Ampicilina - Informações

A ampicilina é um derivado da penicilina usado para o tratamento de uma variedade de infecções causadas por bactérias gram-positivas e gram-negativas, bem como alguns anaeróbios. Nessa página você tem acesso a todas as informações sobre Ampicilina, como indicações de uso, contraindicações, efeitos colaterais, informações químicas, preço, história, origem, efeitos e outros. 

Índice de Conteúdo
- Informações
- História
- Indicações
- Efeitos Colaterais
- Contra Indicações
- Como Usar
- Média de Preço
- Outras Substâncias
- FAQ

Informações Básicas do Ampicilina

Veja abaixo todos os detalhes e informações sobre Ampicilina:

  • Nome: Ampicilina
  • Nome em Inglês: Ampicillin
  • Nome Genérico: Ampicillin
  • Tipo: Small Molecule
  • Fórmula Química: C16H19N3O4S

Informações Avançadas:

  • Nome químico: 6-[D(-)-α-aminophenylacetamido]penicillanic acid
  • Formula molecular: C16H19N3O4S
  • Peso molecular: 349.41 g/mol
  • Classe terapêutica: Antibiótico beta-lactâmico
  • Mecanismo da ação: Inibe a biossíntese da parede celular bacteriana
  • Forma de administração: Oral ou intravenosa

Ampicilina - História, Descoberta e Origem

Ampicilina é um antibiótico do grupo das penicilinas, utilizado para o tratamento de infecções bacterianas. Sua descoberta e desenvolvimento foram frutos de pesquisas realizadas na década de 1950 pela empresa farmacêutica britânica Beecham, que buscava um medicamento mais eficaz contra bactérias resistentes à penicilina.

Ampicilina é uma versão modificada da penicilina, contendo um grupo amino adicional que aumenta sua ação contra uma ampla gama de bactérias, incluindo aquelas que produzem uma enzima chamada beta-lactamase, responsável pela resistência à penicilina.

Ampicilina foi lançada no mercado em 1961 e rapidamente se tornou um dos antibióticos mais prescritos em todo o mundo. Sua eficácia contra infecções como pneumonia, infecções do trato urinário e infecções de pele a tornaram uma escolha popular entre médicos e pacientes.

Com o passar dos anos, surgiram outras versões da ampicilina, incluindo a amoxicilina, que é mais bem absorvida pelo organismo e tem uma ação mais prolongada. Esses medicamentos são frequentemente prescritos para tratar infecções bacterianas em crianças e adultos.

Apesar de sua eficácia, a ampicilina pode causar efeitos colaterais, como diarreia, náusea, vômito e reações alérgicas em alguns pacientes. Além disso, o uso indiscriminado de antibióticos, incluindo a ampicilina, pode levar ao desenvolvimento de bactérias resistentes, tornando o tratamento mais difícil.

Hoje em dia, a ampicilina é amplamente utilizada em hospitais e clínicas para tratar infecções graves, mas seu uso deve ser feito com cautela e sob prescrição médica. É importante seguir corretamente as instruções de uso e não interromper o tratamento antes do tempo recomendado, para evitar a recorrência da infecção e o surgimento de bactérias resistentes.

Indicações de uso - Ampicilina

Veja abaixo em quais ocasiões é recomendado o uso de Ampicilina:

  • Tratamento de infecções bacterianas
  • Indicado para infecções do trato respiratório, urinário, gastrointestinal e de pele
  • Pode ser usado em conjunto com outros antibióticos para tratar infecções mais graves
  • Também é eficaz contra algumas infecções sexualmente transmissíveis, como gonorreia e clamídia
  • Pode ser usado para prevenir infecções em pacientes com baixa imunidade, como pessoas com HIV ou que passaram por transplante de órgãos
  • Deve ser utilizado com cautela em pessoas com alergia a penicilina ou com histórico de problemas no fígado ou rins
  • É um medicamento de prescrição médica e deve ser usado somente sob orientação e supervisão de um profissional de saúde

Efeitos Colaterais - Ampicilina

Veja abaixo alguns efeitos colaterais do Ampicilina

  • Diarreia
  • Náusea
  • Vômito
  • Perda de apetite
  • Dor de estômago
  • Dor de cabeça
  • Erupções cutâneas
  • Coceira
  • Dificuldade para respirar
  • Sangue na urina
  • Febre
  • Tontura
  • Fraqueza

Vale lembrar que os efeitos colaterais do Ampicilina não significa necessariamente que você vai sentir esses sintomas. Em casos raros alguns sintomas podem aparecer,

ContraIndicações - Ampicilina?

  • Doenças do trato gastrointestinal, em particular colite associada ao uso de antibióticos;
  • Alergia a penicilinas ou cefalosporinas;
  • Doenças renais ou hepáticas graves;
  • Uso simultâneo de contraceptivos orais;
  • Gravidez e amamentação.

Como Usar Ampicilina

A ampicilina é um antibiótico e deve ser usado apenas sob prescrição médica. Geralmente é administrada por via oral, com ou sem alimentos, conforme orientação do médico. É importante seguir a dose prescrita e a duração do tratamento. Se esquecer uma dose, tome-a assim que lembrar, mas não tome duas doses de uma vez. Siga todas as orientações do médico e da bula do medicamento. Se tiver dúvidas, consulte um profissional de saúde.

Média de Preço do Ampicilina - Quanto Custa?

Abaixo temos uma lista com a média de preço do Ampicilina em diferentes países, levando em consideração que esse valor pode estar bem diferente da realidade, com uma margem de erro de 50% a 100% mais caro ou mais barato.

  • Brazil: R$ 20,00
  • EUA: $5.00
  • Euro: €4.00

Os preços do Ampicilina podem ter diferenças gritantes de um país para o outro, dependendo da sua política de preços e volatilidade. Essa lista de preço é apenas para dar uma noção se o produto é caro ou barato na sua região.


FAQ - Perguntas e Respostas

O que é Ampicilina?

A ampicilina é um derivado da penicilina usado para o tratamento de uma variedade de infecções causadas por bactérias gram-positivas e gram-negativas, bem como alguns anaeróbios.

As informações do Ampicilina são verdadeiras?

As informações sobre o medicamento contidas nessa página podem não refletir total realidade, visto que pesquisas são atualizadas constantemente e informações podem divergir de diferentes bancos de dados, por esse motivo recomendamos consultar sempre a bula do medicamento e utilizar apenas com auxilio médico.

pt_BRPortuguese