Acetohexamida - Informações

Acetohexamida é um medicamento antidiabético oral que atua estimulando a produção de insulina pelo pâncreas. Nessa página você tem acesso a todas as informações sobre Acetohexamida, como indicações de uso, contraindicações, efeitos colaterais, informações químicas, preço, história, origem, efeitos e outros. 

Índice de Conteúdo
- Informações
- História
- Indicações
- Efeitos Colaterais
- Contra Indicações
- Como Usar
- Média de Preço
- Outras Substâncias
- FAQ

Informações Básicas do Acetohexamida

Veja abaixo todos os detalhes e informações sobre Acetohexamida:

  • Nome: Acetohexamida
  • Nome em Inglês: Acetohexamide
  • Nome Genérico:
  • Tipo:
  • Fórmula Química: C15H20N2O4S

Informações Avançadas:

  • Nome químico: Acetohexamide
  • Formula molecular: C15H20N2O3S
  • Peso molecular: 312.4 g/mol
  • Classe terapêutica: Hipoglicemiante oral (sulfonilureia de segunda geração)
  • Mecanismo de ação: Estimula a secreção de insulina pelo pâncreas e aumenta a sensibilidade dos tecidos periféricos à insulina
  • Forma de administração: Via oral

Acetohexamida - História, Descoberta e Origem

Acetohexamida é um medicamento utilizado no tratamento de diabetes mellitus tipo 2. Ele pertence à classe dos hipoglicemiantes orais, que são compostos químicos que ajudam a reduzir os níveis de açúcar no sangue.

A história da acetohexamida começa na década de 1950, quando foi descoberta por cientistas da empresa farmacêutica Merck & Co. Ela foi o primeiro composto da classe das sulfonilureias, que hoje são amplamente utilizadas no tratamento do diabetes.

A acetohexamida age estimulando as células beta do pâncreas a produzirem mais insulina, o hormônio responsável por regular o nível de açúcar no sangue. Com isso, ela ajuda a controlar a hiperglicemia, que é quando os níveis de açúcar no sangue estão elevados.

Além disso, a acetohexamida também ajuda a reduzir a resistência à insulina, o que é comum em pacientes com diabetes tipo 2. Isso significa que ela ajuda o corpo a usar melhor a insulina que está sendo produzida, tornando o tratamento mais eficaz.

Apesar de ser um medicamento bastante utilizado, a acetohexamida pode causar alguns efeitos colaterais, como hipoglicemia (quando os níveis de açúcar no sangue ficam muito baixos), náuseas, vômitos e erupções cutâneas. Por isso, é importante que o seu uso seja acompanhado por um médico e que os pacientes fiquem atentos aos sinais e sintomas de hipoglicemia.

Em resumo, a acetohexamida é um medicamento importante no tratamento do diabetes tipo 2, ajudando a controlar os níveis de açúcar no sangue e melhorando a ação da insulina no corpo. Seu uso deve ser feito com acompanhamento médico e seguindo as orientações de dosagem e cuidados para evitar possíveis efeitos colaterais.

Indicações de uso - Acetohexamida

Veja abaixo em quais ocasiões é recomendado o uso de Acetohexamida:

  • Medicamento utilizado para controlar a glicose no sangue em pacientes com diabetes tipo 2.
  • Indicado para pacientes que não conseguem controlar a glicemia apenas com dieta e exercícios físicos.
  • Pode ser utilizado sozinho ou em combinação com outros medicamentos para diabetes.
  • Ajuda a reduzir os níveis de açúcar no sangue após as refeições.
  • Pode ser prescrito por um médico endocrinologista ou clínico geral.
  • Deve ser administrado de acordo com as orientações médicas e nunca deve ser interrompido sem orientação.
  • É importante realizar exames de sangue regularmente para monitorar os níveis de glicose no sangue e ajustar a dosagem do medicamento, se necessário.
  • Pode causar efeitos colaterais, como náuseas, vômitos, diarreia, dor de cabeça e hipoglicemia (baixa de açúcar no sangue).
  • Não é recomendado para pacientes com alergia à acetohexamida ou a outros medicamentos sulfonilureias.
  • Deve ser evitado por gestantes e lactantes, a menos que seja estritamente necessário e sob orientação médica.

Efeitos Colaterais - Acetohexamida

Veja abaixo alguns efeitos colaterais do Acetohexamida

  1. Dor de cabeça
  2. Náusea
  3. Vômito
  4. Diarreia
  5. Perda de apetite
  6. Constipação
  7. Dor abdominal
  8. Fraqueza
  9. Tontura
  10. Aumento da sensibilidade à luz

Vale lembrar que os efeitos colaterais do Acetohexamida não significa necessariamente que você vai sentir esses sintomas. Em casos raros alguns sintomas podem aparecer,

ContraIndicações - Acetohexamida?

  • Reação alérgica grave
  • Diabetes tipo 1
  • Cetoacidose diabética
  • Doença hepática grave
  • Doenças renais graves
  • Gravidez e amamentação
  • Uso concomitante com medicamentos que afetam a função hepática ou renal

Como Usar Acetohexamida

A acetohexamida é um medicamento oral que é utilizado no tratamento do diabetes tipo 2. Ela deve ser tomada exatamente como prescrita pelo médico, geralmente uma vez ao dia, com ou sem alimentos. É importante seguir as instruções do médico e não ajustar a dose sem consultar um profissional de saúde. Além disso, é essencial monitorar regularmente os níveis de açúcar no sangue enquanto estiver tomando acetohexamida. Se ocorrerem efeitos colaterais ou houver dúvidas sobre o uso deste medicamento, é imprescindível buscar orientação médica.

Média de Preço do Acetohexamida - Quanto Custa?

Abaixo temos uma lista com a média de preço do Acetohexamida em diferentes países, levando em consideração que esse valor pode estar bem diferente da realidade, com uma margem de erro de 50% a 100% mais caro ou mais barato.

  • Brazil: R$ 25,00
  • EUA: $ 6,00
  • Euro: € 5,00

Os preços do Acetohexamida podem ter diferenças gritantes de um país para o outro, dependendo da sua política de preços e volatilidade. Essa lista de preço é apenas para dar uma noção se o produto é caro ou barato na sua região.


FAQ - Perguntas e Respostas

O que é Acetohexamida?

Acetohexamida é um medicamento antidiabético oral que atua estimulando a produção de insulina pelo pâncreas.

As informações do Acetohexamida são verdadeiras?

As informações sobre o medicamento contidas nessa página podem não refletir total realidade, visto que pesquisas são atualizadas constantemente e informações podem divergir de diferentes bancos de dados, por esse motivo recomendamos consultar sempre a bula do medicamento e utilizar apenas com auxilio médico.

pt_BRPortuguese