Acetato de cortisona - Informações

A acetato de cortisona é um hormônio esteróide utilizado para o alívio das manifestações inflamatórias e pruriginosas de doenças de pele sensíveis a corticosteróides e distúrbios endócrinos associados à produção inadequada de hormônios esteróides. Nessa página você tem acesso a todas as informações sobre Acetato de cortisona, como indicações de uso, contraindicações, efeitos colaterais, informações químicas, preço, história, origem, efeitos e outros. 

Índice de Conteúdo
- Informações
- História
- Indicações
- Efeitos Colaterais
- Contra Indicações
- Como Usar
- Média de Preço
- Outras Substâncias
- FAQ

Informações Básicas do Acetato de cortisona

Veja abaixo todos os detalhes e informações sobre Acetato de cortisona:

  • Nome: Acetato de cortisona
  • Nome em Inglês: Cortisone acetate
  • Nome Genérico:
  • Tipo:
  • Fórmula Química: C23H30O6

Informações Avançadas:

  • Nome químico: 17-(2-acetyloxyacetyl)-11-hydroxy-10,13,16-trimethyl-6,7,8,9,10,11,12,13,14,15,16,17-dodecahydro-3H-cyclopenta[a]phenanthren-3-one
  • Formula molecular: C23H32O6
  • Peso molecular: 400.5 g/mol
  • Classe terapêutica: Corticosteroid
  • Mecanismo de ação: Anti-inflammatory and immunosuppressive
  • Forma de administração: Oral, topical, injection, inhalation

Acetato de cortisona - História, Descoberta e Origem

O acetato de cortisona é um medicamento anti-inflamatório e corticosteroide que é amplamente utilizado no tratamento de diversas condições médicas. Ele é derivado do hormônio cortisol, que é produzido naturalmente pelo corpo humano pelas glândulas adrenais.

A história do acetato de cortisona tem início na década de 1940, quando o químico americano Edward Kendall e sua equipe descobriram a estrutura química do cortisol e sua capacidade de aliviar os sintomas da artrite reumatoide. Eles desenvolveram uma forma sintética do cortisol, que ficou conhecida como cortisona.

No entanto, a cortisona tinha uma desvantagem: tinha uma duração de ação muito curta no corpo, o que exigia doses frequentes para manter seus efeitos. Foi então que, em 1948, um químico britânico chamado Philip Hench e sua equipe descobriram que o acetato de cortisona, um éster da cortisona, tinha uma duração de ação mais prolongada e, portanto, era mais eficaz no tratamento da artrite reumatoide.

A descoberta do acetato de cortisona foi revolucionária e marcou o início de uma nova era no tratamento de doenças inflamatórias e autoimunes. O medicamento foi rapidamente adotado para tratar uma ampla gama de condições, incluindo asma, doenças de pele, doenças do colágeno e muitas outras.

Com o passar dos anos, o acetato de cortisona foi aprimorado e outros corticosteroides, como a prednisona e a hidrocortisona, foram desenvolvidos. No entanto, o acetato de cortisona continua sendo um dos medicamentos mais utilizados e eficazes no tratamento de doenças inflamatórias e autoimunes.

Hoje, o acetato de cortisona está disponível em várias formas, incluindo comprimidos, injeções, cremes e pomadas. Seu uso é recomendado apenas sob prescrição médica, pois seu uso indevido pode causar efeitos colaterais sérios, como aumento da pressão arterial, ganho de peso, osteoporose e supressão do sistema imunológico.

Em resumo, o acetato de cortisona é um medicamento importante que revolucionou o tratamento de doenças inflamatórias e autoimunes. Sua descoberta é fruto de anos de pesquisa e continua sendo uma opção eficaz para aliviar os sintomas de diversas condições médicas.

Indicações de uso - Acetato de cortisona

Veja abaixo em quais ocasiões é recomendado o uso de Acetato de cortisona:

  • Tratamento de inflamações e alergias na pele
  • Alívio de sintomas de doenças autoimunes, como artrite reumatoide e lúpus
  • Redução de edemas e inchaços causados por lesões ou cirurgias
  • Controle de reações alérgicas em casos de asma e rinite
  • Tratamento de doenças dermatológicas, como eczema e psoríase
  • Indicado para casos de dermatite de contato
  • Pode ser usado em conjunto com outros medicamentos para tratar doenças mais graves
  • Disponível em diversas formas, como creme, pomada, loção e comprimido
  • Deve ser utilizado apenas com prescrição médica e seguindo as orientações corretas
  • É um medicamento de uso tópico, ou seja, aplicado diretamente na pele

Efeitos Colaterais - Acetato de cortisona

Veja abaixo alguns efeitos colaterais do Acetato de cortisona

  1. Alterações no humor
  2. Insônia
  3. Retenção de líquidos
  4. Aumento da pressão arterial
  5. Perda de massa óssea
  6. Aumento de peso
  7. Alterações na pele (acne, estrias)
  8. Supressão do sistema imunológico
  9. Problemas gastrointestinais (náusea, vômito, diarreia)
  10. Sudorese excessiva

Vale lembrar que os efeitos colaterais do Acetato de cortisona não significa necessariamente que você vai sentir esses sintomas. Em casos raros alguns sintomas podem aparecer,

ContraIndicações - Acetato de cortisona?

  • Não deve ser usado por pacientes com alergia ao acetato de cortisona ou a qualquer outro componente da fórmula.
  • Não deve ser usado por pacientes com infecções fúngicas ou virais na pele.
  • Deve ser usado com cautela em pacientes com doenças renais ou hepáticas.
  • Pode causar efeitos adversos em pacientes com problemas cardíacos ou hipertensão.
  • Não deve ser utilizado por mulheres grávidas ou lactantes, a menos que seja recomendado por um médico.
  • Pode interagir com outros medicamentos, por isso deve-se informar ao médico sobre todos os medicamentos em uso antes de iniciar o tratamento.
  • Pode aumentar o risco de desenvolvimento de diabetes em pacientes predispostos.
  • Pode causar alterações no sistema imunológico, aumentando o risco de infecções.

Como Usar Acetato de cortisona

O acetato de cortisona é um medicamento utilizado para tratar inflamações e alergias. Geralmente é administrado na forma de injeção intramuscular ou intra-articular sob a supervisão de um profissional de saúde qualificado. Siga sempre as instruções do seu médico quanto à dosagem e frequência de administração. Evite auto-medicação e consulte um médico antes de usar este medicamento.

Média de Preço do Acetato de cortisona - Quanto Custa?

Abaixo temos uma lista com a média de preço do Acetato de cortisona em diferentes países, levando em consideração que esse valor pode estar bem diferente da realidade, com uma margem de erro de 50% a 100% mais caro ou mais barato.

  • Brazil: R$ 20,00
  • EUA: $10,00
  • Euro: €8,00

Os preços do Acetato de cortisona podem ter diferenças gritantes de um país para o outro, dependendo da sua política de preços e volatilidade. Essa lista de preço é apenas para dar uma noção se o produto é caro ou barato na sua região.


FAQ - Perguntas e Respostas

O que é Acetato de cortisona?

A acetato de cortisona é um hormônio esteróide utilizado para o alívio das manifestações inflamatórias e pruriginosas de doenças de pele sensíveis a corticosteróides e distúrbios endócrinos associados à produção inadequada de hormônios esteróides.

As informações do Acetato de cortisona são verdadeiras?

As informações sobre o medicamento contidas nessa página podem não refletir total realidade, visto que pesquisas são atualizadas constantemente e informações podem divergir de diferentes bancos de dados, por esse motivo recomendamos consultar sempre a bula do medicamento e utilizar apenas com auxilio médico.

pt_BRPortuguese