Amifostina - Informações

O amifostine é um adjuvante citoprotetor utilizado para reduzir a toxicidade renal cumulativa em pacientes com câncer de ovário e para tratar a xerostomia moderada a grave em pacientes submetidos a radioterapia pós-operatória para câncer de cabeça e pescoço. Nessa página você tem acesso a todas as informações sobre Amifostina, como indicações de uso, contraindicações, efeitos colaterais, informações químicas, preço, história, origem, efeitos e outros. 

Índice de Conteúdo
- Informações
- História
- Indicações
- Efeitos Colaterais
- Contra Indicações
- Como Usar
- Média de Preço
- Outras Substâncias
- FAQ

Informações Básicas do Amifostina

Veja abaixo todos os detalhes e informações sobre Amifostina:

  • Nome: Amifostina
  • Nome em Inglês: Amifostine
  • Nome Genérico: Amifostine
  • Tipo: Small Molecule
  • Fórmula Química: C5H15N2O3PS

Informações Avançadas:

  • Nome químico: ethiofos
  • Formula molecular: C5H15N2O3PS
  • Peso molecular: 214.22 g/mol
  • Classe terapêutica: agente protetor do tecido normal
  • Mecanismo da ação: protege as células normais contra os efeitos colaterais de certos agentes de quimioterapia
  • Forma de administração: intravenosa

Amifostina - História, Descoberta e Origem

A amifostina é um fármaco utilizado na medicina para reduzir os efeitos colaterais da radioterapia e quimioterapia em pacientes com câncer. Também é conhecida pelo nome comercial de Ethyol.

Sua origem remonta aos anos 1940, quando pesquisadores russos descobriram que certas substâncias poderiam proteger os tecidos saudáveis do corpo contra os danos causados pela radiação. A partir dessa descoberta, começaram a ser desenvolvidos compostos que pudessem ser utilizados como radioprotetores.

Foi somente na década de 1950 que a amifostina foi sintetizada pela primeira vez por cientistas alemães, que estavam buscando uma forma de proteger os soldados contra a radiação em caso de um ataque nuclear. Porém, seu uso foi limitado devido a sua toxicidade.

Nos anos 1980, a amifostina foi redescoberta por pesquisadores americanos, que viram seu potencial como protetor contra os efeitos colaterais da radioterapia e quimioterapia em pacientes com câncer. Em 1995, foi aprovada pelo FDA (Food and Drug Administration) para uso clínico nos Estados Unidos.

A amifostina funciona como um agente antioxidante, protegendo as células saudáveis do corpo contra os danos causados pelos radicais livres produzidos durante o tratamento do câncer. Além disso, também é capaz de reduzir a toxicidade de certos quimioterápicos, permitindo que os pacientes possam receber doses mais altas do medicamento.

Apesar de ser um fármaco amplamente utilizado, a amifostina não está livre de efeitos colaterais, como náuseas, vômitos e hipotensão. Por isso, seu uso deve ser sempre acompanhado por um médico e realizado com cautela.

Atualmente, a amifostina é considerada um importante aliado no tratamento do câncer, ajudando a melhorar a qualidade de vida dos pacientes e aumentando suas chances de cura. Seu uso tem sido ampliado para outras condições, como a síndrome do desconforto respiratório agudo e a síndrome do desconforto respiratório do adulto.

Indicações de uso - Amifostina

Veja abaixo em quais ocasiões é recomendado o uso de Amifostina:

  • Tratamento de toxicidade causada por quimioterapia ou radioterapia
  • Prevenção de danos renais causados por altas doses de quimioterapia
  • Redução de xerostomia (boca seca) causada por radioterapia na região da cabeça e pescoço
  • Proteção contra danos oxidativos em casos de envenenamento por cianeto
  • Proteção contra danos oxidativos em casos de exposição à radiação ionizante
  • Indicado para pacientes com tumores de cabeça e pescoço, pulmão, mama, entre outros
  • Pode ser utilizado em pacientes pediátricos e idosos
  • Disponível em forma de solução injetável ou comprimidos orais
  • Deve ser administrado sob supervisão médica
  • Pode causar efeitos colaterais como náuseas, vômitos, tontura, entre outros

Efeitos Colaterais - Amifostina

Veja abaixo alguns efeitos colaterais do Amifostina

  • Dor de cabeça
  • Náusea
  • Vômito
  • Tontura
  • Suor excessivo
  • Perda de apetite
  • Fraqueza
  • Dor abdominal
  • Alterações na pressão arterial
  • Mudanças nos níveis de açúcar no sangue
  • Insônia
  • Sensação de queimação na pele

Vale lembrar que os efeitos colaterais do Amifostina não significa necessariamente que você vai sentir esses sintomas. Em casos raros alguns sintomas podem aparecer,

ContraIndicações - Amifostina?

  • Distrofia miotônica
  • Doença de Parkinson
  • História de convulsões
  • Insuficiência renal
  • Insuficiência hepática
  • Diabetes mellitus

Como Usar Amifostina

O Amifostina é geralmente administrado por via injetável, sob a supervisão de um profissional de saúde. A dosagem e a frequência do medicamento são determinadas pelo médico, de acordo com as necessidades do paciente. Geralmente, o medicamento é administrado antes de certos tratamentos de radiação ou quimioterapia para reduzir os efeitos colaterais. Sempre siga as instruções do seu médico e da bula do medicamento ao usar o Amifostina.

Média de Preço do Amifostina - Quanto Custa?

Abaixo temos uma lista com a média de preço do Amifostina em diferentes países, levando em consideração que esse valor pode estar bem diferente da realidade, com uma margem de erro de 50% a 100% mais caro ou mais barato.

  • Brazil: R$ XXX,XX
  • EUA: $ XXX.XX
  • Euro: € XXX,XX

Os preços do Amifostina podem ter diferenças gritantes de um país para o outro, dependendo da sua política de preços e volatilidade. Essa lista de preço é apenas para dar uma noção se o produto é caro ou barato na sua região.


FAQ - Perguntas e Respostas

O que é Amifostina?

O amifostine é um adjuvante citoprotetor utilizado para reduzir a toxicidade renal cumulativa em pacientes com câncer de ovário e para tratar a xerostomia moderada a grave em pacientes submetidos a radioterapia pós-operatória para câncer de cabeça e pescoço.

As informações do Amifostina são verdadeiras?

As informações sobre o medicamento contidas nessa página podem não refletir total realidade, visto que pesquisas são atualizadas constantemente e informações podem divergir de diferentes bancos de dados, por esse motivo recomendamos consultar sempre a bula do medicamento e utilizar apenas com auxilio médico.

pt_BRPortuguese