar danos aos rins.
  • Doenças hepáticas: Pessoas com doenças hepáticas devem evitar o consumo de cistina, pois ela pode agravar a condição.
  • Doenças cardiovasculares: Cistina pode aumentar o risco de problemas cardiovasculares em pessoas com histórico de doenças cardíacas.
  • Interações medicamentosas: Cistina pode interagir com certos medicamentos, por isso é importante consultar um médico antes de consumi-la.

Como Usar Cistina

A cistina pode ser usada como suplemento dietético para promover a saúde do cabelo e das unhas, aumentar a imunidade e auxiliar na cicatrização de feridas. Geralmente é tomada na forma de cápsulas ou comprimidos, seguindo as instruções de dosagem do fabricante. Recomenda-se sempre consultar um profissional de saúde antes de iniciar qualquer suplementação.

Média de Preço do Cistina - Quanto Custa?

Abaixo temos uma lista com a média de preço do Cistina em diferentes países, levando em consideração que esse valor pode estar bem diferente da realidade, com uma margem de erro de 50% a 100% mais caro ou mais barato.

  • Brazil: R$ 50,00
  • EUA: $15,00
  • Euro: €10,00

Os preços do Cistina podem ter diferenças gritantes de um país para o outro, dependendo da sua política de preços e volatilidade. Essa lista de preço é apenas para dar uma noção se o produto é caro ou barato na sua região.


FAQ - Perguntas e Respostas

O que é Cistina?

A cisteína é um derivado oxidado do aminoácido cisteína encontrado em vários produtos nutricionais, tratamentos para acne e cremes para tratar lesões cervicais ou inflamações.

As informações do Cistina são verdadeiras?

As informações sobre o medicamento contidas nessa página podem não refletir total realidade, visto que pesquisas são atualizadas constantemente e informações podem divergir de diferentes bancos de dados, por esse motivo recomendamos consultar sempre a bula do medicamento e utilizar apenas com auxilio médico.

pt_BRPortuguese