Adenosina - Informações

A adenosina é um medicamento utilizado na cintilografia de perfusão miocárdica e no tratamento da taquicardia supraventricular. Nessa página você tem acesso a todas as informações sobre Adenosina, como indicações de uso, contraindicações, efeitos colaterais, informações químicas, preço, história, origem, efeitos e outros. 

Índice de Conteúdo
- Informações
- História
- Indicações
- Efeitos Colaterais
- Contra Indicações
- Como Usar
- Média de Preço
- Outras Substâncias
- FAQ

Informações Básicas do Adenosina

Veja abaixo todos os detalhes e informações sobre Adenosina:

  • Nome: Adenosina
  • Nome em Inglês: Adenosine
  • Nome Genérico: Adenosine
  • Tipo: Small Molecule
  • Fórmula Química: C10H13N5O4

Informações Avançadas:

  • Nome químico: 9-(β-D-ribofuranosil)adenina
  • Formula molecular: C10H13N5O4
  • Peso molecular: 267.24 g/mol
  • Classe terapêutica: Cardiovascular Agent
  • Mecanismo da ação: Agonista dos receptores de adenosina
  • Forma de administração: Oral, intravenosa, intramuscular

Adenosina - História, Descoberta e Origem

Adenosina é um nucleosídeo formado pela ligação entre o açúcar ribose e a base nitrogenada adenina. Ela é considerada uma das moléculas mais importantes para o funcionamento do nosso organismo, desempenhando diversas funções essenciais para a vida.

A história da adenosina começa em 1929, quando o bioquímico americano Phoebus Levene descobriu que a molécula de adenosina era formada pela união de uma base nitrogenada com um açúcar. A partir disso, outros cientistas começaram a estudar as propriedades da adenosina e descobriram que ela era encontrada em todas as células vivas e desempenhava um papel crucial no metabolismo celular.

Nos anos 50, os cientistas descobriram que a adenosina era um importante componente do ATP (adenosina trifosfato), molécula responsável por armazenar e fornecer energia para as células. Além disso, também foi descoberto que a adenosina era um neurotransmissor, ou seja, uma substância química que transmitia sinais entre os neurônios.

Com o avanço das pesquisas, foi descoberto que a adenosina também desempenha um papel fundamental no sistema cardiovascular. Ela atua como um vasodilatador, dilatando os vasos sanguíneos e melhorando o fluxo de sangue para os tecidos. Além disso, a adenosina também está envolvida no processo de coagulação do sangue e no controle da pressão arterial.

Outro papel importante da adenosina é no sistema imunológico. Ela é responsável por regular a atividade das células do sistema imunológico, ajudando a combater infecções e inflamações.

Por fim, a adenosina também é conhecida por seu papel no sono e na regulação do ritmo circadiano. Ela é responsável por induzir o sono e manter o estado de vigília durante o dia.

Em resumo, a adenosina é uma molécula essencial para o funcionamento do nosso organismo, desempenhando diversas funções vitais. Seu estudo e compreensão são fundamentais para o avanço da ciência e o desenvolvimento de novos tratamentos para doenças que envolvem essa molécula.

Indicações de uso - Adenosina

Veja abaixo em quais ocasiões é recomendado o uso de Adenosina:

  • Para tratamento de arritmias cardíacas
  • Para reversão de taquicardia supraventricular paroxística
  • Para reverter os efeitos negativos da overdose de drogas estimulantes, como a cocaína
  • Para tratar a síndrome de Wolff-Parkinson-White
  • Para ajudar a restaurar o ritmo cardíaco normal após uma cirurgia cardíaca
  • Para reduzir a frequência cardíaca em casos de fibrilação atrial
  • Para aliviar os sintomas da angina de peito
  • Para melhorar a perfusão coronariana em casos de doença arterial coronariana
  • Para auxiliar no diagnóstico de doenças cardíacas através do teste de estresse com adenosina

Efeitos Colaterais - Adenosina

Veja abaixo alguns efeitos colaterais do Adenosina

  • Alterações na frequência cardíaca
  • Pressão arterial baixa
  • Palpitações
  • Tontura
  • Náuseas
  • Formigamento ou dormência nos braços, mãos, pernas ou pés
  • Dor de cabeça
  • Rubor facial
  • Fraqueza muscular
  • Insônia

Vale lembrar que os efeitos colaterais do Adenosina não significa necessariamente que você vai sentir esses sintomas. Em casos raros alguns sintomas podem aparecer,

ContraIndicações - Adenosina?

  • Bradicardia sinusal grave
  • Bloqueio atrioventricular de segundo ou terceiro grau
  • Bloqueio sinoatrial
  • Síndrome do nó sinusal
  • Asma grave
  • Doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC)
  • Insuficiência cardíaca descompensada
  • Doença arterial coronariana grave
  • Doença cardíaca isquêmica
  • Hipotensão arterial
  • Choque cardiogênico
  • Intoxicação por cafeína
  • Hipersensibilidade à adenosina ou a qualquer componente da fórmula

Como Usar Adenosina

A adenosina é normalmente usada como medicamento intravenoso. O uso correto do medicamento e a dosagem recomendada devem ser determinados por um médico, pois dependem da condição médica específica do paciente. Geralmente, a adenosina é administrada por profissionais de saúde em um ambiente clínico, como um hospital ou consultório médico, de acordo com as orientações do médico. Não é recomendado usar a adenosina sem orientação médica.

Média de Preço do Adenosina - Quanto Custa?

Abaixo temos uma lista com a média de preço do Adenosina em diferentes países, levando em consideração que esse valor pode estar bem diferente da realidade, com uma margem de erro de 50% a 100% mais caro ou mais barato.

  • Brazil: R$ 50,00 por dose
  • EUA: $10,00 por dose
  • Euro: €8,00 por dose

Os preços do Adenosina podem ter diferenças gritantes de um país para o outro, dependendo da sua política de preços e volatilidade. Essa lista de preço é apenas para dar uma noção se o produto é caro ou barato na sua região.


FAQ - Perguntas e Respostas

O que é Adenosina?

A adenosina é um medicamento utilizado na cintilografia de perfusão miocárdica e no tratamento da taquicardia supraventricular.

As informações do Adenosina são verdadeiras?

As informações sobre o medicamento contidas nessa página podem não refletir total realidade, visto que pesquisas são atualizadas constantemente e informações podem divergir de diferentes bancos de dados, por esse motivo recomendamos consultar sempre a bula do medicamento e utilizar apenas com auxilio médico.

pt_BRPortuguese