Antipirina - Informações

A antipirina é um agente antipirético utilizado para o tratamento sintomático da otite média aguda, mais comumente em combinação com benzocaína. Nessa página você tem acesso a todas as informações sobre Antipirina, como indicações de uso, contraindicações, efeitos colaterais, informações químicas, preço, história, origem, efeitos e outros. 

Índice de Conteúdo
- Informações
- História
- Indicações
- Efeitos Colaterais
- Contra Indicações
- Como Usar
- Média de Preço
- Outras Substâncias
- FAQ

Informações Básicas do Antipirina

Veja abaixo todos os detalhes e informações sobre Antipirina:

  • Nome: Antipirina
  • Nome em Inglês: Antipyrine
  • Nome Genérico:
  • Tipo:
  • Fórmula Química: C11H12N2O

Informações Avançadas:

  • Nome químico: Phenazone
  • Formula molecular: C11H12N2O
  • Peso molecular: 188.229 g/mol
  • Classe terapêutica: Analgésico e antipirético
  • Mecanismo da ação: Inibição da síntese de prostaglandinas
  • Forma de administração: Oral, tópica, injetável

Antipirina - História, Descoberta e Origem

Antipirina, também conhecida como fenil dimetil pirazolona, é um medicamento utilizado para aliviar a dor e reduzir a febre. Foi descoberta em 1883 pelo químico alemão Ludwig Knorr.

A história da antipirina começa com a descoberta do ácido pirazolônico pelo químico alemão Hermann Emil Fischer em 1882. Fischer percebeu que essa substância tinha propriedades analgésicas e antipiréticas, ou seja, era capaz de aliviar a dor e reduzir a febre.

No ano seguinte, Ludwig Knorr, que trabalhava no laboratório de Fischer, sintetizou a antipirina a partir do ácido pirazolônico. Knorr notou que a nova substância era mais eficaz do que o ácido original, além de ser menos tóxica e mais solúvel em água.

Antipirina foi patenteada em 1884 e começou a ser comercializada pela empresa farmacêutica alemã Bayer em 1887. Foi um grande sucesso, sendo considerada o primeiro medicamento moderno para alívio da dor e redução da febre.

Com o passar dos anos, a antipirina foi sendo utilizada para tratar diversas condições, como dores de cabeça, enxaquecas, dores musculares e articulares, e até mesmo como anestésico local. No entanto, seu uso foi diminuindo com o surgimento de outros medicamentos mais eficazes e seguros.

Hoje, a antipirina ainda é utilizada em alguns países, mas geralmente como parte de uma combinação de medicamentos para tratar sintomas de resfriados e gripes, ou como analgésico e antipirético em casos de alergias e inflamações. Porém, é importante ressaltar que seu uso deve ser feito apenas sob orientação médica, pois ela pode causar efeitos colaterais como náuseas, vômitos e reações alérgicas em algumas pessoas.

Em resumo, a antipirina é um medicamento com uma história longa e importante na medicina. Seu papel como analgésico e antipirético foi fundamental para o desenvolvimento de outros medicamentos mais eficazes, e seu legado ainda é sentido até hoje.

Indicações de uso - Antipirina

Veja abaixo em quais ocasiões é recomendado o uso de Antipirina:

  • Tratamento de dores de cabeça
  • Alívio de dores musculares
  • Redução de febre
  • Tratamento de inflamações
  • Alívio de dores de dente
  • Tratamento de enxaquecas
  • Indicado para adultos e crianças acima de 3 meses de idade
  • Pode ser usado em casos de resfriados e gripes
  • Recomendado para dores pós-operatórias
  • Pode ser usado em conjunto com outros medicamentos, como analgésicos e anti-inflamatórios

Efeitos Colaterais - Antipirina

Veja abaixo alguns efeitos colaterais do Antipirina

  • Dor de cabeça
  • Náuseas
  • Vômitos
  • Dor abdominal
  • Diarreia
  • Reações alérgicas (coceira, vermelhidão na pele, inchaço)
  • Tontura
  • Sonolência
  • Confusão mental
  • Problemas de visão
  • Insônia
  • Pele seca
  • Febre
  • Alteração na pressão arterial
  • Palpitações
  • Arritmia cardíaca
  • Fadiga
  • Perda de apetite
  • Irritação no local da aplicação (para o uso tópico)

Vale lembrar que os efeitos colaterais do Antipirina não significa necessariamente que você vai sentir esses sintomas. Em casos raros alguns sintomas podem aparecer,

ContraIndicações - Antipirina?

  • Não deve ser usada em pessoas com hipersensibilidade à Antipirina ou a qualquer um dos componentes da fórmula.
  • Não deve ser usada em casos de doenças hepáticas ou renais graves.
  • Deve ser evitada em mulheres grávidas ou amamentando, a menos que seja recomendada pelo médico.
  • Pode interagir com outros medicamentos, por isso é importante informar ao médico sobre todos os medicamentos em uso.

Como Usar Antipirina

A Antipirina é um medicamento utilizado para reduzir a febre e aliviar dores leves a moderadas. Geralmente, é administrada por via oral na forma de comprimidos, seguindo a dosagem e as instruções do médico ou as recomendações da bula do medicamento. É importante não exceder a dose recomendada e consultar um profissional de saúde se houver dúvidas sobre o uso da Antipirina.

Média de Preço do Antipirina - Quanto Custa?

Abaixo temos uma lista com a média de preço do Antipirina em diferentes países, levando em consideração que esse valor pode estar bem diferente da realidade, com uma margem de erro de 50% a 100% mais caro ou mais barato.

  • Brazil: R$ 20,00
  • EUA: $5.00
  • Euro: €4,50

Os preços do Antipirina podem ter diferenças gritantes de um país para o outro, dependendo da sua política de preços e volatilidade. Essa lista de preço é apenas para dar uma noção se o produto é caro ou barato na sua região.


FAQ - Perguntas e Respostas

O que é Antipirina?

A antipirina é um agente antipirético utilizado para o tratamento sintomático da otite média aguda, mais comumente em combinação com benzocaína.

As informações do Antipirina são verdadeiras?

As informações sobre o medicamento contidas nessa página podem não refletir total realidade, visto que pesquisas são atualizadas constantemente e informações podem divergir de diferentes bancos de dados, por esse motivo recomendamos consultar sempre a bula do medicamento e utilizar apenas com auxilio médico.

pt_BRPortuguese