Árnica-da-montanha - Informações

Planta medicinal conhecida por suas propriedades anti-inflamatórias e analgésicas. Nessa página você tem acesso a todas as informações sobre Árnica-da-montanha, como indicações de uso, contraindicações, efeitos colaterais, informações químicas, preço, história, origem, efeitos e outros. 

Índice de Conteúdo
- Informações
- História
- Indicações
- Efeitos Colaterais
- Contra Indicações
- Como Usar
- Média de Preço
- Outras Substâncias
- FAQ

Informações Básicas do Árnica-da-montanha

Veja abaixo todos os detalhes e informações sobre Árnica-da-montanha:

  • Nome: Árnica-da-montanha
  • Nome em Inglês: Arnica montana
  • Nome Genérico:
  • Tipo: Arnica (Arnica Montana) Arnica Flower Oil Arnica Tincture European Arnica Whole Leopard's Bane Whole Mountain Arnica Mountain Arnica Whole Mountain Tobacco Whole
  • Fórmula Química:

Informações Avançadas:

  • Nome químico: Heterósidos flavônicos
  • Formula molecular: C22H30O13
  • Peso molecular: 486.47 g/mol
  • Classe terapêutica: Anti-inflamatório natural
  • Mecanismo da ação: Inibição da produção de prostaglandinas
  • Forma de administração: Tópica

Árnica-da-montanha - História, Descoberta e Origem

A árnica-da-montanha, também conhecida como Arnica montana, é uma planta medicinal pertencente à família Asteraceae. Ela é encontrada principalmente nas regiões montanhosas da Europa, Ásia e América do Norte.

A origem do nome "árnica" vem do grego "arnakis", que significa "cordeiro", pois suas flores amarelas lembram o pelo de um cordeiro. Já o termo "montana" se refere às montanhas onde a planta é encontrada. Em inglês, ela é conhecida como "mountain tobacco", devido ao seu sabor amargo semelhante ao do tabaco.

A planta é conhecida por suas propriedades medicinais há séculos. Na Idade Média, ela era utilizada como remédio para tratar contusões, dores musculares, ferimentos e infecções. No entanto, seu uso foi se popularizando ao longo dos anos e hoje é encontrada em diversas formas, como pomadas, óleos, tinturas e comprimidos.

A árnica-da-montanha é rica em compostos ativos, como os flavonoides, que possuem ação anti-inflamatória e antioxidante, e as lactonas sesquiterpênicas, que possuem propriedades analgésicas e antissépticas. Por isso, ela é amplamente utilizada para tratar lesões musculares, entorses, contusões, hematomas, dores reumáticas e até mesmo picadas de insetos.

Além disso, a planta também é utilizada em tratamentos estéticos, como para melhorar a aparência de cicatrizes e reduzir o inchaço e a vermelhidão da pele.

Apesar de seus benefícios, é importante ressaltar que a árnica-da-montanha deve ser utilizada com cautela e sempre sob orientação médica. Em altas doses, ela pode causar efeitos colaterais, como irritação na pele e problemas gastrointestinais. Além disso, seu uso é contraindicado para mulheres grávidas e lactantes.

Em resumo, a árnica-da-montanha é uma planta com uma longa história de uso medicinal, que continua sendo utilizada até hoje devido às suas propriedades terapêuticas comprovadas. No entanto, é importante sempre buscar orientação profissional antes de utilizá-la e seguir as indicações de uso corretamente.

Indicações de uso - Árnica-da-montanha

Veja abaixo em quais ocasiões é recomendado o uso de Árnica-da-montanha:

  • Tratamento de lesões e contusões
  • Alívio de dores musculares e articulares
  • Cicatrização de feridas
  • Combate à inflamação
  • Redução de hematomas
  • Auxílio no tratamento de artrite e reumatismo
  • Melhora da circulação sanguínea
  • Prevenção de edemas
  • Alívio de dores de cabeça e enxaquecas
  • Tratamento de queimaduras leves

Efeitos Colaterais - Árnica-da-montanha

Veja abaixo alguns efeitos colaterais do Árnica-da-montanha

Efeitos Colaterais do Árnica-da-montanha Efeitos Colaterais do Árnica-da-montanha
  • Irritação na pele
  • Coceira
  • Vermelhidão
  • Inflamação
  • Dor de cabeça
  • Náusea
  • Vômito
  • Tontura
  • Pressão baixa
  • Problemas respiratórios
  • Alergias
  • Reações alérgicas graves (anafilaxia)
  • Aumento da sensibilidade ao sol
  • Alterações na pressão arterial
  • Problemas no fígado
  • Problemas no coração
  • Distúrbios no sistema nervoso
  • Distúrbios gastrointestinais
  • Distúrbios renais
  • Distúrbios hormonais

Vale lembrar que os efeitos colaterais do Árnica-da-montanha não significa necessariamente que você vai sentir esses sintomas. Em casos raros alguns sintomas podem aparecer,

ContraIndicações - Árnica-da-montanha?

  • Pessoas com hipersensibilidade a plantas da família Asteraceae
  • Grávidas
  • Lactantes
  • Não deve ser aplicada em feridas abertas ou pele lesionada
  • Uso interno pode causar irritação gastrointestinal e vômitos

Como Usar Árnica-da-montanha

A árnica-da-montanha pode ser usada topicamente aplicando uma pequena quantidade de pomada ou gel na área afetada, seguindo as instruções do produto. Não deve ser ingerida. Recomenda-se seguir as instruções do fabricante e consultar um profissional de saúde antes de usar.

Média de Preço do Árnica-da-montanha - Quanto Custa?

Abaixo temos uma lista com a média de preço do Árnica-da-montanha em diferentes países, levando em consideração que esse valor pode estar bem diferente da realidade, com uma margem de erro de 50% a 100% mais caro ou mais barato.

  • Brazil: R$ 30,00
  • EUA: $15,00
  • Euro: €10,00

Os preços do Árnica-da-montanha podem ter diferenças gritantes de um país para o outro, dependendo da sua política de preços e volatilidade. Essa lista de preço é apenas para dar uma noção se o produto é caro ou barato na sua região.


FAQ - Perguntas e Respostas

O que é Árnica-da-montanha?

Planta medicinal conhecida por suas propriedades anti-inflamatórias e analgésicas.

As informações do Árnica-da-montanha são verdadeiras?

As informações sobre o medicamento contidas nessa página podem não refletir total realidade, visto que pesquisas são atualizadas constantemente e informações podem divergir de diferentes bancos de dados, por esse motivo recomendamos consultar sempre a bula do medicamento e utilizar apenas com auxilio médico.

pt_BRPortuguese