Azul de tripan - Informações

O azul de tripano é um corante usado como um auxílio visualizador para manchar as membranas epiretiniais durante os procedimentos de vitrectomia cirúrgica oftálmica, facilitando assim a remoção do tecido. Nessa página você tem acesso a todas as informações sobre Azul de tripan, como indicações de uso, contraindicações, efeitos colaterais, informações químicas, preço, história, origem, efeitos e outros. 

Índice de Conteúdo
- Informações
- História
- Indicações
- Efeitos Colaterais
- Contra Indicações
- Como Usar
- Média de Preço
- Outras Substâncias
- FAQ

Informações Básicas do Azul de tripan

Veja abaixo todos os detalhes e informações sobre Azul de tripan:

  • Nome: Azul de tripan
  • Nome em Inglês: Trypan blue
  • Nome Genérico: Trypan blue free acid Commonly known or available as Trypan blue
  • Tipo: Small Molecule
  • Fórmula Química: C34H28N6O14S4

Informações Avançadas:

  • Nome Químico: Ácido 3-amino-5-[(E)-7'-{(formilamino-metil}amino]-3H-spiro[isobenzofurano-1,9'-xanthen]-3-ona trissódico
  • Fórmula Molecular: C34H24N6Na3O15S4
  • Peso Molecular: 873.8 g/mol
  • Classe Terapêutica: Corante vital utilizado em procedimentos de microscopia e em coloração de células mortas
  • Mecanismo da Ação: Interação com proteínas membranares de células mortas, resultando em coloração
  • Forma de Administração: Solução para injeção ou aplicação tópica

Azul de tripan - História, Descoberta e Origem

O Azul de Tripan é um corante utilizado em diversas áreas, como na indústria têxtil e alimentícia, mas sua origem está diretamente relacionada à área da saúde. Ele foi descoberto em 1904 pelo médico alemão Paul Ehrlich, que buscava uma maneira de identificar e diferenciar as células do sangue humano.

Ehrlich estava interessado em encontrar uma forma de diagnosticar doenças, como a malária, que eram transmitidas por meio de parasitas. Ele percebeu que esses parasitas possuíam uma afinidade por corantes, e então começou a pesquisar sobre substâncias que poderiam ser utilizadas para tingir as células do sangue e facilitar a identificação.

Após muitos experimentos, Ehrlich chegou ao Azul de Tripan, que é um corante sintético derivado do Tripan Blue, uma substância natural extraída da planta Tripanosoma brucei. Ele percebeu que esse corante tinha uma grande afinidade por células do sangue, o que o tornava ideal para o seu propósito.

O Azul de Tripan foi utilizado por Ehrlich para identificar e diferenciar as células vermelhas do sangue, branco e até mesmo as células cancerígenas. Sua descoberta foi de grande importância para a medicina, pois permitiu um diagnóstico mais preciso e rápido de diversas doenças.

Com o passar dos anos, o Azul de Tripan também passou a ser utilizado em outras áreas, como na microbiologia, onde é utilizado para tingir bactérias e facilitar sua identificação em amostras. Além disso, ele também é utilizado na indústria alimentícia para tingir alimentos, como balas e sorvetes, e na indústria têxtil para tingir tecidos.

Atualmente, o Azul de Tripan é produzido em laboratório e pode ser encontrado em forma de pó ou solução. Apesar de ter sido descoberto há mais de um século, ele ainda é amplamente utilizado e sua importância na área da saúde é inegável. Sem dúvidas, sua descoberta foi um grande marco na história da medicina e contribuiu significativamente para o avanço da ciência.

Indicações de uso - Azul de tripan

Veja abaixo em quais ocasiões é recomendado o uso de Azul de tripan:

  • Corante utilizado em microscopia para colorir células e tecidos;
  • Ajuda na identificação de células mortas ou em degeneração;
  • Pode ser usado como agente de contraste em técnicas de microscopia de fluorescência;
  • Pode ser utilizado em testes de viabilidade celular;
  • Útil em estudos de proliferação celular;
  • Indicado para coloração de tecidos em histologia e citologia;
  • Pode ser usado em diagnósticos médicos para identificar certas doenças;
  • Também utilizado em pesquisas científicas para estudo de processos celulares e moleculares;
  • Pode ser utilizado em experimentos com animais para identificar células marcadas ou transplantadas;
  • Ajuda na identificação de parasitas e bactérias em amostras biológicas.

Efeitos Colaterais - Azul de tripan

Veja abaixo alguns efeitos colaterais do Azul de tripan

  • Dor de cabeça
  • Náusea
  • Vômitos
  • Tontura
  • Visão borrada
  • Dor no local da injeção
  • Formação de hematomas
  • Coceira ou vermelhidão na pele
  • Alergia ou reação alérgica
  • Alterações na pressão arterial
  • Alterações nos batimentos cardíacos
  • Insuficiência respiratória
  • Convulsões
  • Coma
  • Reações anafiláticas

Vale lembrar que os efeitos colaterais do Azul de tripan não significa necessariamente que você vai sentir esses sintomas. Em casos raros alguns sintomas podem aparecer,

ContraIndicações - Azul de tripan?

  • Não deve ser utilizado em pacientes com hipersensibilidade ao corante azul de tripan ou a outros corantes triarilmetanos;
  • Não deve ser utilizado em pacientes com anemia hemolítica ou outras doenças hemolíticas;
  • Não deve ser utilizado em pacientes com glaucoma de ângulo fechado ou história de glaucoma agudo;
  • Não deve ser utilizado em pacientes com doenças hepáticas graves;
  • Não deve ser utilizado em pacientes com insuficiência renal grave;
  • Não deve ser utilizado em pacientes com discrasias sanguíneas ou distúrbios de coagulação;
  • Não deve ser utilizado em pacientes com doenças cardiovasculares graves, como infarto agudo do miocárdio ou insuficiência cardíaca descompensada;
  • Não deve ser utilizado em pacientes com hipotensão arterial grave;
  • Não deve ser utilizado em pacientes com histórico de convulsões;
  • Não deve ser utilizado em pacientes com hipotireoidismo não controlado;
  • Não deve ser utilizado em pacientes com doenças do sistema nervoso central, como esclerose múltipla ou epilepsia;
  • Não deve ser utilizado em pacientes com histórico de alcoolismo ou uso de drogas ilícitas;
  • Não deve ser utilizado em pacientes com gravidez ou lactação.

Como Usar Azul de tripan

O azul de tripan é comumente utilizado como corante em laboratórios de biologia e microscopia para corar células vivas e tecidos. Ele é aplicado para estudar a morfologia, estrutura e funções celulares, como a visualização de núcleos, organelas, citoplasma e outras estruturas celulares. Para utilizar o azul de tripan, uma solução aquosa diluída é preparada e adicionada às células ou tecidos. A coloração é feita por um curto período de tempo, geralmente alguns minutos, e o excesso de corante é removido por meio de lavagens com soluções adequadas. Após a coloração, as amostras são observadas ao microscópio para análise. O uso do azul de tripan oferece a vantagem de corar apenas as células ou estruturas vitais, sem matá-las, possibilitando a observação em tempo real de processos biológicos e interações celulares.

Média de Preço do Azul de tripan - Quanto Custa?

Abaixo temos uma lista com a média de preço do Azul de tripan em diferentes países, levando em consideração que esse valor pode estar bem diferente da realidade, com uma margem de erro de 50% a 100% mais caro ou mais barato.

  • Brazil: R$ 50,00
  • EUA: $ 15,00
  • Euro: € 13,00

Os preços do Azul de tripan podem ter diferenças gritantes de um país para o outro, dependendo da sua política de preços e volatilidade. Essa lista de preço é apenas para dar uma noção se o produto é caro ou barato na sua região.


FAQ - Perguntas e Respostas

O que é Azul de tripan?

O azul de tripano é um corante usado como um auxílio visualizador para manchar as membranas epiretiniais durante os procedimentos de vitrectomia cirúrgica oftálmica, facilitando assim a remoção do tecido.

As informações do Azul de tripan são verdadeiras?

As informações sobre o medicamento contidas nessa página podem não refletir total realidade, visto que pesquisas são atualizadas constantemente e informações podem divergir de diferentes bancos de dados, por esse motivo recomendamos consultar sempre a bula do medicamento e utilizar apenas com auxilio médico.

pt_BRPortuguese